Weimaraner: você já conhece esse cachorro gigante alemão?

O weimaraner está entre as raças alemãs mais antigas do mundo. Conheça as características, personalidade, cuidados e o preço da raça
weimaraner na grama

O weimaraner é uma das raças alemãs mais antigas de que se tem conhecimento, que surgiu no século XIX em Weimar, na Alemanha. Os primeiros exemplares foram criados pela nobreza, com o objetivo de servirem como cães de caça, principalmente para perseguir animais maiores, como lobos, ursos e veados. Mais tarde também se destacaram pela habilidade com aves.

Para manter a raça pura, foi criado um clube alemão em 1897, onde os exemplares da raça só eram vendidos e trocados entre os membros. Howard Knight foi o primeiro norte-americano a entrar para o clube e demorou anos para conseguir levar o weimaraner para os Estados Unidos. O Weimaraner Club of America foi criado apenas em 1942. Fora da Alemanha, a raça chamou atenção pelo desempenho em competições de obediência.

Acredita-se que o bloodhound seja um ancestral ou parente próximo da raça. Ainda no século XIX, as variações de pelo curto e pelo longo já se separaram, mas a pelagem cinza característica, que o acompanha desde sua origem, não sofreu alterações. Em 1960, a popularidade da raça caiu, mas esse cão voltou a ser procurado nos anos 1990. Já no Brasil, o weimaraner só chegou em 1950.

Características do weimaraner

O weimaraner é considerado um cão de porte gigante, com excepcionais 68 centímetros de altura e peso máximo de até 40 quilos. Ele tem um porte elegante, é um cão forte e musculoso, com patas compridas, cauda longa e orelhas triangulares naturalmente caídas.

A pelagem do weimaraner pode ser curta ou longa, podendo ter ou não subpelo. A pelagem curta é bastante aderente e densa. Já a pelagem longa é macia, lisa ou levemente ondulada, sendo mais vasta na região das orelhas, cauda, pescoço, peito e barriga, dando um aspecto de franjas. A cor é sempre cinza, podendo aparecer em tons prata, corça ou rato. Pode apresentar manchas brancas no peito e nas patas.

Personalidade do weimaraner

Weimaraner de pelo longo

O weimaraner é amigável e adora agradar o tutor, pois é muito apegado à família humana. Apesar de ser originalmente um cão de caça, a domesticação levou embora o instinto de independência. Inteligente, esperto, ativo e sempre dócil, o weimaraner convive bem com crianças, sendo gentil e afetuoso, mas por ser um cão gigante, é recomendada a supervisão.

Com estranhos ele é amigável, a não ser que perceba alguma ameaça. Já na hora de dividir seu território com outros cães, esse peludo pode dar um pouco de trabalho. A socialização deve ser feita desde cedo e a supervisão é indispensável.

O exemplar de weimaraner não se adapta a lares pequenos, pois precisa de espaço para correr e brincar sem limitações. Também não se dá bem passando muito tempo sozinho e, apesar de não ser um cão barulhento, nesses momentos pode chorar, uivar e latir como forma de demonstrar ansiedade e solidão.

Ele também pode desenvolver comportamento destrutivo, por isso, o tutor deve encontrar a medida certa entre o adestramento e companhia, para que ele aprenda as regras e supra essa necessidade afetiva. Além disso, a raça precisa de muito exercício físico, então aumentar a frequência de passeios e atividades pode ajudar.

Nível de atividade do weimaraner

O weimaraner gosta de muitas brincadeiras e atividades, mesmo depois de adulto. Esse gigante demanda, no mínimo, uma hora e meia de atividade física por dia. Ele também é muito curioso e, por gostar de agradar o tutor, se sai bem em provas de agilidade e obediência.

Ele tem muita energia pra gastar, e quando pratica atividades regulares, não fica agitado em casa, sendo um cão bastante tranquilo, de fato. Ele gosta de correr, caçar e se sai bem em diversos esportes, até mesmo na água.

O weimaraner é um cão que aprende com facilidade. A raça ocupa a 21ª posição no ranking de inteligência canina de Stanley Cohen, o que significa que precisa de apenas 5 a 15 repetições para aprender um novo comando. Contudo, ele também pode aprender coisas erradas com facilidade e ser um pouco teimoso, sendo essencial o adestramento desde filhote.

Por ser um cão brincalhão e adorar se divertir, pode ser um pouco desatento nos treinos e o tutor precisa encontrar meios de chamar sua atenção. O adestramento também será útil para corrigir hábitos como cavar e mastigar o que não deve.

Como é a saúde do weimaraner?

A expectativa de vida do weimaraner é de 10 a 13 anos. Os cuidados básicos são manter a regularidade de banhos, escovação semanal dos pelos e, por ter as orelhas caídas, pode sofrer com algumas infecções, sendo necessário sempre manter a higiene nessa região. A escovação dos dentes também evita problemas odontológicos e aparar as unhas mantém o cão e o tutor longe de arranhões, já que esse gigante adora pular e interagir.

Alguns problemas de saúde que o weimaraner pode apresentar, são: problemas ósseos, como displasia de quadril; problemas endócrinos, como adenite sebácea e hipotireoidismo; problemas oftalmológicos, como entrópio; problemas dermatológicos, como descamação da pele; e torção gástrica.

Curiosidades sobre o weimaraner

weimaraner em pé na grama

Pet da Grace Kelly

A atriz, e mais tarde princesa de Mônaco, Grace Kelly, tinha um exemplar de weimaraner. O cão foi um presente de casamento de seu irmão, em 1956.

O modelo de William Wegman

O fotógrafo William Wegman tornou o weimaraner ainda mais famoso após fotografar seu próprio exemplar da raça, conhecido como Man Fay. Após a morte do pet, o artista adotou outro cão da raça, o Fay Ray, que também se tornou seu modelo. Os cães aparecem em poses e modelitos pra lá de divertidos, vale a pena conferir.

Weimaraner na Casa Branca

Durante o mandato presidencial de Dwight D. Eisenhower – entre 1953 e 1961 –, a Casa Branca, nos Estados Unidos, abrigou um weimaraner. A cadela chamada Heidi era o mascote da família e ganhou bastante fama na época.

Weimaraner: preço

O preço do weimaraner varia entre R$800,00 a R$4.000,00, dependendo da linhagem e canil de origem do filhote. Na hora de adquirir a raça, procure um canil seguro e legalizado, e não se esqueça de sempre considerar a adoção.

Comentários