Tudo sobre a raça Bulldog Francês

O Bulldog Francês está entre as 10 raças mais populares do mundo. Conheça mais sobre o seu temperamento, fotos, filhotes, características e cuidados.
  • Bulldog Francês marrom
  • Bulldog Francês
  • Bulldog Francês branco
  • Bulldog Francês com bola
  • Bulldog Francês preto
  • Bulldog francês deitado triste
  • Bulldog Francês brincando
  • Bulldog Francês na grama
  • Bulldog preto e branco manchado
  • Características do Bulldog Francês
  • Filhote Bulldog Francês
  • Rosto Bulldog Francês

O Bulldog Francês está entre as 10 raças mais populares do mundo, nos últimos 15 anos. E esse sucesso não é por acaso. Estes adoráveis cãezinhos cativam por sua aparência particular, com especial destaque para as suas orelhas e o focinho achatado.

Porém, seu temperamento resulta ainda mais encantador que seu aspecto. Os Bulldogs Franceses são muito brincalhões, pacientes e sociáveis, ou seja, um pet ideal para as famílias com crianças.

Se você é o orgulhoso tutor de um Bulldog Francês ou se está pensando em adotar um cãozinho dessa raça, te convidamos a conhecer melhor este animal, suas características físicas e comportamentais.

E também resumimos os cuidados essenciais e tiramos suas dúvidas para oferecer uma vida digna, feliz e saudável a um Bulldog Francês.

Índice – você encontrará as seguintes informações nesse artigo:

  1. Ficha técnica
  2. Características da raça
  3. Características físicas
  4. Personalidade
  5. Como cuidar
  6. Saúde
  7. Filhotes
  8. Preço
  9. Dúvidas frequentes
  10. História

Ficha técnica da raça Bulldog Francês:

Adaptação
Bom para apartamento
Gosta de ficar sozinho
Gosta de outros cachorros
Gosta de gatos
Gosta de estar com a família
Higiene e saúde
Cuidados com a higiene
Riscos com a saúde
Solta pelos
Tamanho
Treinamento
Fácil de adestrar
Necessidade de exercícios físicos
Late muito
Gosta de brincadeiras
Características da raça:

Grupo: Grupo dos Não Esportistas
Altura: 32 a 35 cm para machos e fêmeas
Peso: 8 a 15 kg para machos e para fêmeas
Personalidade: Brincalhão, Afetuoso, Forte, Esperto, Sociável, Alerta, Paciente, Atlético
Expectativa de vida: 10 a 12 anos

Características físicas do Bulldog Francês

O Bulldog Francês é um cão de porte pequeno, que se caracterizada pelo corpo cilíndrico e robusto, focinho achatado e pelas orelhas grandes, arredondadas na ponta e bem eretas, assemelhando-se às orelhas de um morcego.

Este cãozinho possui uma massa muscular bem desenvolvida e ossos sólidos, por isso, costumam demonstrar bastante força e resistência física.

Embora o padrão da raça não determine um tamanho exato para os exemplares de Bulldog Francês, machos e fêmeas costumam medir de 32 cm a 35 cm de altura.

O peso corporal desejável para estes cãezinhos vai desde 8 kg a 15 kg. E como possuem muita tendência à obesidade, os Bulldogs Franceses devem manter um peso saudável e proporcional à sua contextura física durante toda sua vida.

A cabeça do Bulldog Francês é larga e tem formato quadrado, apresentando rugas e dobras na região do focinho e da testa, principalmente.

Trata-se de uma raça braquicefálica, com focinho achatado, stop bem marcado, trufa curta e levantada, sempre na cor preta.

Seus olhos são redondos, grandes e levemente esbugalhados, o que dá uma expressão desperta e ativa a estes cãezinhos.

O rabo deve ser curto de nascença e com inserção baixa. Seu formato é levemente afilado, sendo mais grosso na base e terminando em uma discreta ponta.

Estes cãezinhos nunca levam a cauda levantada: mesmo quando estão ativos e contentes, o rabo deve estar abaixo da linha horizontal.

O corpo pequeno e robusto do Bulldog Francês está coberto, em toda sua extensão, por pelos curtos, suaves e brilhantes, que estão bem aderidos à pele.

O padrão da raça é pouco específico em relação às colorações aceitas na pelagem do Bulldog Francês.

Hoje em dia, são compreendidos os exemplares em diversas tonalidades de fulvo, com diferentes possibilidades de marcação e manchas brancas.

Personalidade e temperamento do Bulldog Francês

O Bulldog Francês tem o típico temperamento de um perfeito cão de companhia: é moderadamente ativo, adora brincar e demonstra uma grande necessidade de atenção e afeto.

Por isso, são excelentes companheiros para as famílias e os tutores que contam com tempo e paciência para educar, mimar e desfrutar de muitos bons momentos junto aos seus cãezinhos.

Personalidade do Bulldog Francês
O Bulldog Francês tem o típico temperamento de um perfeito cão de companhia.

Porém, não são recomendados para as pessoas que buscam pets mais independentes.

Em seu núcleo familiar, os Bulldogs Franceses mostram uma personalidade doce, divertida e muito carinhosa.

Geralmente, são super pacientes com as crianças e adoram acompanhá-las nas suas aventuras e brincadeiras.

Apesar de ser bastante sociável, o Bulldog Francês adulto pode ser tímido na presença de pessoas ou animais desconhecidos.

Por isso, é importante socializá-los desde filhotes para ensiná-los a relacionar-se positivamente com outros indivíduos e evitar que essa natural timidez se transforme em medo ou ansiedade.

Embora costumem ter um temperamento bastante equilibrado, os Bulldogs Franceses podem ter problemas de comportamento e até chegar sofrer com a ansiedade por separação, quando não recebem os devidos cuidados ou não contam com a atenção e o carinho de seus familiares.

Estes cãezinhos não lidam muito bem com a solidão e podem desenvolver condutas destrutivas com bastante facilidade se passam muitas horas sozinhos ou são ignorados.

Por isso, deverão contar com uma boa educação para aprender a respeitar as normas da casa e também com a dedicação de seus tutores para suprir sua necessidade de afeto e companhia.

Como cuidar de um Bulldog Francês

Apesar de ter uma pelagem curta, os Bulldogs Franceses podem perder muito pelo, principalmente na primavera e no outono (as chamadas épocas de muda).

Por isso, as escovações diárias serão fundamentais para eliminar os pelos mortos e as impurezas de seus pelos, além de preservar a higiene do seu lar.

Como sua pele é sensível, os banhos excessivos costumam ser prejudiciais, pois eliminam a oleosidade natural que protege seu corpo.

O ideal é banhar seu Bulldogs apenas uma vez por mês ou a cada 6 semanas.

Porém, será essencial limpar e secar bem as rugas de seu rosto e seu focinho, de 3 a 4 vezes por semana. O acúmulo de impurezas e de umidade nesta região favorece o desenvolvimento de infecções e prejudica gravemente a saúde de seu melhor amigo.

Seu Bulldog francês também precisará de muita companhia e muito afeto para manter um temperamento equilibrado e evitar os problemas de comportamento.

Será fundamental socializá-lo desde filhote para ensiná-lo a se relacionar positivamente com outros animais, com as pessoas e com seu próprio território.

Mesmo sendo super inteligentes, estes cãezinhos podem ser um pouco teimosos na hora de obedecer e aprender as normas da casa.

Por isso, o adestramento é altamente recomendável para otimizar a aprendizagem e proporcionar uma ótima estimulação física e mental ao seu melhor amigo.

Por sua estrutura braquicefálica e seu corpo robusto, os Bulldogs Franceses mostram pouca resistência ao frio e ao calor extremo, bem como às mudanças climáticas repentinas.

De fato, um choque térmico ou um golpe de calor podem ser fatais para estes cãezinhos. Por isso, é muito importante assegurar que seu melhor amigo não se exponha a chuvas, ventos e outras adversidades climáticas.

E caso você viva em uma região com inverno mais marcante, lembre-se de sempre proteger seu cãozinho do frio.

Mesmo não sendo uma raça tão ativa, estes cãezinhos necessitam exercitar-se diariamente para manter um peso saudável e um comportamento estável.

Porém, lembre-se que o Bulldog Francês não deve realizar atividades muito intensas ou por períodos prolongados. O ideal é realizar 2 passeios diários, com 25 ou 30 minutos cada um, intercalando sempre a caminhada com intervalos para descanso e recuperação.

E assim como todo cachorro, o Bulldog francês precisa receber uma nutrição completa e equilibrada para permanecer ativo, feliz e saudável.

É importante escolher uma ração de ótima qualidade como base da dieta de seu cãozinho, além de respeitar as proporções e quantidades adequadas ao seu peso, tamanho e idade

Os Bulldogs possuem muita tendência à obesidade, por isso, não exagere nas guloseimas nem ofereça comida humana a seu cãozinho.

Problemas de saúde do Bulldog Francês

O Bulldog Francês, como todas as raças braquicefálicas, é muito sensível às doenças e transtornos do aparelho respiratório.

Estes cãezinhos podem desenvolver alergias, dificuldade respiratória, resfriados, e até pneumonia. Por isso, não devem ser expostos ao frio ou ao calor extremo, e seu corpo deve estar bem protegido frente às possíveis adversidades climáticas.

Com menor frequência, a raça também pode apresentar as seguintes doenças e complicações:

  • Displasia de quadril
  • Narinas estenotipas
  • Luxação de patela
  • Entrópio
  • Degeneração dos discos intervertebrais
  • Cataratas
  • Surdez
  • Palato mole alongado

A expectativa de vida desta raça costuma ser avaliada entre 10 e 12 anos. Além disso, se seu cãozinho receber uma adequada medicina preventiva e viver num ambiente positivo, poderá levar uma vida feliz e saudável.

Por isso, não esqueça as visitas periódicas ao veterinário (de 6 em 6 meses), o calendário de vacinação  e os tratamentos antiparasitários internos (vermífugos) e externos (pipetas, comprimidos mastigáveis, etc.).

Filhotes de Bulldog Francês

Se sua cadela acaba de ser mamãe, será muito importante levar os filhotes ao veterinário para dar início à sua imunização, controlar seu crescimento e ganho de peso.

E todas as fêmeas, independente de sua raça ou idade, devem receber o acompanhamento de um médico veterinário durante sua gravidez.

Filhote Bulldog Francês
Filhote de Bulldog Francês

Embora gostem de brincar e receber mimos, os filhotes de Bulldog Francês precisarão de muitas horas de sono para se desenvolverem corretamente e fortalecer seu sistema imunológico.

Os pequenos Bulldogs Franceses terão um crescimento acelerado até seus 6 ou 7 meses, porém, só poderão ser considerados adultos ao completar 1 ano.

Para estimular as capacidades cognitivas, sociais e emocionais de seu cãozinho, é essencial começar a educá-lo e socializá-lo desde filhote.

Quando seu cãozinho chegar ao seu novo lar, será fundamental apresentar as normas da casa e evitar reforçar condutas inapropriadas (como subir no sofá, roubar comida do lixo, etc.).

Completado o primeiro ciclo de vacinas e antiparasitários, será o momento ideal para começar seu processo de socialização.

Preço do Bulldog Francês

O investimento em um filhote de Bulldog Francês depende de sua linhagem, seu sexo e seu canil de origem. Atualmente, um filhote de Bulldog Francês pode custar entre R$3.000,00 e R$8.000,00.

Queremos aproveitar esta chance para te dar uma dica excelente: sabia que existem muitos cachorros, de todos os tamanhos, idades, personalidades e aparências, esperando para receber o carinho de uma família? Adotar é um ato de amor e todo cão, seja mestiço ou de raça definida, pode aprender e brindar amor incondicional aos seus tutores.

Porém, se você ainda optar por adquirir um Bulldog Francês em um canil, lembre-se de escolher estabelecimentos confiáveis, que estejam devidamente registrados e cumpram com as normas de segurança e higiene. Não é recomendável comprar filhotes diretamente com particulares, em pet shops ou em sites da internet.

Dúvidas frequentes sobre a raça

  1. Os Bulldogs Franceses latem muito?

    Não, o Bulldog Francês é um cão que late pouco e costuma ser silencioso, latindo somente quando é necessário. Por isso, vale a pena ficar atento se seu cãozinho começar a latir, pois alguma coisa está acontecendo e chamando sua atenção.

  2. O Bulldog Francês solta muito pelo?

    Sim! Muitas vezes, pensamos que apenas os cães com pelagem longas e abundantes soltam muito pelo. Mas isso é um mito… O Bulldog Francês está entre os cães de pelo curto que mais soltam pelo, principalmente durante a primavera e o outono. Por isso, esta raça não costuma ser indicada para as pessoas com alergias.

    Se você está pensando em adotar um Bulldog Francês como companheiro de suas crianças, recomendamos certificar antes que elas não sejam alérgicas. E lembre-se que escovar diariamente seu cãozinho para evitar a acumulação de pelos pela casa e nas suas roupas.

  3. O Bulldog Francês é um bom cão para crianças?

    Sim, mas sempre com a devida precaução. O Bulldog Francês é um cão doméstico por excelência: seu temperamento é dócil, carinhoso e brincalhão. Uma característica fabulosa para acompanhar nossas crianças em suas aventuras e brincadeiras.

    Porém, lembre-se que estes cãezinhos são braquicefálicos e não devem ser exposto a atividades físicas intensas. Por isso, as brincadeiras devem ter um limite para não prejudicar a saúde de seu melhor amigo.

    Além disso, é fundamental conscientizar nossas crianças que os cães são seres vivos e não brinquedos. Pode parecer evidente para nós, adultos, porém, as crianças tem pouca noção de sua própria força e podem machucar sem querer um cão tão pequeno e sensível.

    Além disso, todo cão deve ser socializado e aprender os comandos básicos de obediência antes de brincar com as crianças e com outros pets.

  4. O Bulldog Francês se adapta bem aos apartamentos?

    Sim! Esta raça é excelente para apartamentos e espaços reduzidos. Por ser um cão pequeno e sensível, o Bulldog Francês se adapta muito bem à vida familiar, com uma exposição controlada ao ar livre.

    Para manter um peso saudável e um comportamento estável, seu cãozinho precisará realizar passeios diários de 25 a 30 minutos cada, sempre com intervalos para descanso e recuperação.

  5. O Bulldog Francês pode conviver com outros pets?

    O Bulldog Francês costuma demonstrar um alto índice de sociabilidade, principalmente durante sua infância e adolescência. Porém, quando são adultos, podem se tornar mais tímidos na presença de estranhos.

    Além disso, como todo cão de sangue Bull, os machos podem ter algumas dificuldades de convivência quando não são devidamente socializados. Por isso, é indispensável socializar seu melhor amigo desde filhote para ensiná-lo a relacionar-se pacificamente com outros indivíduos.

História e origens do Bulldog Francês

O nome destes cãezinhos já revela sua origem francesa, porém, Inglaterra e Estados Unidos também foram cruciais para o desenvolvimento desta raça.

Em meados do século XIX, quando a Revolução Industrial estava causando furor na Europa, muitos operários migraram para a França, em busca de novas oportunidades na crescente indústria francesa.

Boa parte destes trabalhadores provinha de regiões onde os Bulldogs Ingleses eram muito populares como cães de guarda e de companhia.

E foi justamente acompanhando seus tutores que os primeiros exemplares de Bulldog Inglês (os antepassados diretos do Bulldog Francês) chegaram ao solo francês.

Embora não fossem maioria, alguns exemplares de Bulldog trazidos pelos imigrantes eram pequenos e tinham orelhas bem erguidas.

Estas características resultaram em uma raça muito simpática para a população francesa, principalmente para as mulheres e as crianças.

Por isso, os criadores começaram a importar mais Bulldogs deste estilo para realizar cruzamentos seletivos e conseguir demarcar estas características tão apreciadas.

E assim surgiram os primeiros Bulldogs Franceses (os chamados “Bouledogue Francais“).

Nos últimos anos do século XIX, estes criadores franceses já tinham conseguido Bulldogs Franceses com orelhas de morcego, corpo compacto e gordinho.

E nesta mesma época, a raça começou a chamar a atenção das classes sociais com maior poder econômico. Rapidamente, estes cãezinhos ganharam enorme popularidade na alta sociedade francesa e começou a se destacar nas exposições caninas em muitos países da Europa Ocidental.

Não demorou muito para que o Bulldog Francês começasse a ser exportado para o continente americano.

No início do século XX, os primeiros exemplares desta raça desembarcaram nos Estados Unidos, onde conquistaram milhares de admiradores em pouquíssimo tempo.

E a atualidade do Bulldog Francês reafirma sua trajetória de sucesso: há mais de 20 anos, a raça está entre as mais queridas e populares de todo o mundo.

Por isso, temos o prazer de ver estes encantadores cãezinhos passeando pelas ruas do nosso país e dando alegria a milhões de famílias.