10 raças de cachorros pequenos que não crescem muito

10 raças de cachorros pequenos que não crescem muito

As raças de cachorros pequenos são uma das mais procuradas por quem quer ter um cão que se adapta bem em espaços reduzidos.

Cachorros de pequeno porte podem ter várias vantagens em relação às raças maiores. Se você mora em apartamento ou tem pouco espaço disponível, cães pequenos podem ser ideais para você.

Neste artigo, você confere uma lista com as principais raças de cachorros pequenos, todas com até 10 kg. Importante alertar que raças extremamente pequenas podem ter problemas sérios de saúde, então tome cuidado se algum vendedor te oferecer animais miniaturizados, com nomes do tipo “mini” ou “zero”.

  • 01 de 10

    Poodle

    Poodle de pelo liso

    Uma das raças mais famosas de cachorros pequenos, os poodles costumam nos cativar com toda a sua graça. Mas não se engane quem acha que eles são apenas fofos, pois os poodles também são extremamente inteligentes.

    Outro ponto interessante sobre a raça é que existem pelo menos 4 variações (Toy, Miniatura, Standard e Gigante), que podem se diferenciar bastante no tamanho. O Poodle Toy, por exemplo, não costuma ultrapassar os 28 cm, enquanto o Poodle Gigante pode chegar a 60 cm.

  • 02 de 10

    Yorkshire Terrier

    Yorkshire em pé nas plantas

    Outra raça muito indicada para quem busca um cão pequeno, o Yorkshire Terrier também possui um visual cativante.

    Esses pequeninos adoram brincar no colo dos seus donos e, por serem normalmente bem agitados, podem ser úteis até na proteção da casa, pois, se perceberem alguma coisa suspeita, com certeza vão latir e avisar os seus donos da possível ameaça.

  • 03 de 10

    Dachshund

    Dachshund preto

    Você pode conhecer essa raça pelo nome de salsicha. Isso se deve, claro, ao seu formato alongado, com pernas bem curtas. Além desse visual encantador, os Dachshund também são animais que adoram se aventurar e brincar com seus donos.

    Existem três tipos de Dachshund: os de pelo longo, os de pelo curto e os miniatura. Os de pelo longo vão demandar mais cuidados com tosa e banho, enquanto os outros tipos vão demandar menos. Os de pelo curto são bem ativos, os outros dois, especialmente o miniatura, são mais tímidos.

  • 04 de 10

    Pug

    Pug com a língua para fora

    Os Pugs são pequenos, redondos e cheios de “dobrinhas”, e estão entre os preferidos para aqueles que buscam raças de cachorros pequenos.

    É recomendável limpar regularmente as dobrinhas dos pugs, pois é muito comum juntar sujeiras. Além disso, outro ponto em que os donos devem prestar atenção é o fato de o focinho achatado dessa raça levar a problemas respiratórios, sobretudo em dias muito quentes.

  • 05 de 10

    Shih Tzu

    Shih Tzu branco e marrom na grama

    O Shih Tzu possui uma pelagem muito bonita, semelhante à do Yorkshire Terrier. São espertos, agitados e apegados a seus donos. Entretanto, por possuírem um focinho achatado, têm a tendência, assim como os Pugs, a desenvolver problemas respiratórios.

    São uma das raças mais antigas de cachorros pequenos, tendo inclusive feito muito sucesso entre antigos aristocratas da China, lugar de onde esses animais provêm.

  • 06 de 10

    Schnauzer Miniatura

    Schnauzer miniatura

    Outra raça com uma pelagem muito bonita, os Schnauzer Miniatura costumam ser conhecidos pelos seus longos bigodes. São animais bem ativos e que requerem certo treinamento para socializarem bem com outros cães e humanos.

    Costumam latir bastante, mas essa característica, além de poder ser amenizada com um treinamento específico, faz com que o Schnauzer seja útil para “vigiar” a casa.

  • 07 de 10

    Chihuahua

    Chihuahua sentado

    Uma das raças mais famosas e mais desejadas de cachorros pequenos, os Chihuahuas conquistam os amantes de pets com seu perfil franzino e seu temperamento forte. Podem ser bem ativos e fazer muita bagunça, mas nada que não possa ser resolvido com adestramento e paciência por parte dos donos.

    Esse comportamento ativo dos Chihuahuas exige passeios e exercícios regulares, para que os pequeninos possam dispersar toda a sua energia. Esta raça é conhecida, inclusive, como a menor do mundo, e pode chegar a medir apenas 15 cm de altura.

  • 08 de 10

    Lulu da Pomerânia

    Lulu da Pomerânia marrom

    O Lulu da Pomerânia possui uma pelagem bem volumosa e fofa, e isso com certeza é um dos grandes atrativos da raça. Apesar do nome e da aparência, esses pequeninos podem apresentar um comportamento agressivo, especialmente com estranhos. Novamente, como em todas raças, é recomendável adestrá-los (isso é algo que os donos de cachorros pequenos costumam ignorar).

    Um ponto a se prestar atenção é que os Lulus da Pomerânia costumam soltar bastante pelo, então, esteja pronto para encontrar pelinhos soltos nas suas roupas e em outros lugares caso queira adquirir um desses adoráveis animais.

  • 09 de 10

    Maltês

    Maltês mini correndo na grama

    O Maltês é com certeza uma das raças mais populares entre os amantes de cães pequenos. Costumam ser vistos como “cachorros de bolsa”, e eles realmente não se incomodam em ser carregados dentro de uma.

    A sua pelagem grande, branca e vistosa requer cuidados constantes, como penteá-los pelo menos duas vezes por semana. Muito apegado ao dono, o Maltês costuma ficar estressado se ficar muito tempo sem receber atenção ou se for deixado sozinho em casa.

  • 10 de 10

    Boston Terrier

    Boston Terrier

    O Boston Terrier lembra bastante o Pug, e realmente guarda algumas semelhanças com ele, como, por exemplo, a pelagem curta e o focinho achatado, que também é motivo para problemas respiratórios.

    O Boston Terrier é um tipo bem sociável, que não costuma ter problemas para interagir com outros cães e pessoas, inclusive crianças. Não são tão pequenos quanto as outras raças, já que podem ultrapassar facilmente os 40 cm de altura, mas costumam se adaptar bem à vida em apartamento.

Pequenos e adoráveis companheiros

Cachorros pequenos são sempre excelentes opções de companheiros para você e sua família. Costumam ser muito divertidos e apegados ao donos, além de, em geral, exigirem menos cuidados que as raças de maior porte. Especialmente, se você mora em apartamentos ou tem pouco espaço disponível, eles são ideais para você.

Caso seja essa a sua situação, sugerimos a leitura do artigo sobre raças ideais para apartamento.