Tosar o cachorro: saiba a importância e a frequência ideal

Separamos tudo que você precisa na hora de tosar o cachorro. Veja a frequência ideal, tipos de corte, cuidados e média de preço desse serviço
yorkshire escovando o pelo

Os tutores adoram quando os seus cães estão com os pelos limpos, bonitos e brilhantes, mas nós sabemos que para manter a pelagem dos peludos assim, é necessário muitos cuidados, como o banho, escovação e também a tosa. Na hora da higienização muitos “pais e mães” de pet acreditam que apenas o banho é a parte mais importante, mas isso não é verdade. A tosa é essencial e precisa ser realizada de maneira regular.

Entretanto, a frequência da tosa vai variar bastante, pois tudo depende da estação climática, tipo de pelo do cachorro e idade do pet. Por isso, é importante se informar bastante antes de montar o calendário de tosa do seu cachorro. E se você quer saber mais sobre esse assunto, este artigo é para você, pois vamos te mostrar os tipos de tosa para os peludos, frequência e importância do corte. Acompanhe até o final!

Frequência e importância de tosar o cachorro

Cada raça de cão tem suas próprias particularidades e, por isso, cada caso deve ser analisado isoladamente – já que a necessidade e constância das tosas serão determinadas, justamente, por estas características. Alguns fatores que influenciam na frequência da tosa são: tempo de crescimento do pelo, tipo do pelo, ambiente onde o animal vive e nível de escovação. Mas no geral, as tosas devem ser feitas a cada 30 dias, pois assim o pelo já está grande o suficiente e precisa ser aparado novamente.

Cães com pelagem mais vasta e longa, por exemplo, precisam de muita escovação, mesmo com corte sendo feito no tempo certo. Além disso, a tosa muitas vezes pode até ser tida como uma solução para esses pets, pois os fios embaraçados podem ser o ambiente perfeito para o acúmulo de sujeira e o aparecimento de problemas como a dermatite (também causada pela falta de banhos e higiene, em geral). Por isso, é muito importante realizar a tosa no seu cãozinho, pois apenas o banho não será o suficiente para mantê-lo limpo e saudável.

Tipos de tosa em cachorro

Pessoa tosando um poodle branco com uma tesoura

1. Tosa higiênica

Esse tipo de corte pode ser feito em qualquer cachorro, independente do clima, tipo de pelagem ou idade do animal. A tosa higiênica, como o próprio nome indica, tem como objetivo manter a limpeza e saúde do animal. Nesse corte o profissional retira o excesso de pelo das orelhas, partes íntimas, patas, rabo e também ao redor do rosto. Ela pode ser realizada com tesoura ou máquina. A maioria dos cães precisa fazer essa tosa a cada 30 dias.

2. Tosa na tesoura

Esse tipo de tosa é ideal para os cães que apresentam pelagem longa e lisa. Além disso, é uma boa alternativa para os peludos que sentem medo do barulho da máquina. Mas o cãozinho precisa ser paciente, pois esse corte tende a levar mais tempo para ser feito. A tosa na tesoura tende a aparar sem afetar muito o comprimento dos pelos e pode ser feita em qualquer época do ano, entretanto não é recomendada para cães filhotes.

3. Tosa na máquina

A tosa na máquina é ideal para os cães que possuem uma pelagem encaracolada, como os poodles, mas nada impede que também seja feita nos pets com pelos lisos. Esse tipo de corte, por ser rápido, é ideal para os cães mais agitados e impacientes, desde que não sejam filhotes. A máquina tende a tirar bastante o comprimento do pelo, aliviando o animal do calor e dando mais conforto para o bichinho. Nesse tipo de corte, o tutor também não precisará escovar os pelos do animal com muita frequência.

4. Tosa bebê

Esse tipo de tosa é ideal para os tutores que desejam deixar os pets com aspecto de filhotes. Ela é muito popular em cães da raça yorkshire e maltês, mas pode ser feita em qualquer pet, independente do tipo de pelo. Nesse opção, os pelos ficam mais rentes ao corpo, com cerca de dois dedos de comprimento. Além disso, com a pelagem mais curta, o processo de escovação fica mais fácil. Esse corte pode der feito em filhotes e em qualquer época do ano.

5. Tosa verão ou inverno

Esses dois tipos de tosa servem para os tutores que querem manter a higiene do animal em dia sem fazer com que eles sofram com as baixas ou altas temperaturas. A tosa verão é feita na máquina, para reduzir o comprimento dos pelos, enquanto a tosa de inverno é feita com a tesoura, para manter o comprimento da pelagem. Ambas podem ser feitos em qualquer cachorro, independente da pelagem.

Posso tosar o cachorro em casa?

Poder tosar o cachorro em casa, você pode, mas é arriscado, independente de você optar pela máquina ou pela tesoura. O tutor nunca sabe como o animal vai se comportar durante o corte, e qualquer movimento errado pode ferir o cão.

Além disso, contar com o trabalho de um profissional vai fazer com que o seu cãozinho fique com o pelo alinhado. E outro bônus, quando a tosa é feita em um pet shop, o cachorro também recebe corte nas unhas e uma hidratação no pelo, ou seja, vale o investimento.

Quanto custa uma tosa de cachorro?

O preço para a tosa de cachorro vai variar muito dependendo do local onde você mora, tamanho e quantidade de pelo do animal. Quando a tosa é feita na tesoura, o preço pode ser a partir de R$ 80. Já o corte na máquina, pode sair a partir de R$ 60, já que o valor altera dependendo do porte do seu pet.

Fique ligado! Muitos pet shops oferecem descontos a tutores que se comprometem a levar o animal para a tosa a cada 30 dias. O melhor caminho é pesquisar na sua cidade e ver qual atende melhor a necessidade do seu bichinho. Boa sorte!

Comentários