Conheça as 10 melhores raças para cão-guia

Conheça as 10 melhores raças para cão-guia

Separamos uma lista com 10 raças de cachorro que são mais adequadas que outras para ser cão-guia, um trabalho que exige paciência e lealdade

São muitos os exemplos de como os cães fazem a diferença nas nossas vidas. Eles nos protegem, nos dão seu afeto, nos divertem e até nos fazem companhia em situações difíceis. De fato, nenhum outro animal se tornou tão leal ao ser humano como o cachorro.

E uma das funções mais nobres que os nossos amigos peludos costumam desempenhar é a de cão-guia. Deficientes visuais, especialmente, costumam ser os maiores beneficiados por esse tipo de função. Mas algumas raças de cachorro são mais adequadas que outras para ser cão-guia, um trabalho que exige paciência e lealdade para guiar alguém que, muitas das vezes, põe a própria vida na mão (ou na pata) do seu pequeno parceiro.

E é justamente sobre essas raças que nós trataremos nas próximas linhas.

  • 01 de 10

    Labrador

    Labrador deitado na grama

    Quando o assunto é cão-guia, o Labrador Retriever deve obrigatoriamente ser lembrado. Essa adorável raça é conhecida como um companheiro completo. Debaixo de chuva ou de sol, em casa, na praia ou no campo, o seu Labrador vai querer sempre estar ao seu lado. Tamanha disposição física e lealdade aos tutores fazem com que a raça seja uma das preferidas para guiar. E uma qualidade que ajuda muito nessa função é o seu temperamento calmo e sociável.

  • 02 de 10

    Golden Retriever

    Quanto custa um golden retriever

    O Golden Retriever não fica para trás. Aliás, é até um pouco difícil diferenciá-lo do Labrador, já que as duas raças têm inclusive um parentesco bem próximo. Golden Retrievers também são ideais como cães-guia devido ao seu temperamento tranquilo, sua disposição para aventura e sua lealdade.

  • 03 de 10

    Poodle

    Poodle Standard preto

    Poodles têm a fama de serem cachorrinhos de bolsa ou de apartamento, mas a raça na verdade é bem independente e versátil. A variedade gigante, especialmente, pode servir muito bem como cão-guia, já que une a impressionante inteligência da raça com força e resistência física. Além disso, o Poodle Gigante também costuma ter um temperamento mais tranquilo que as variedades menores.

  • 04 de 10

    Border Collie

    Border Collie preto em pé na grama

    O Border Collie é um grande atleta, com mil e uma utilidades. Eles são considerados a raça mais inteligente do mundo, e muito disso se deve à sua habilidade de aprender e obedecer comandos. Hoje em dia, são bastante usados como cães-guia e cães de companhia, mas no passado já foram excelentes pastores de ovelhas e outros animais. São extremamente leais e cheios de energia, e aceitam com prazer a tarefa de guiar o seu tutor pelo mundo.

  • 05 de 10

    Pastor Alemão

    Pastor Alemão deitado na grama

    Talvez você consiga ver o Pastor Alemão apenas como um cão de guarda ou cão-policial, mas a verdade é que ele também reúne as qualidades necessárias para ser um bom cão-guia, e é até bastante usando nessa função.

    O Pastor Alemão possui uma versatilidade impressionante e é difícil achar uma atividade em que ele não se saia bem. São inteligentes, leais e cheios de confiança. Portanto, desde que tenha recebido um adestramento básico, o seu Pastor Alemão não vai te arranjar nenhum problema enquanto te guiar pela cidade, muito pelo contrário.

  • 06 de 10

    Pastor Australiano

    O Pastor Australiano, como o nome indica, já foi muito usado para pastorear animais (mas não na Austrália, e sim nos Estados Unidos). Para exercer essa função, era essencial ser obediente e ter muita energia. E é graças a essas qualidades que os Pastores Australianos podem hoje também ser usados como cães-guia. Como eles são extremamente inteligentes e não são se cansam facilmente, mostrar que caminho seguir para seus tutores é uma tarefa que eles tiram de letra.

  • 07 de 10

    Boxer

    Boxer filhote marrom

    Com essa cara de quem quer receber carinho, o Boxer conquista qualquer um. E eles são realmente companheiros inigualáveis. Apesar de todo o seu tamanho, brincam e são carentes como uma criança. E, na hora de proteger a família, sabem mostrar o seu lado forte e destemido. Por tudo isso, podem servir muito bem como cães-guia.

  • 08 de 10

    Doberman

    Doberman preto

    O Doberman impõe bastante medo na maioria das pessoas, mas a raça normalmente tem um temperamento bem pacífico. Muito inteligentes e atentos, só ligam o sinal de alerta quando enxergam claramente uma situação de perigo. E é por isso que o Doberman também pode se tornar um excelente cão-guia. Mas há um detalhe importante: em alguns estados brasileiros, é obrigatório colocar a focinheira nele quando vocês saírem para passear.

  • 09 de 10

    Pit Bull

    Pit Bull branco e mexericas no chao

    Pit Bulls têm uma reputação muito negativa. A maioria das pessoas simplesmente morre de medo de chegar perto deles, sem saber que a raça na verdade possui um temperamento muito pacífico. O seu passado como cão de briga e todo o seu porte musculoso, de fato, acabaram por construir a imagem de um cão feroz e destruidor, o que não condiz muito com a realidade.

    Tanto que Pit Bulls estão entre os cães preferidos para serem usados como guias. Eles possuem a paciência e a lealdade necessárias para essa função e ainda, quando enxergam algum perigo, podem prontamente proteger o seu tutor. É sempre bom lembrar, no entanto, que em alguns estados brasileiros é obrigatório o uso de focinheira nos Pit Bulls.

  • 10 de 10

    Husky Siberiano

    Husky siberiano cinza

    Os Huskies podem até ter uma cara meio selvagem, mas a verdade é que a raça é extremamente apegada aos seres humanos. Historicamente, eles cumpriram funções que exigiam muita lealdade e determinação, como, por exemplo, puxar trenós em grandes jornadas no meio da neve. Hoje em dia, o Husky Siberiano é umas das raças preferidas para ser cão-guia, justamente devido à forte ligação que constroem com os seus tutores e à sua grande resistência física.

Uma amizade sincera

Cães são realmente companheiros para todos os momentos da vida. E o melhor de tudo: eles são totalmente livres de preconceito. Não importa para eles a cor da pele, a condição física ou mesmo a idade dos seus tutores. Desde que recebam carinho e proteção, eles sempre irão retribuir em dobro.

E é por isso que são tão úteis para nós em várias funções, e ser cão-guia é apenas um exemplo disso. Cachorros também podem ser aproveitados para proteger e vigiar, acompanhar pacientes em terapias, pastorear, ajudar a polícia em operações de patrulha, dentro vários outros exemplos. Porém, talvez a maior contribuição que esses adoráveis seres trazem para nossas vidas seja o seu afeto sincero.