Tudo sobre a raça Bulldog Inglês

O Bulldog Inglês (ou Buldogue Inglês) é um dos cães mais populares de todo o mundo. Conheça suas características, físicas, temperamento, cuidados com a saúde, fotos, filhotes e muito mais.
  • Cachorro da raça Bulldog Inglês
  • Rosto Bulldog
  • Bulldog sentado
  • Bulldog branco e marrom na grama
  • Bulldog Inglês preço
  • Bulldog Inglês e bola amarela
  • Bulldog Inglês marrom
  • Bulldog Inglês deitado
  • Bulldog Inglês branco
  • Bulldog Inglês correndo

O Bulldog Inglês (ou Buldogue Inglês) é considerado o chefe ou pai de todas as raças caninas.

Não exatamente por ter se originado antes, mas sim por ter sido a primeira raça a ter um clube oficial e a ser reconhecida com seu próprio padrão oficial.

Como se não bastasse este “título histórico”, os Bulldogs também se destacam por estarem entre as 10 raças mais populares de todos os tempos.

E tanto sucesso não foi por acaso! Por detrás da pinta de durão, o Bulldog Inglês se revela um cão amável, extremamente carinhoso e fiel aos seus familiares.

Por isso, se você é o orgulhoso tutor de um Bulldog ou está pensando em adotar um cãozinho, te convidamos para ler este artigo, onde você encontrará todas as informações sobre essa raça e os cuidados que estes cachorros precisam para levar uma vida ativa, feliz e saudável.

Índice – você encontrará as seguintes informações nesse artigo:

  1. Ficha técnica
  2. Características
  3. Características físicas
  4. Personalidade
  5. Como cuidar
  6. Saúde
  7. Filhotes
  8. Preço
  9. Dúvidas frequentes
  10. História

Ficha técnica da raça Bulldog Inglês:

Adaptação
Bom para apartamento
Gosta de ficar sozinho
Gosta de outros cachorros
Gosta de gatos
Gosta de estar com a família
Higiene e saúde
Cuidados com a higiene
Riscos com a saúde
Solta pelos
Tamanho
Treinamento
Fácil de adestrar
Necessidade de exercícios físicos
Late muito
Gosta de brincadeiras
Características da raça:

Grupo: Grupo dos Não Esportistas
Altura: 31 a 40 cm para machos e para fêmeas
Peso: 23 a 25 kg para machos e 18 a 23 kg para fêmeas
Personalidade: Amigável, Carinhoso, Dócil, Voluntarioso
Expectativa de vida: 8 a 10 anos

Características físicas do Bulldog Inglês

O Bulldog Inglês é um cão de porte médio, de baixa estatura e notável robustez. Seu corpo é largo e compacto, com musculatura poderosa, dorso curto e forte. Apesar de se parecerem com o Bulldog Francês, possuem características muito distintas.

Seu peito amplo, profundo e arredondado é visivelmente mais robusto e largo que a parte do quadril. O perfil da raça é retangular, já que estes cães são mais compridos que altos.

Embora o padrão oficial não determine um tamanho específico para a raça, os Bulldogs Ingleses medem entre 31 e 40 cm de altura (medida em cruz) e pesam de 18 a 25 kg.

A cabeça do Bulldog Inglês é grande em comparação com o tamanho do cão. Quando vista de perfil, parece curta, alta e robusta, o que lhe dá um aspecto poderoso.

Como se trata de uma raça braquicefálica, o focinho é achatado e não apresenta protuberância em relação à linha do crânio.

Os olhos de um Bulldog Inglês são arredondados, escuros, estão sempre bem separados entre si, mas não devem ser esbugalhados. As orelhas são pequenas e tem a típica forma de “rosa”. A trufa é pequena, larga e tem cor preta.

O Bulldog Inglês apresenta algumas características bem peculiares e típicas. Uma delas são as rugas na parte da testa e nas bochechas, e as papadas na parte inferior do pescoço.

Outra são seus movimentos e sua forma de andar. Graças à sua grande massa corporal, os Bulldogs caminham de forma pesada, dando passos rápidos e curtos com a ponta dos dedos. Durante os passos, os pés traseiros se levantam tão discretamente que parecem roçar no chão.

Toda a extensão do corpo de um Bulldog está coberta por pelos finos, curtos e lisos, que devem estar bem aderidos ao corpo do cão.

Segundo o padrão da raça, os Bulldogs podem ter uma pelagem de cor uniforme, manchada, partida ou tigrada, em diferentes tonalidades de castanhos avermelhados, marrons e branco.

Os exemplares que apresentam as cores preta, fogo ou carne não são reconhecidos pelo padrão e devem ser evitados.

Personalidade e temperamento do Bulldog Inglês

O aspecto do Bulldog Inglês pode até parecer um pouco abrutalhado, porém, seu temperamento revela um cachorro muito afetuoso e equilibrado.

No seu núcleo familiar, costumam estarem sempre tranquilos, gostam de tirar umas boas sonecas e são muito pacientes com as crianças.

Estas características fazem desta raça um excelente pet para as famílias, porém, não devemos esperar que um Bulldog Inglês seja tão ativo como outros cães.

Personalidade do Bulldog Inglês
O Bulldog Inglês é um cachorro muito afetuoso e equilibrado.

Os Bulldogs são extremamente leais aos seus tutores e criam um vínculo muito especial com seus familiares. Por isso, precisam ter muita companhia, requerem atenção e podem apresentar problemas de comportamento se ficam muito tempo sozinhos.

Além disso, estes cãezinhos tem uma personalidade forte e pode ser um pouco teimoso na hora de aprender as regras da casa e os comandos de obediência básica.

Isso não significa que os Bulldogs sejam menos inteligentes que outras raças. Somente necessitam um pouco mais de paciência e experiência por parte de seus tutores, para se tornar um pet super comportado e obediente.

Apesar de ser bastante calmo, o Bulldog Inglês pode se mostrar desconfiado ou desconfortável na presença de pessoas ou animais desconhecidos.

Além disso, como são muito corajosos e protetores de sua família, devem ser adestrados e socializados para não bancarem os valentões e acabarem comprando uma briga com outros cachorros.

Um Bulldog que não foi devidamente educado e socializado, ou que é exposto a um ambiente negativo, pode utilizar sua força e sua mandíbula poderosa para ocasionar danos consideráveis. Por isso, não descuide da educação de seu Bulldog!

Como cuidar de um Bulldog Inglês

Embora não seja um cão muito ativo, o Bulldog Inglês precisa realizar exercícios físicos diariamente para conservar um peso saudável.

Estes cães engordam facilmente e tem muita tendência à obesidade, uma condição que prejudica sua mobilidade e sua saúde. A atividade física também será fará seu melhor amigo gastar energia e manter um comportamento equilibrado.

Porém, como se trata de uma raça braquicefálica, os exercícios devem ser realizados de forma moderada e contar sempre com intervalos para descanso e recuperação.

Recomendamos realizar de 2 a 3 passeios diários com seu Bulldog, totalizando um mínimo de 30 minutos de caminhada.

Os brinquedos e jogos de inteligência para cachorros também serão bem vindos para estimular seu cãozinho a se divertir e se exercitar durante sua ausência.

Quanto à sua higiene, os Bulldogs requerem cuidados simples, porém, delicados. Apesar de sua pelagem curta e lisa, os Bulldogs devem receber escovações regulares (2 a 3 vezes por semana), já que são cães que perdem pelo constantemente.

Nas épocas de muda (durante o outono e a primavera), sua pelagem precisará ser escovada com maior frequência.

Os banhos devem ser dados apenas quando o cão realmente necessite, respeitando o máximo de 1 banho por mês. Os banhos excessivos prejudicam a saúde do seu cão, pois eliminam a oleosidade natural que reveste e protege seu corpo.

As encantadoras rugas no rosto e no focinho do Bulldog devem ser higienizadas de 2 a 3 vezes por semana, utilizando uma gaze umedecida com água morna ou com soro fisiológico.

Quando terminar a limpeza, é indispensável secar muito bem a região com um pano limpo ou com outra gaze seca. O acúmulo de impurezas ou de umidade nestas regiões favorece o desenvolvimento de infecções e prejudica gravemente a saúde de seu Bulldog Inglês. Por isso, esta higienização deve ser feita com cuidado e atenção.

Um Bulldog Inglês precisará de muita companhia para manter seu comportamento equilibrado e evitar os comportamentos destrutivos associados à ansiedade por separação.

Será fundamental socializá-lo desde filhote para ensiná-lo a se relacionar positivamente com outros animais, com as pessoas, com seu território, seus brinquedos e seus objetos.

O adestramento também é altamente recomendável para proporcionar uma ótima estimulação física e mental ao seu melhor amigo, além de facilitar sua aprendizagem.

E como todo cão, os Bulldogs necessitam de uma nutrição completa e equilibrada para permanecer alegres, felizes e saudáveis.

Por isso, é fundamental escolher uma ração de ótima qualidade como base da dieta de seu cãozinho, e respeitar as porções e tomas diárias adequadas ao seu peso, tamanho e idade. Lembre-se de não exagerar nas guloseimas, pois os Bulldogs ganham peso muito facilmente.

Saúde do Bulldog Inglês

Como todas as raças braquicefálicos, o Bulldog Inglês é propenso a desenvolver problemas respiratórios. Estes cães tem tendência a sofrer alergias, dificuldade respiratória, resfriados, e até pneumonia.

Por isso, devemos evitar expor um Bulldog a choques de temperatura, adversidades climáticas e exercícios muito intensos.

Infelizmente, também devemos destacar que o Bulldog demonstra predisposição genética a desenvolver uma série de doenças. A seguir, resumimos as patologias mais comuns no Bulldog Inglês:

  • Displasia de quadril
  • Displasia de cotovelo
  • Olho seco
  • Narinas estenóticas
  • Palato mole alongado
  • Luxação do ombro
  • Cauda internalizada
  • Entrópio
  • Ectrópio
  • Obesidade
  • Torção gástrica

Porém, isso não significa que seu Bulldog Inglês não poderá te acommpanhar por um bom tempo e compartilhar momentos inesquecíveis.

Quando recebem uma adequada medicina preventiva e mantem um peso saudável, os Bulldogs tem um expectativa de vida entre 8 e 10 anos.

Para cuidar bem de seu melhor amigo, não esqueça as visitas periódicas ao veterinário (de 6 em 6 meses), o calendário de vacinação e os tratamentos antiparasitários internos (vermífugos) e externos (pipetas, comprimidos mastigáveis, etc).

Filhotes de Bulldog Inglês

Se sua cadela acaba de ser mamãe, será muito importante levar os filhotes ao veterinário para dar início à sua imunização, controlar seu crescimento e ganho de peso. Além disso, a fêmea deve contar como acompanhamento de um médico veterinário durante toda a gravidez.

Embora gostem de brincar e receber mimos, os filhotes de Bulldog Inglês serão verdadeiros “sonecas”. Mas não se preocupe: o organismo dos cachorrinhos realmente precisa de muitas horas de sono para se desenvolver corretamente.

Filhote de Bulldog Inglês
Filhote de Bulldog Inglês

Os pequenos Bulldogs terão um crescimento acelerado até seus 6 ou 7 meses, porém, só se tornarão adultos ao completar 1 ano.

Como sua personalidade é forte, os Bulldogs devem ser educados desde sua infância para não se tornar teimosos ou desobedientes na fase adulta.

Quando seu cãozinho chegar ao seu novo lar, será fundamental apresentar as normas da casa e evitar reforçar condutas inapropriadas (como subir no sofá, roubar comida do lixo, etc.).

Completado o primeiro ciclo de vacinas e antiparasitários, será o momento ideal para começar seu processo de socialização.

Quanto custa um Bulldog Inglês?

O investimento em um filhote de dessa raça depende de sua linhagem, seu sexo e seu canil de origem.

Quando um filhote nasce de progenitores premiados internacionalmente, seu valor será bem elevado, porque sua genética é muito apreciada. Atualmente, no Brasil, um filhote de Bulldog Inglês pode custar entre R$3.000,00 e R$8.000,00.

Dúvidas frequentes sobre a raça

  1. O Bulldog Inglês solta muito pelo?

    Sim! Muitas vezes, pensamos que só os cães com pelos longos e abundantes soltam muito pelo. Mas isso é um mito… O Bulldog Inglês é um perfeito exemplo de cães de pelo curto soltam pelo regularmente. Por isso, esta raça não costuma ser indicada para as pessoas com alergias.

  2. Os Bulldogs latem muito?

    Não, o Bulldog Inglês é uma raça que late pouco. Costuma ser silencioso e só faz algum barulho quando é necessário.

    Por isso, vale a pena ficar atento se seu Bulldog Inglês começa a latir, pois alguma coisa está acontecendo e chamando sua atenção.

  3. O Bulldog Inglês se adapta bem aos apartamentos?

    Sim! O Bulldog Inglês é uma raça que se adapta muito bem aos apartamentos e espaços reduzidos. Por ser um cão sensível e braquicefálico, é especialmente beneficiado por uma exposição moderada ao ar livre e pela companhia de uma família.

    Porém, devemos lembrar que os passeios diários serão essenciais para combater a obesidade e manter seu cãozinho saudável e feliz.

  4. O Bulldog Inglês é um bom cão para crianças?

    O Bulldog Inglês costuma ser muito tranquilo e paciente com as crianças, porém, devemos considerar que não será seu companheiro mais ativo. Se procuramos um pet calmo e carinhoso para nossa família, esta raça pode ser excelente.

    Porém, é importante recordar que todo cão deve ser socializado e aprender os comandos básicos de obediência antes de brincar com crianças ou com outros pets.

  5. O Bulldog Inglês pode conviver com outros pets?

    Depende da socialização e da educação que oferecemos a nosso Bulldog. Geralmente, esta raça é mais sociável com outras pessoas do que com outros cães (principalmente se forem da mesma raça e do mesmo sexo).

    Porém, se um Bulldog é socializado desde filhote, poderá aprender a compartilhar seu território e relacionar-se positivamente com outros pets.

História e origens do Bulldog Inglês

Atualmente, sabemos que os Bulldogs Ingleses descendem dos cães utilizados em um cruel esporte chamado Bull-baiting, que consistia em promover lutas entre cães e touros, e teve muita popularidade durante os séculos XII e XIII.

Em algumas oportunidades, estas batalhas horripilantes também poderiam ser travadas entre ursos e cães de grande porte.

Então, o Bulldog Inglês nasceu a partir das tentativas de criar uma raça extremamente forte, corajosa e determinada, que fosse muito resistente à dor, tivesse um nível de agressividade elevado frente a outros animais, porém, que fosse leal e equilibrado em relação às pessoas.

Quando as lutas com touros foram oficialmente proibidas no Reino Unido (por meados de 1835), os criadores também tentaram adaptar os Bulldogs para lutar com outros cães.

Porém, a raça não foi bem sucedida nestas disputas, principalmente por ser muito pesada e lenta. Por isso, a maioria dos criadores britânicos simplesmente perdeu o interesse por dar continuidade a esta raça e o Bulldog Inglês praticamente desapareceu da Inglaterra.

Foram os imigrantes ingleses que desembarcaram nos Estados Unidos levando seus cães Bulldogs, que salvaram esta raça de acabar sendo extinta.

Além disso, os exemplares de Bulldogs Ingleses que nasceram no continente americano também foram os ancestrais do Bulldog americano.

Já no século XX, a população de Bulldogs Ingleses voltou a crescer no Reino Unido. Porém, a intenção dos criadores passa a ser obter cães menores e menos agressivos, que pudessem ser bons companheiros e protetores.

É por isso que o Bulldog Inglês que conhecemos hoje não apenas se adaptou perfeitamente a viver em família, como também se tornou um pet carinhoso e amável que conquistou seu próprio espaço em milhares de lares ao redor de todo o mundo.