Tudo sobre a raça Dachshund

O Dachshund é o nosso querido e super popular "cão salsicha" ou simplesmente "salsichinha". Tudo o que você precisa saber sobre essa raça como sua personalidade, características físicas, fotos, imagens, preço, cuidados e muito mais. Confira!
  • Tudo sobre a raça Dachshund
  • Dachshund marrom
  • Dachshund preto deitado
  • Dachshund na grama
  • Dachshund albino
  • Dachshund arlequim
  • Dachshund arlequim com olho azul
  • Dachshund marrom de pelo longo
  • Dachshund preto
  • Dachshund fantasia de salsicha
  • 2 filhotes de Dachshund marrom

O Dachshund ou Teckel é o nosso querido e super popular “cão salsicha” ou simplesmente “salsichinha”.

Os cães de raça chamam muita atenção não apenas pelo seu peculiar formato de corpo e por seu caminhar hiperativo, mas também graças ao seu caráter muito especial.

Apesar de seu pequeno tamanho, os salsichas são donos de uma enorme valentia e se desempenham de forma exemplar como cães de caça e de guarda.

Se você é tutor de um Dachshund ou está pensando em adotar um companheiro ativo e corajoso, nós te convidamos para conhecer as principais características desta raça e também conhecer os cuidados básicos para oferecer uma vida feliz e saudável a estes cãezinhos tão encantadores.

Índice – você encontrará as seguintes informações nesse artigo:

  1. Ficha técnica do Dachshund
  2. Características da raça
  3. Personalidade do Dachshund
  4. Como cuidar de um Dachshund
  5. Características físicas
  6. Problemas de saúde de um Dachshund
  7. Filhote de Dachshund
  8. Qual é o preço de um Dachshund?
  9. Dúvidas sobre a raça
  10. História do Dachshund

Ficha técnica da raça Dachshund:

Adaptação
Bom para apartamento
Gosta de ficar sozinho
Gosta de outros cachorros
Gosta de gatos
Gosta de estar com a família
Higiene e saúde
Cuidados com a higiene
Riscos com a saúde
Solta pelos
Tamanho
Treinamento
Fácil de adestrar
Necessidade de exercícios físicos
Late muito
Gosta de brincadeiras
Características da raça:

Grupo: Grupo dos Hounds
Altura: até 37 cm para machos e fêmeas
Peso: 7,3 a 15 kg para machos e fêmeas
Personalidade: Teimoso, Astuto, Dedicado, Vivaz, Brincalhão, Corajoso
Expectativa de vida: 12 a 16 anos

Personalidade e temperamento do Dachshund

Os salsichinhas podem ser pequenos, mas possuem um grande caráter. No seu núcleo familiar, se mostram muito enérgicos, afetuosos e brincalhões.

Porém, também são bastante independentes e podem se tornar territoriais quando não são devidamente socializados e educados.

Os Dachshund de pelo curto costumam ser os mais extrovertidos, curiosos e aventureiros, enquanto os de pelo longo são mais tranquilos e adoram se sentir confortáveis para desfrutar de uma boa soneca.

Por outro lado, os Teckels miniaturas costumam ser mais dóceis, porém, tem um comportamento mais tímido que os exemplares Standard.

Honrando sua ascendência Terrier, o Dachshund tem sentidos muito sensíveis e demonstra um forte instinto caçador.

Por isso, tendem a perseguir e podem abater pequenos animais (roedores, aves ou outros mamíferos diminutos), e também adoram cavar para buscar possíveis presas.

Personalidade do Dachshund
Os Dachshunds possuem um grande caráter.

Devemos ter muita atenção para a educação e socialização desta raça para evitar acidentes durante um passeio ou tentativas de fuga para exercitar seu instinto caçador.

Os salsichas também precisam aprender a controlar seu impulso de latir frente a qualquer estímulo, para não se tornar excessivamente barulhentos.

Infelizmente, estes cães receberam injustamente a fama de ser teimosos e desobedientes (em alguns lugares, podem escutar que o Teckel “se recusa” a aprender).

Porém, a realidade mostra que o Teckel responde de forma excelente a um adestramento bem orientado, contando com o uso do reforço positivo e com a dedicação de seu tutor.

O problema aparece quando alguém tenta impor ensinamentos a um Dachshund usando métodos violentos ou abusivos. Assim como todo animal, o salsicha reage de forma negativa quando é maltratado ou exposto a um ambiente  desfavorável, pelo seu natural instinto de sobrevivência.

Como cuidar de um Dachshund

Esta raça é tão corajosa e intrépida que pode se meter em muitas encrencas e comprar brigas com cães muito maiores e mais poderosos quando sentem a necessidade de proteger sua família e sua casa.

Também tendem a ser muito protetores e podem se tornar possessivos com seus familiares, o que diminui consideravelmente sua sociabilidade frente às pessoas e aos animais desconhecidos.

Por isso, a educação e a socialização são cuidados indispensáveis na criação de um Dachshund.

Como se trata de um cão muito enérgico e curioso, o Teckel deve realizar diariamente uma boa dose de exercícios para manter um peso saudável e evitar os sintomas de stress, tédio ou nervosismo.

Um Dachshund sedentário ou que passa muito tempo sozinho pode desenvolver problemas de comportamento e condutas destrutivas.

Por isso, o ideal é fazer 3 passeios diários, de 30 a 40 minutos, para permitir que seu salsichinha gaste energia, se divirta e mantenha um comportamento equilibrado.

Os brinquedos e os jogos interativos também serão importantes para manter seu cãozinho ativo quando você não estiver presente.

Outro cuidado essencial será oferecer uma nutrição completa e equilibrada ao seu melhor amigo. Lembre-se de escolher uma ração de ótima qualidade e respeitar as porções diárias indicadas para seu tamanho, peso e idade.

Os salsichas podem ganhar peso facilmente, então não exagere na quantidade de comida e evite oferecer guloseimas altamente calóricas.

Os Dachshund de pelo curto requerem cuidados mais simples com sua higiene: com 1 ou 2 escovações semanais, exibirão uma pelagem limpa e saudável.

Já os exemplares de pelos longos ou duros devem ser escovados diariamente para eliminar pelos mortos, evitar a formação de nós e a acumulação de impurezas na sua pelagem.

Todas as variedades podem ser banhadas 1 vez por mês ou a cada 6 semanas. É importante lembrar que os banhos excessivos são prejudiciais à saúde dos cães, pois eliminam a oleosidade natural que reveste e protege seu organismo.

Para complementar a higiene de seu Dachshund, recomendamos limpar diariamente as remelas de seus olhos, além de escovar seus dentes 3 vezes por semana. Um corte de unhas a cada 1 ou 2 meses também será bem vindo.

Características físicas do Dachshund

Sem dúvidas, a característica física mais chamativa do Dachshund é sua peculiar contextura física. Basta observar um exemplar desta raça para entender a razão do apelido “salsicha”.

Seu corpo é baixinho e bem comprido, com patas curtas, cabeça afilada, focinho pontiagudo e stop discreto (pouco marcado), assemelhando-se ao formato de uma salsicha tradicional.

Estes cães tem um perfil notavelmente retangular, com uma linha superior levemente inclinada.

Seu peito é profundo e musculoso, enquanto o ventre deve ser mais recolhido nos cães que conservam um peso saudável.

Além disso, se destacam as orelhas grandes com pontas arredondadas, que estão sempre caídas para frente e podem ultrapassar inclusive a linha da mandíbula.

Dachshund com roupa na janela

Os olhos do Dachshund são ovais, brilhantes e podem ter várias tonalidades de castanho escuro, avermelhado ou preto. Já o rabo é longo e tem uma inserção de média a alta.

Quanto às variedades de tamanho para o Dachshund, há uma importante discordância entre a FCI (Federação Cinológica Internacional) e o AKC (American Kennel Club).

Segundo a FCI, existem 3 variedades de Teckel: o Standard, o Miniatura e o Dachshund para a caça de coelho.

Porém, o AKC (e muitas outras sociedades caninas) reconhece apenas as variedades Standard e Miniatura.

Os Dachshunds Standard devem ter entre 26 cm e 28 cm de altura, com um peso de 7 kg a 15 kg. Já os Teckels Miniatura podem ter até 20 cm de altura, pesando entre 4 kg e 5 kg.

Nos 3 tamanhos, são aceitos 3 tipos de pelagem para a raça Dachshund: pelo curto, pelo longo e pelo duro.

  • Dachshund de pelo curto: a variedade de pelo curto é a mais popular em todo o mundo. Apresenta pelos lisos, brilhantes e grossos, que estão bem aderidos à pele do cão.
  • Dachshund de pelo longo: é uma variedade mais exuberante, cujo corpo está coberto por mechas longas e lisas, que são mais abundantes na região inferior do corpo e do pescoço, nas orelhas, no rabo e na parte posterior das patas. Sua pelagem é formada por 2 camadas: a interna possui pelos curtos e grossos, enquanto a externa é composta por pelos lisos, longos e brilhante.
  • Teckel de pelo duro: sua pelagem também possui 2 camadas, sendo a interna formada por pelos curtos, lisos e bem unidos entre si. Já a camada externa é espessa e possui pelos duros de “tipo arame”, que dão nome a essa variedade. Esta pelagem concentrada na parte inferior do focinho dá o aspecto de barbudo ou bigodudo ao Teckel de pelo duro.

Independente do tipo de pelo, o Dachshund pode ter uma pelagem uniforme, bicolor ou manchada. Os exemplares uniformes podem ter várias tonalidades entre o castanho avermelhado e o amarelo (com ou sem manchas pretas).

Já os salsichas bicolores podem ter uma pelagem de base marrom ou preta, com manchas em cores avermelhadas ou amareladas.

Os Dachshund manchados podem ter a pelagem de estilo tigrado ou arlequim, sempre com uma base de cor escura (preto, cinza ou castanho avermelhado).

Problemas de saúde do Dachshund

Embora a contextura física do Dachshund nos pareça encantadora, o corpo extremamente alongado deixa estes cãezinhos mais vulneráveis aos problemas de coluna, principalmente às lesões nos discos intervertebrais.

Por isso, é muito importante evitar que os salsichinhas sofram qualquer tipo de acidente (como quedas e golpes) e que tenham sobrepeso.

Esta raça também possui uma pele bastante delicada e requer cuidados específicos para prevenir alergias, dermatites e o câncer de pele.

Além disso, as seguintes condições podem ser ocasionalmente observadas nos Dachshunds:

  • Luxação de patela
  • Olho seco
  • Glaucoma
  • Surdez
  • Diabetes
  • Epilepsia
  • Hipotiroidismo

Quando recebem uma adequada medicina preventiva, os Dachshunds podem levar uma vida muito saudável e desfrutar de uma expectativa de vida entre 12 e 15 anos.

Para cuidar bem do seu salsichinha, realize visitas ao veterinário a cada 6 meses, respeite o calendário de vacinação  e não se esqueça dos tratamentos antiparasitários internos (vermífugos) e externos (pipetas, comprimidos mastigáveis, etc).

Filhotes de Dachshund

Se sua cadela acaba de ganhar novas crias, será muito importante levar os filhotes ao veterinário para dar início à sua imunização, controlar seu crescimento e ganho de peso.

Além disso, as fêmeas devem contar como acompanhamento de um médico veterinário durante todo período da gravidez.

Os salsichas são reconhecidamente hiperativos, porém, seus filhotes necessitarão dormir bastante para se desenvolver corretamente.

Dachshund filhote marrom
Filhote de Dachshund marrom.

Os pequenos Teckels terão um crescimento acelerado até seus 6 ou 7 meses, porém, só poderão ser considerados adultos após completar 1 ano de vida.

Como são donos de uma personalidade forte e de um importante instinto territorial, os Dachshunds devem ser educados e socializados desde sua infância.

Quando seu cãozinho chegar ao seu novo lar, será essencial apresentar as normas da casa e evitar reforçar condutas inapropriadas.

Ao completar o primeiro ciclo de vacinas e antiparasitários (entre seu 5º e 6º mês de vida), será o momento ideal para iniciar seu processo de socialização.

Qual é o preço de um Dachshund

O preço de um Dachshund varia de acordo com a linhagem, a variedade, o sexo e o canil de origem de cada filhote.

Se um cãozinho é filho de exemplares premiados internacionalmente, seu valor será bem alto, porque sua genética é muito apreciada.

Atualmente, um filhote de Dashchund pode custar entre R$1.200 e R$5.000.

Queremos aproveitar esta oportunidade para te dar uma excelente dica: existem diversos cachorros, de todos os tamanhos, idades, personalidades e aparências, ansiosos por receber o carinho de uma família.

Adotar é um ato de amor e todo cão, seja mestiço ou de raça definida, pode aprender e brindar afeto incondicional a seus familiares.

Porém, se você ainda optar por adquirir um salsichinha em um canil, lembre-se de escolher estabelecimentos confiáveis, que estejam devidamente registrados e cumpram com as normas de segurança e higiene.

Não indicamos comprar filhotes diretamente com particulares, em pet shops ou na Internet.

Dúvidas frequentes sobre a raça

  1. O Dachshund late muito?

    Sim, esta raça costuma ser barulhenta e latir com muita frequência. Os salsichas estão sempre alertas para os estímulos ao seu redor e latem para alertar seus tutores e para se comunicar.

    E, como são hiperativos, podem passar várias horas correndo, pulando e brincando, o que implica fazer bastante barulho!

  2. O Dachshund solta muito pelo?

    Os Dachshunds de pelo curto soltam menos pelo e requerem cuidados mais simples com sua pelagem. Já os salsichinhas com pelos longos e duros podem perder pelo constantemente e devem receber escovações diárias para evitar a formação de nós na sua pelagem.

  3. Os Dachshunds se adaptam a viver em apartamentos?

    Sim! Como são pequenos e carinhosos, os salsichas se adaptam muito bem à vida familiar e aos ambientes reduzidos. Porém, seus tutores precisaram suprir sua necessidade de exercícios físicos com passeios diários, brincadeiras e jogos interativos que estimulem seu corpo e sua mente.

  4. O Teckel é um bom cão para crianças?

    Depende da idade da criança e da educação do Teckel. Os salsichas são tão enérgicos e reativos que podem machucar sem querer uma criança muito pequena. Porém, costumam ser excelentes companheiros para os adolescentes e as crianças maiores de 7 anos.

    Como sempre lembramos, deixar um cão brincar com uma criança requer alguns cuidados preparatórios. Por um lado, as crianças devem compreender que os cães não são brinquedos e podem se machucar. Por outro, todo cachorro deve ser socializado e aprender as ordens de obediência básica antes de brincar com crianças ou com outros pets.

  5. Os salsichas convivem bem com outros pets?

    O grau de sociabilidade de um Dachshund dependerá fundamentalmente da educação e da socialização oferecidas pelo seu tutor. Geralmente, esta raça é mais sociável com outros animais do que com pessoas desconhecidas.

    Por isso, se um salsichinha é socializado desde filhote, pode compartilhar seu território e desfrutar da companhia de outros pets.

História e origens do Dachshund

Os Dachshunds nasceram na Alemanha durante o século XVI. Nesta época, surgiram os primeiros escritos que mencionam um cão baixinho e de pernas tortas, com um enorme talento para escavar e encontrar presas.

De fato, o próprio nome da raça se deve à sua habilidade como cão escavador. “Dachshound” é a junção de 2 termos alemães (Dachs e Hund) e significa “cão texugo”.

Os texugos são pequenos mamíferos muito comuns na Europa, que costumam se esconder embaixo da terra para escapar de seus depredadores.

Desde seu nascimento, os salsichas foram utilizados para caçar texugos, ratos, coelhos, raposas e outros mamíferos de pequeno porte.

Os especialistas estimam que os primeiros Teckels tinham pelos lisos e curtos, sendo o resultado de cruzamentos entre o Pointer Francês miniatura (ou Bracke) e o Pinscher.

Os Dachshunds de pelo longo teriam surgido alguns anos mais tarde, após cruzamentos entre os salsichas de pelo curto com cães da família Spaniel e com cães de caça conhecidos como Stoberhund Alemão.

Já os Teckels de pelo duro só começaram a ser registrados durante o século XVIII, mas não se sabe muito bem quais raças foram utilizadas para conseguir esta variedade.

Os últimos a nascerem foram os exemplares de Dachshund miniatura, que apareceram apenas em meados do século XIX.

Durante o século XX, os criadores desta raça se dedicaram a realizar cruzamentos rigorosos para estabelecer um padrão esteticamente mais atraente e bem definido para cada variedade de Dachshund.

Neste processo, foram utilizadas algumas outras raças, como o Pinscher miniatura, o Papillon e o Schnauzer miniatura.

Como quase todas as raças, os Teckels experimentaram uma “quase extinção” durante a II Guerra Mundial.

Felizmente, estes cãezinhos eram tão resistentes que os criadores rapidamente conseguiram restabelecer sua população.

Já na década de 60, os salsichas tinham voltado a fazer enorme sucesso como cães de companhia e nas passarelas de exposições caninas.

Hoje em dia, os Dachshunds se mantêm firmes e fortes como uma das raças mais populares e queridas do mundo.