Conheça 10 raças de cachorro muito agitadas

Separamos 10 raças de cachorros que são agitadas e possuem muita energia. Confira quais são e dicas para mantê-los felizes e saudáveis

A diversidade no mundo canino é realmente impressionante. Pode-se dizer até que existe um tipo de cachorro para cada tipo de pessoa. Na verdade, boa parte do temperamento atual dos cachorros se deve ao tipo de atividade que eles exerciam no passado, e elas podiam variar bastante.

Especialmente os cães que eram muito usados em atividades como caçar e pastorear, acabaram se tornando bastante agitados. No entanto, essa característica hoje em dia é muito apreciada, não somente por alguma utilidade prática, mas sim pela diversão que as raças mais “enérgicas” podem trazer à vida de seus tutores.

Nesse artigo, nós trazemos para você uma lista com 10 raças de cachorro muito agitadas. Como você verá, há pequeninos e grandalhões nela, todos eles cheios de energia. Se você pensa em adotar alguma dessas raças, esteja atento para o nível elevado de atividade e de espaço que elas precisam para se sentirem bem.

  • 01 de 10

    Border Collie

    Border Collie correndo na grama

    Border Collies são cães agitados por natureza. Considerados por muitos a raça mais inteligente do mundo, eles foram muito usados como cães pastores no passado e hoje em dia fazem sucesso exibindo todos os truques que são capazes de aprender. Tanta energia assim requer espaço e tempo disponíveis por parte dos seus tutores. Lembre-se de sempre manter o seu Border Collie ativo, com acesso a áreas onde ele possa Haja disposição: descubra as 10 raças de cachorro que amam correr e brincar.

  • 02 de 10

    Jack Russel Terrier

    Jack Russell deitado

    O Jack Russell Terrier é um aventureiro por excelência. Mesmo sendo de pequeno porte, a raça gosta de se movimentar ao ar livre e explorar tudo o que encontra pela frente. Um Jack Russel Terrier que não consiga gastar sua energia desenvolverá problemas de comportamento, como destruir os móveis da sua casa!

  • 03 de 10

    Weimaraner

    weimaraner-cinza-deitado

    Uma das maiores raças do mundo, o Weimaraner foi desenvolvido para ser um cão de caça, o que fez com que ele tivesse impressionante potência física. Muito apegados aos humanos, os Weimaraner não gostam muito de ficar sozinhos. Precisam de bastante espaço e de companhia para suas atividades, que costumam ser intensas!

  • 04 de 10

    Husky Siberiano

    Husky Siberiano marrom

    O Husky Siberiano é um atleta vigoroso, com grande resistência física. Não à toa, eles são usados até hoje pelos nômades da Sibéria para puxar trenós por grandes distâncias, no meio da neve. Seu histórico fez com que se tornassem muito ligados aos seus tutores, com quem adoram brincar e se exercitar.

  • 05 de 10

    Dálmata

    Dálmata marrom deitado

    Tal como no desenho animado, os Dálmatas da vida real são animais bem agitados. Se você deseja adotar um desses grandalhões, esteja preparado para se exercitar, pois tudo com os Dálmatas é em doses enormes. Se não puderem gastar toda a sua energia, de preferência em espaços abertos, eles podem fazer uma bela bagunça na sua casa.

  • 06 de 10

    Boxer

    Saiba tudo sobre a raça boxer

    Boxers são enormes, fortes e com uma cara um pouco ameaçadora. Mas quem cria essa raça sabe o quanto ela pode ser brincalhona e companheira. Boxers não costumam dar muita bola para o próprio tamanho, sobretudo quando ainda são jovens. Adoram pular em seus tutores e brincar com tudo o que encontram pela frente. Para mantê-los dentro da linha, é recomendável socializá-los desde filhotes e oferecer o espaço de que necessitam para se sentir livres.

  • 07 de 10

    Golden Retriever

    Cachorro Golden Retriever

    O Golden Retriever é conhecido por ser um companheiro para todas as horas. Até debaixo d’água eles se saem bem, já que são excelentes nadadores e adoram água. A raça possui um nível de energia muito alto, que precisa ser gasto de alguma maneira. Apesar disso, podem servir como cães guia, já que têm a paciência necessária para seguir o seu tutor para qualquer parte. O que eles não gostam mesmo é de ficar parados por muito tempo!

  • 08 de 10

    Chihuahua

    Chihuahua branco brincando na grama

    Menor raça do mundo, o Chihuahua é famoso por ser um cão de apartamento ou “de bolsa”. A raça, no entanto, definitivamente não é apenas num bibelô. Possuidores de um gênio forte, os Chihuahuas estão sempre procurando uma aventura, e podem se tornar bem agressivos quando são ameaçados ou contrariados.

  • 09 de 10

    Pastor Australiano

    Um parente próximo do Border Collie, o Pastor Australiano, como o nome indica, era muito usado como cão de pastoreio antigamente. Isso exigia dele muita lealdade e muita energia. Ainda hoje, o Pastor Australiano adora seguir as ordens dos seus donos e precisam de bastante exercício para se sentirem bem.

  • 10 de 10

    West Highland White Terrier

    West Highland White Terrier ao ar livre

    Não se engane com a sua aparência fofinha: o West Highland White Terrier quase nunca está parado e adora explorar o mundo. São cães ideais para quem gosta de uma companhia divertida, mas não têm muito espaço disponível, já que podem se adaptar bem à vida em apartamento. É preciso, no entanto, proporcionar muitos estímulos ao seu Westie, pois eles são cheios de energia.

Controlando o excesso de energia dos cães

Os cães que listamos aqui são cheios de energia para gastar, e isso normalmente está ligado ao passado de cada raça, já que a maioria era usada em atividades como caça e pastoreio, que exigiam deles bastante energia e resistência. Essa característica não deveria ser um problema, já que cães mais ativos também gostam de brincar bastante com os seus tutores.

A agitação do seu pet, entretanto, pode te dar alguma dor de cabeça, sobretudo se você não tiver o tempo e o espaço de que ele necessita para extravasar. Mesmo que você adote uma raça mais agitada, saiba que há formas de mantê-la (mais ou menos) dentro do controle.

Em especial, você deve oferecer um ambiente com muitos estímulos para ele, com muitos brinquedos, por exemplo, deve levá-lo para passear sempre que possível, deve socializá-lo desde filhote para não ficar antissocial e deve oferecer a ele pelo menos um nível básico de adestramento.

Outra medida relativamente simples, que pode tornar o seu cão menos agitado ou, pelo menos, mais paciente, é a castração. Para alguns, ela pode parecer uma crueldade com nossos amigos peludos, mas os especialistas em saúde canina são unânimes em atestar os seus vários benefícios.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *