Tudo sobre a raça Beagle

Os Beagles são cães muito ativos, impulsivos, corajosos e um pouco teimosos. Conheça detalhes sobre o seu temperamento, cuidados com a saúde e higiene, fotos, preço e mais.
  • Beagle
  • Beagle deitado
  • Beagle em pé
  • Beagle deitado na grama
  • Beagle marrom
  • Preço do Beagle
  • Beagle preto e marrom em pé
  • Beagle olhando para cima
  • Três filhotes de Beagle dormindo
  • Rosto Beagle

Há mais de 3 séculos, os Beagles permanecem firmes e fortes na lista dos cães mais queridos em todo o mundo.

Porém, existem certos indícios que seus antepassados já acompanhavam seus tutores durante as jornadas de caça na Grécia Antiga, lá pelos anos VI ou V aC.

E tanto sucesso não foi à toa: estes cãezinhos são donos de uma notável beleza e uma personalidade bem marcada pela inteligência, energia e sensibilidade.

Se você é o orgulhoso tutor de um Beagle ou está pensando em adotar um cãozinho, nós te convidamos a conhecer melhor esta raça e saber os cuidados essenciais para proporcionar uma vida alegre, saudável e ativa a seu cachorro.

Índice – você encontrará as seguintes informações nesse artigo:

  1. Ficha técnica
  2. Características
  3. Características físicas
  4. Personalidade
  5. Como cuidar
  6. Saúde
  7. Filhotes
  8. Preço
  9. Dúvidas frequentes
  10. História

Ficha técnica da raça Beagle:

Adaptação
Bom para apartamento
Gosta de ficar sozinho
Gosta de outros cachorros
Gosta de gatos
Gosta de estar com a família
Higiene e saúde
Cuidados com a higiene
Riscos com a saúde
Solta pelos
Tamanho
Treinamento
Fácil de adestrar
Necessidade de exercícios físicos
Late muito
Gosta de brincadeiras
Características da raça:

Grupo: Grupo dos Hounds
Altura: 36 a 41 cm para machos e 33 a 38 cm para fêmeas
Peso: 10 a 16 kg para machos e 8 a 11 kg para fêmeas
Personalidade: Amável, Determinado, Gentil, Inteligente
Expectativa de vida: 10 a 12 anos

Características físicas do Beagle

Muita gente define os Beagles como a versão não achatada do Basset Hound. Outros dizem que os Basset Hound seriam um Beagle esticado.

Embora estas raças realmente tenham algumas semelhanças a simples vista, são bem diferentes tanto no seu físico como em seu temperamento.

Os Beagles são cães de porte médio, com um corpo compacto, musculoso e com perfil quadrado (a altura de seu corpo é igual ao comprimento).

Sua altura média pode variar de 33 cm a 41 cm, com um peso corporal de 8 kg a 16 kg. Apesar de não ser grande ou pesado, o Beagle tem muita força e suas pernas curtas são extremamente firmes e musculosas (é por isso que muitos Beagles são capazes de “levar seus donos para passear”).

A cabeça do Beagle é alongada, com um focinho largo e forte, bem pronunciado em relação à linha do crânio. Suas orelhas são grandes, grossas e estão sempre caídas na mesma linha das bochechas do cão (este é um dos maiores toques de ternura desta raça).

Já o nariz é bem ressaltado, possui grandes fossas nasais, e sempre tem a cor preta.

Toda a extensão do corpo de um Beagle está coberta por uma pelos lisos, curtos e grossos, que estão bem aderidos à pele do cão.

Segundo o padrão da raça, os Beagles podem ser bicolores e tricolores, sempre com a presença do branco, do preto e de diferentes tonalidades de marrom.

As variedades aceitas pelo padrão, de acordo com a combinação de cores na pelagem, são:

  • Beagle tricolor Classic tri: é a combinação mais clássica que podemos ver em um Beagle. A base branca estará presente em todo o corpo, mas a cor preta predomina no dorso do cão, junto às manchas de cor marrom.
  • Beagle tricolor Dark tri: a base branca continua presente, com algumas manchas pretas e marcas muito suaves na cor marrom.
  • Beagle tricolor Faded tri: nestes exemplares, as marcas negras são suaves e predominam as machas marrons sobre a base branca.
  • Beagle tricolor Pied: é um tipo de tricolor “quebrado”, pois o corpo é predominantemente branco, com leves manchas pretas e marrons que não ganham muito destaque.
  • Beagle bicolor: nos exemplares bicolores, temos a base branca combinada com machas que podem ser pretas ou de diferentes intensidades da cor marrom (desde tonalidades bem claras, como caramelo ou mel, até cores fortes, como café ou castanho avermelhado)

Personalidade e temperamento do Beagle

Se tivéssemos que definir a personalidade do Beagle, seria algo como “elegante, mas não esnobe”. Quando caminham com sua cauda bem lá no alto, formando quase um “c” invertido, o Beagle dá a impressão de ser um cão exuberante, seguro e orgulhoso de si mesmo.

Porém, os Beagles também podem ser super bagunceiros, relaxados, enérgicos e muito festeiros. Nunca se negarão a participar de uma brincadeira e não têm o mínimo medo de se sujar, molhar ou se jogar de cabeça numa boa aventura.

Essencialmente, são cães muito ativos, impulsivos, corajosos e um pouco teimosos, apesar de ter uma excelente predisposição para aprender diversas tarefas e truques.

Beagle filhote
Os Beagles são muito ativos, impulsivos, corajosos e um pouco teimosos.

Quando são bem educados, se mostram extremamente cômodos, brincalhões e afetuosos no seu núcleo familiar. Porém, se são criados com um excesso de consentimento ou vivem uma rotina sedentária, podem apresentar problemas de comportamento e condutas destrutivas pela ansiedade por separação.

Os Beagles possuem um instinto caçador muito forte, pois foram criados com o propósito de identificar e apontar as presas para auxiliar a jornada de caça de seus donos.

Por isso, é muito frequente ver um Beagle passeando com o nariz colado no chão, tentando encontrar possíveis vestígios de alguma presa no solo, nas árvores, na grama e até no asfalto.

Também é comum o hábito de latir ao identificar algum animal ou diretamente trazer algum passarinho ou rato morto como um “presente” para seu tutor.

Por isso, devemos educar e socializar muito bem um Beagle desde filhote, para evitar possíveis acidentes, tentativas de fuga ou atitudes indesejáveis durante os passeios.

Como cuidar de um Beagle

Os Beagles requerem cuidados simples com sua higiene. Com 1 ou 2 escovações semanais, você conseguirá eliminar os pelos mortos e as impurezas da pelagem de seu Beagle, mantendo-a limpa, brilhosa e saudável.

Os banhos podem ser dados apenas 1 vez por mês, para não eliminar a oleosidade natural que reveste e protege o corpo dos cães.

Sabemos que os Beagles são tão curiosos e aventureiros que podem se sujar com bastante facilidade, mas devemos evitar banhá-los excessivamente.

Para complementar a higiene de seu Beagle, é importante limpar diariamente as remelas que se formem em seus olhos, além de escovar seus dentes de 2 a 3 vezes por semana.

Também devemos ter um cuidado especial com suas orelhas, para evitar a acumulação de umidade e a proliferação de microorganismos. Lembre-se de secá-las bem após os banhos e de realizar uma limpeza suave a cada 2 semanas.

Como são hiperativos, curiosos e muito brincalhões, os Beagles precisam realizar uma boa dose de atividade física diária para conservar um peso saudável e um temperamento equilibrado.

Um Beagle sedentário pode ganhar peso facilmente e também desenvolver problemas de comportamento pelo acúmulo de stress. Por isso, serão necessários de 2 a 3 passeios diários, com 35 a 45 minutos cada um, para fazer seu cachorro se exercitar, gastar energia e manter uma conduta serena dentro da casa.

Também será fundamental oferecer brinquedos e jogos interativos para que seu cãozinho se divirta e se mantenha estimulado mesmo durante sua ausência.

Por outro lado, a educação e a socialização também serão cuidados essenciais para um Beagle. Como mencionamos, o instinto caçador desta raça é muito forte e deve ser orientado positivamente para não causar acidentes ou problemas.

O ideal é começar a socializar seu Beagle durante sua infância, preferencialmente antes de seus 6 meses. Além disso, o adestramento será indispensável para canalizar positivamente a energia, os sentidos e as capacidades instintivas de seu cão.

E como todos os cães, os Beagles também devem receber uma nutrição completa e equilibrada para permanecer ativo, forte e saudável. Escolha sempre uma ração de ótima qualidade como base de sua alimentação e lembre-se de respeitar as porções diárias de acordo com seu tamanho, peso e idade.

Principais problemas de saúde do Beagle

O Beagle é um cão extremamente forte e saudável, com uma expectativa de vida de 12 a 15 anos, dependendo do estilo de vida oferecido pelos seus tutores. Porém, estes cãezinhos ganham peso com muita facilidade e a obesidade pode favorecer o desenvolvimento de doenças como diabetes e hipertensão arterial.

Em menor escala, a raça também pode ser diagnosticado com epilepsia, displasia de quadril e disfunções metabólicas (principalmente na glândula tireóide).

Para conservar sua boa saúde e desfrutar de uma longevidade privilegiada, os Beagles precisam receber uma adequada medicina preventiva.

Para cuidar bem de seu melhor amigo, realize visitas ao veterinário de 6 em 6 meses, respeite o calendário de vacinação  e não se esqueça dos tratamentos antiparasitários internos (vermífugos) e externos (pipetas, comprimidos mastigáveis, etc).

Filhotes de Beagle

Se sua cadela acaba de dar a luz, será essencial levar os filhotes ao veterinário para começar sua imunização e controlar seu crescimento e ganho de peso. Além disso, as fêmeas devem contar com o acompanhamento do médico veterinário durante toda a gestação.

Embora o Beagle se destaque por sua hiperatividade, os filhotinhos precisarão dormir e descansar bastante para se desenvolver corretamente.

Os pequeninos terão um crescimento acelerado até seus 6 ou 7 meses, porém, só se tornarão adultos a partir do seu 1º ano.

Como se trata de uma raça temperamental, com instintos e sentidos bem aguçados, o Beagle deve iniciar sua educação e socialização em seus primeiros meses de vida.

Assim que seu Beagle chegar ao seu novo lar, será crucial apresentar as normas da casa e evitar premiar condutas inapropriadas.

Quando seu cãozinho completar seu primeiro ciclo de vacinas e remédios contra vermes, carrapatos e pulgas (entre seus 5 ou 6 meses de vida), será o momento ideal para começar seu processo de socialização.

Preço de um Beagle

O investimento em um filhote de Beagle pode variar segundo sua linhagem, seu sexo e seu canil de origem. Se seu filhotinho for filho de cães premiados internacionalmente, seu valor será bem elevado.

Hoje em dia, um filhote de Beagle, no Brasil, pode custar entre R$1.000,00 e R$2.500,00.

Porém, queremos aproveitar essa chance para te dar uma excelente dica: sabia que existem muitos cães, de todos os tamanhos, idades e temperamentos, ansiosos por receber o carinho de uma família? Adotar é um ato de amor e todo cão, seja mestiço ou de raça definida, pode aprender e brindar afeto incondicional a seus familiares.

Porém, se você ainda optar por adquirir um cãozinho em um canil, lembre-se de escolher estabelecimentos confiáveis, que estejam devidamente registrados e cumpram com as normas de segurança e higiene. Não é recomendável comprar filhotes diretamente com particulares, em pet shops ou na internet.

Dúvidas frequentes sobre a raça

  1. Os Beagles latem muito?

    Como te contamos, o instinto caçador faz com que os Beagles estejam sempre atentos e podem latir para indicar a presença de alguma presa ou ao identificar qualquer estímulo estranho em seu entorno. Também podem fazer barulho ao correr, pular ou brincar, já que são agitados e dificilmente param quietos em casa.

  2. O Beagle perde muito pelo?

    Geralmente, os Beagles perdem pouco pelo e só precisam receber 1 ou 2 escovações semanais. Porém, durante as épocas de muda (na primavera e no outono), a queda de pelos aumenta e as escovações devem ser feitas com maior frequência.

  3. O Beagle é um bom cão para crianças?

    O temperamento ativo, brincalhão e divertido faz do Beagle um excelente companheiro para as crianças e os adolescentes.

    Porém, é importante que um adulto esteja sempre observando as brincadeiras entre um Beagle e crianças pequenas. Por serem tão agitados, estes cãezinhos podem arranhar ou machucar sem querer uma criança pequena no meio da diversão.

    Como sempre ressaltamos, todo cão deve ser socializado e aprender os comandos básicos de obediência antes de brincar com crianças ou com outros pets. Independente de sua raça, tamanho, idade ou raça, os cachorros precisam aprender a se relacionar com outros indivíduos e compartilhar seu território de forma positiva.

  4. Os Beagles se adaptam bem aos apartamentos?

    Como são muito enérgicos e podem fazer bastante barulho, os Beagles se adaptam melhor a ambientes mais espaçosos, principalmente se for uma casa com pátio ou jardim para correr livremente e explorar todos os aromas.

    Porém, um Beagle pode ser um cachorro que vive bem em um apartamento desde que seus tutores se comprometam com sua educação e socialização, além de realizar passeios diários ou iniciá-lo em um esporte canino, como o Agility ou o Searching.

  5. Os Beagles convivem bem com outros pets?

    Se queremos que nosso Beagle conviva com outros cães, devemos começar a socializá-lo durante sua infância (preferentemente, antes de seus 6 meses). A apresentação a outros gatos deverá ser ainda mais cuidadosa, devido ao instinto caçador dos Beagles. Porém, a convivência é possível com educação, treinamento e paciência.

História e origem dos Beagles

Esta raça foi oficializada e aprimorada na Inglaterra, durante os séculos XVII e XVIII. Porém, a história do Beagle começa muito antes e se entrelaça com a própria história dos seres humanos.

Os especialistas apontam que os antepassados dos Beagles já eram retratados pelo filósofo grego Xenofonte, em seu “Tratado sobre a Caça“, escrito em meados do século VI a.C.

Supõe-se que os primeiros Beagles acompanharam e ajudaram os homens em suas jornadas de caça desde tempos muito remotos, evoluindo lado a lado com a própria humanidade.

Durante a Idade Medieval, os Beagles ganharam a preferência dos membros da nobreza e da monarquia inglesa. Ainda no século XVIII, alguns cruzamentos seletivos foram realizados para produzir uma “versão de bolso” do Beagle.

Estes Beagles miniaturas foram os queridinhos da rainha Elizabeth I, porém, se extinguiram rapidamente.

Em 1840, os primeiros exemplares de Beagles foram exportados para os Estados Unidos. Já em solo americano, a raça começou a ser criada como um cão de companhia, conquistando enorme popularidade muito rapidamente.

Porém, durante a II Guerra Mundial, a população de Beagle diminuiu radicalmente tanto na Europa como nos Estados Unidos.

Felizmente, com o fim dos tempos de guerra, os criadores conseguiram garantir a continuidade da raça, e até hoje o Beagle é o 5º cão mais popular nos Estados Unidos.

Infelizmente, a raça continua sendo utilizada como cobaia para os experimentos científicos dos laboratórios de muitas empresas produtoras de cosméticos.

Muitas ONGs e abrigos trabalham em conjunto para resgatar os animais submetidos a testes de laboratórios, porém, estas terríveis práticas só terminarão quando deixemos de financiar os produtos testados em animais.

Por outro lado, o Beagle também se desempenha exemplarmente como cão farejador, já que seu olfato é apurado como o de poucas raças.

Em muitos aeroportos, podemos ver estes cãezinhos trabalhando com enorme talento e dedicação na detecção de narcóticos e bens ilegais.

Além disso, os Beagles se encontram entre as 10 raças mais populares de todos os tempos, tendo ganhado seu próprio lugar nos corações e nas casas de muitas famílias ao redor de todo o planeta.