Conheça as raças de cachorro mais perigosas do mundo

Conheça 13 raças que podem se tornar bastante perigosas em situações de perigo, causando um maior estrago quando se tornam agressivas

Entre os motivos para dizer que os cães são nossos melhores amigos, certamente estão o afeto e a alegria que eles podem trazer para nossas vidas. Por outro lado, devemos nos lembrar que os cachorros são animais e possuem instintos, o que significa que nem sempre eles irão se comportar como nós desejamos.

Neste artigo, vamos falar sobre as raças de cachorro mais perigosas do mundo. Elas são consideradas perigosas, não apenas devido ao seu temperamento, mas, principalmente, devido aos danos que podem causar quando se tornam agressivas.

Como você poderá ver, as raças de cachorro mais perigosas do mundo são quase sempre tranquilas e até brincalhonas, especialmente se estão perto dos seus donos. Entretanto, quando enxergam uma ameaça ou quando, infelizmente, não são socializadas corretamente, elas podem se tornar agressivas, e é aí que mora o perigo.

  • 01 de 13

    Pit Bull

    Pitbull preto grade

    O Pit Bull é sempre lembrado quando o assunto são cachorros perigosos. E, de fato, as estatísticas mostram que o Pit Bull pode ser bastante perigoso, já que ele é a raça mais envolvida em acidentes fatais. Por outro lado, todos os donos de Pit Bull são unânimes em dizer que se trata de um cachorro calmo, amigável e até brincalhão.

    O problema é quando os Pit Bulls se tornam agressivos. Devido à grande força física da raça, que é considerada uma das mais fortes do mundo, as consequências de um ataque de Pit Bull podem ser muito graves. É bastante frequente que as vítimas vão a óbito. Entretanto, desde que o Pit Bull seja socializado corretamente e receba um pouco treinamento, o seu temperamento tende a ser pacífico, até mesmo com pessoas estranhas.

  • 02 de 13

    Rottweiler

    Rottweiler alerta pronto

    O Rottweiler é uma das raças mais usadas como cão de guarda. Um bom motivo para isso é o fato de a raça ser considerada de alta periculosidade. Realmente, os Rottweilers são muito fortes e atacam com ferocidade, mas ele certamente não vai usar a sua força contra qualquer um.

    Rottweilers também são ótimos cães de guarda porque são capazes de obedecer os seus donos e de saber exatamente quando atacar. Na maior parte do tempo, o Rottweiler se mantém calmo e gosta de interagir com a família. Mas não se engane, ele está sempre alerta e pode usar sua força quando necessário.

  • 03 de 13

    Doberman

    Tudo sobre Doberman

    O Doberman também é muito usado na proteção e vigilância de casas e de pessoas. Como outras raças presentes nesta lista, o Doberman quase sempre demonstra um temperamento tranquilo e só se mostra agressivo em situações de perigo. E quando isso acontece, temos bons motivos para ficar com medo, já que o Doberman não é apenas muito forte, como também é bastante veloz e resistente.

  • 04 de 13

    Husky Siberiano

    Husky com olho azul e verde

    O Husky Siberiano está entre as raças mais parecidas com lobos. E embora já tenham sido domesticados há bastante tempo, tendo inclusive se tornado muito leais aos seus donos, os Huskies ainda preservam características dos seus antepassados selvagens.

    O Husky Siberiano preserva um instinto de caçador e tende a ver outros animais, especialmente os animais pequenos, como presas em potencial. Isso também pode ser estendido para crianças pequenas, e se você as tem em casa, saiba que o Husky não é uma raça muito recomendada para você.

  • 05 de 13

    Fila Brasileiro

    Fila Brasileiro deitado na grama

    O Fila Brasileiro é uma das duas raças do Brasil que são reconhecidas pelas entidades internacionais de cinofilia. Ele é conhecido por ser um cachorro gigante, mas muito calmo, demonstrando inclusive bastante paciência com crianças pequenas.

    Por outro lado, o Fila Brasileiro é um cachorro com grande instinto de proteção, e mesmo recebendo treinamento ele ainda se mostra muito bravo com estranhos. De todo modo, o Fila Brasileiro é uma boa companhia para a família e ele sempre tentará protegê-la.

  • 06 de 13

    Chow Chow

    Perfil Chow Chow

    À primeira vista, os Chow Chow podem parecer cães muito fofos e até inofensivos. Mas é bom não abusar da sua paciência. A raça é um pouco independente e gosta de ter o seu próprio espaço. Os Chow Chow podem reagir mal a excesso de carinho, especialmente na região do pescoço, sendo a sua mordida é uma das mais fortes do mundo.

  • 07 de 13

    Dogo Argentino

    Dogo Argentino deitado grama

    O Dogo Argentino é resultado do cruzamento de distintas raças, combinadas de modo a dar origem ao perfeito cão de guarda. As suas qualidades para proteção e vigilância, portanto, são muito grandes.

    O Dogo Argentino é forte, veloz, corajoso e está acostumado a enfrentar grandes animais selvagens. Estando mais adaptado a viver em fazendas na sua terra-natal, o Dogo Argentino não é muito recomendado para viver em apartamentos.

  • 08 de 13

    Akita

    Preço Akita Inu folhas

    O Akita é com certeza uma das raças mais leais de cachorro. Ele é muito admirado pelos japoneses, que já puderam testemunhar muitos exemplos de companheirismo do Akita. Por outro lado, o Akita também pode se mostrar bastante reservado, especialmente com estranhos.

    Há duas variedades da raça, o Akita Inu e o Akita Americano. Essa última variedade tem um porte bem maior que a primeira e, por isso, é considerada mais perigosa.

  • 09 de 13

    Boxer

    Boxer latindo com a língua para fora

    O Boxer é conhecido por ser um cachorro ideal para a família, sendo inclusive uma das raças recomendadas para quem tem crianças em casa. Entretanto, o que o Boxer tem de ativo e brincalhão, ele também pode ter de perigoso, mas apenas quando enxerga uma ameaça ou é provocado.

    A raça demonstra grande instinto protetor e está sempre atenta ao que acontece ao seu redor. Por serem cães braquicefálicos, Boxers tendem a sofrer problemas respiratórios, especialmente nos dias mais quentes.

  • 10 de 13

    Malamute do Alasca

    O Malamute do Alasca é bastante parecido com o Husky Siberiano, mas apresenta um porte bem maior. E como você deve imaginar, o estrago que o Malamute pode causar quando se torna agressivo também é maior. Felizmente, ele quase sempre se mostrará calmo e afetivo, especialmente com os seus donos.

  • 11 de 13

    Cane Corso

    cabeça de cane corso

    A aparência robusta do Cane Corso já demonstra que ele é um cachorro potencialmente perigoso. A raça é considerada uma das melhores para ser cão de guarda, devido à sua força física e instinto de proteção. Especula-se que o Cane Corso tenha sido utilizado em batalhas pelos antigos soldados romanos, o que dá uma boa dimensão da sua coragem.

  • 12 de 13

    São Bernardo

    São Bernardo no jardim

    O São Bernardo é conhecido por ser um cachorro de temperamento tranquilo e até mesmo preguiçoso. O São Bernardo, no entanto, possui um porte físico gigante, e é capaz de se mostrar bastante ativo em situações de emergência. Um São Bernardo que não foi socializado corretamente tende a se tornar teimoso e muito agressivo com estranhos.

  • 13 de 13

    Cão-lobo

    O cão-lobo não é exatamente uma raça de cachorro, e tampouco poderia ser considerado um lobo. Este animal, na verdade, é um híbrido das duas espécies, apresentando tanto características de lobo, como características de cachorro doméstico. Muitas pessoas ao redor do mundo criam cães-lobos, e embora eles possa se tornar bons pets, é inegável que o seu comportamento é menos previsível.

Tudo depende da criação

As raças que apresentamos aqui são consideradas perigosas porque causam mais estragos quando são agressivas. Elas, no entanto, podem se mostrar excelentes companhias para a família, desde que sejam criadas da maneira correta.

Lembre-se de socializar o seu cachorro desde que ele seja apenas um filhote, colocando ele em contato com outros animais e com diferentes pessoas. Além disso, evite ser agressivo com o seu pet quando ele fizer algo de errado, porque isso pode apenas piorar o comportamento dele.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *