Tudo sobre a raça Chow Chow

O Chow Chow tem uma aparência muito fofa e é um cão muito leal e protetor de sua família. Conheça mais sobre as suas características, personalidade, cuidados, filhote, preço, história e mais! Confira!
  • Tudo sobre a raça Chow Chow
  • Chow Chow peludo na grama
  • Chow Chow filhote
  • Perfil Chow Chow
  • Chow Chow marrom claro
  • Chow Chow com a língua azul pra fora
  • Chow Chow branco
  • Chow Chow deitado no chão
  • Chow Chow na neve
  • Rosto de um chow chow preto
  • Chow Chow tosado
  • Filhotes de Chow Chow
  • Personalidade do Chow Chow
  • Preço do Chow Chow
  • Temperamento Chow Chow

O Chow Chow é um dos cães mais antigos do mundo, sendo parte da ancestral cultura chinesa. Apesar de sua aparência fofa como um “ursinho de pelúcia”, trata-se de um cão robusto, com um temperamento forte e obstinado, que pode se mostrar teimoso com muita frequência.

O Chow Chow requer cuidados específicos para preservar sua boa saúde e manter um temperamento equilibrado. Por isso, se você está pensando em adotar um novo melhor amigo desta raça, precisa conhecê-lo melhor e saber que a dedicação será muito importante para seu adestramento e socialização.

Índice – você encontrará as seguintes informações nesse artigo:

  1. Ficha técnica do Chow Chow
  2. Características da raça
  3. Características físicas
  4. Personalidade do Chow Chow
  5. Cuidados básicos
  6. Cuidados com a saúde
  7. Quanto custa um Chow Chow?
  8. Dúvidas frequentes sobre a raça
  9. Origem e História

Ficha técnica da raça Chow Chow:

Adaptação
Bom para apartamento
Gosta de ficar sozinho
Gosta de outros cachorros
Gosta de gatos
Gosta de estar com a família
Higiene e saúde
Cuidados com a higiene
Riscos com a saúde
Solta pelos
Tamanho
Treinamento
Fácil de adestrar
Necessidade de exercícios físicos
Late muito
Gosta de brincadeiras
Características da raça:

Grupo: Grupo dos Não Esportistas
Altura média: 46 a 51 cm para fêmeas e 48 a 56 cm para machos
Peso: 20 a 27 kg para fêmeas e 25 a 32 kg para machos
Personalidade: Tranquilo, Leal, Independente, Reservado
Expectativa de vida: 9 a 15 anos

Características físicas do Chow Chow

Provavelmente, ao pensar na aparência de um Chow Chow, você lembrará rapidamente da língua azul e da abundante “juba” que emoldura seu rosto. De fato, a língua azul, que também pode ser roxa ou negra, é uma das características mais peculiares e típicas desta raça. Porém, segundo a FCI – Federação Cinológica Internacional – são aceitas 2 variedades de Chow Chow: os de pelo longo e os de pelo curto.

O Chow Chow é um cão forte, de corpo rústico, musculoso e compacto. Seu dorso é curto e reto, estando unido à cabeça por um pescoço grosso e musculoso. Possui orelhas pequenas e triangulares, que sempre estão bem erguidas. O focinho é largo e pronunciado, com uma potente mandíbula, e terminado em um nariz preto de tamanho médio.

Sua cabeça pode parecer muito grande, mas na verdade esta é apenas a impressão gerada pela abundante camada de pelos que reveste toda extensão de seu crânio e de seu corpo, dando a impressão de uma juba. Na verdade, o Chow Chow tem ótimas proporções corporais, o que lhe permitia conservar calor e concentrar muita força num corpo compacto.

A seguir, resumimos as principais características físicas desta raça:

  • Altura: entre 42 cm e 48 cm para fêmeas; entre 43 cm e 50 cm para machos.
  • Peso corporal: 20kg a 32kg.
  • Contextura física: corpo compacto e robusto, coberto por abundante pelagem, com patas fortes e bem proporcionadas.
  • Pelagem: são aceitas as variedades de pelo longo e de pelo curto. Ambos apresentam uma pelagem  abundante e espessa, sendo composta, ideal para climas frios ou temperados.
  • Cores de pelagem: preto, creme, azul, vermelho ou canela, e cinza. A pelagem deve sempre uniforme, qualquer mancha é considerada um desvio de padrão na raça.
  • Cabeça: rústica; orelhas pequenas e triangulares, sempre bem erguidas; focinho largo e pronunciado em relação à linha do crânio; expressões faciais sérias e seguras.
  • Olhos: escuros, ovais e bem delineados.
  • Focinho: preto, de tamanho médio.
  • Rabo: de inserção alta e coberta por abundante pelagem, está sempre dobrada sobre o dorso do cão.

Personalidade e temperamento do Chow Chow

Apesar de seu aspecto fofão, ao melhor estilo “Rei Leão”, esta raça é uma autêntica herdeira dos lobos asiáticos. Mesmo que isso negue seu aspecto encantador, o Chow Chow está longe de ser um cãozinho de colo.

O Chow Chow é um típico cão de guarda e caça, que ainda conserva certa rusticidade característica dos cães antigos. Seu caráter é naturalmente forte, confiante, territorial e um pouco tímido. Porém, o verdadeiro comportamento de cada Chow Chow dependerá fundamentalmente da educação e do ambiente que lhe são proporcionados.

São cães independentes e seguros de si mesmo, sendo capazes de tomar decisões por conta própria e rejeitar autoridade facilmente. Além disso, valorizam sua sensação de liberdade e podem se mostrar muito teimosos na hora de aprender novas tarefas ou normas. Obviamente, isso não significa que um Chow Chow não possa demonstrar afeto ou ser bem educado. Na verdade, estes cães são extremamente leais aos seus tutores e estarão sempre preparados para defender sua família.

Também não se assuste se seu Chow Chow se mostrar muito desconfiado ou mais sério que o normal se algum estranho entrar em seu ambiente. Como são exímios guardiães, devem permanecer constantemente alertas para os estímulos desconhecidos. Com a devida socialização, seu cachorro poderá se relacionar pacificamente com outras pessoas ou animais.

Cuidados de um Chow Chow

Como te contamos ao início deste artigo, o Chow Chow requer uma atenção especial para sua socialização, já que se trata de um cão dominante e territorial. Este cão precisa ser socializado desde filhote, preferencialmente antes de seus primeiros 5 meses de vida, para aprender a se relacionar com pessoas, cães, gatos, e até com seus próprios brinquedos. Desta forma, evitamos certas condutas possessivas ou super protetoras que podem ser muito perigosas em um cão forte e poderoso como o Chow Chow.

Além disso, queremos te alertar sobre a importância de adestrar seu companheiro também desde sua infância. Por ser um cão independente e obstinado, o Chow Chow pode rejeitar autoridade facilmente. Estes peludos precisam ser educados positivamente por um tutor experiente, com paciência, habilidade e firmeza, para reconhecer seus proprietários como líderes da família e respeitar as normas da casa. Caso contrário, seu Chow Chow poderá se tornar um verdadeiro “cabeça dura”, que tenta sempre impor sua própria vontade.

Outro cuidado fundamental para seu Chow Chow consiste em preservar a higiene e a beleza de sua pelagem. Deve receber de 3 a 4 escovações semanais para eliminar o pelo morto e as impurezas, além de evitar a formação de nós. Como são originários de climas frios, precisam de banhos somente a cada 2 meses. O excesso de banhos remove a oleosidade natural que reveste e protege o corpo destes cães, prejudicando sua saúde.

Mesmo não sendo um cão muito ativo, o Chow Chow deve realizar atividade física de forma regular para evitar o sobrepeso e combater os sintomas de doenças degenerativas, como displasia de quadril e de cotovelo. Com 1 ou 2 passeios diários, de 20 a 30 minutos cada, você poderá suprir facilmente a necessidade de exercícios de seu cãozinho.

Não devemos esquecer que o Chow Chow, assim como todos os cães, necessita de uma nutrição equilibrada para se manter forte e saudável. Devemos escolher uma ração de boa qualidade e oferecer a quantidade adequada, de acordo com seu tamanho, peso e idade. Além disso, é uma boa ideia consultar seu veterinário sobre suplementos naturais que ajudem a fortalecer seus ossos e articulações.

Saúde do Chow Chow

É um cão extremamente forte e saudável, tendo herdado a resistência típica das raças ancestrais. Lembremos que, em tempos remotos, só conseguiam sobreviver as espécies mais fortes e melhor adaptadas às condições inóspitas. O Chow Chow possui uma expectativa de vida entre 9 e 15 anos, podendo variar segundo o estilo de vida que leva cada cão.

Com uma alimentação equilibrada, atividade física regular e cuidados diários, um Chow Chow dificilmente adoecerá.  Porém, com o passar dos anos, estes cães revelam uma predisposição genética a desenvolver doenças degenerativas, como a displasia de quadril e de cotovelo.

Com menor frequência, um Chow Chow pode desenvolver os seguintes quadros clínicos:

  • Entropia
  • Catarata
  • Luxação de patela
  • Torção gástrica
  • Alongamento do palato
  • Hipoplasia renal
  • Distiquíase

Como sempre lembramos, o Chow Chow, assim como todo cão, precisa e merece receber uma adequada medicina preventiva para preservar sua saúde. Para cuidar bem de seu animal, realize visitas periódicas ao veterinário a cada 6 meses, respeite seu calendário de vacinação  e os tratamentos antiparasitários internos (vermífugos) e externos (pipetas, comprimidos mastigáveis, etc.).

Filhotes e preço

O investimento para adquirir um belo e peludo filhote de Chow Chow varia de acordo com sua linhagem e com o canil de origem. Para te dar uma ideia, o valor estimativo de um filhote de Chow Chow pode ir desde R$ 2.500,00 até R$ 5.000,00.

Lembre-se que não se recomenda adquirir filhotes diretamente com particulares, em pet shops ou na internet. E uma última dica: você sabia que existem inúmeros cães lindíssimos, de todos os tamanhos e aspectos, esperando por uma 2ª oportunidade de receber o carinho de uma família? Adotar é um ato de amor e todo cão, seja mestiço ou de raça definida, pode aprender e brindar afeto incondicional a seus entes queridos.

Dúvidas frequentes sobre a raça

  1. Por que o Chow Chow tem a língua azul?

    Na verdade, esta é uma questão ainda meio misteriosa. Existem muitas explicações, algumas científicas e outras mais mitológicas, sobre o porquê de alguns cães terem a língua e as gengivas azuis ou roxas.

    Os especialistas afirmam que a coloração azulada da língua do Chow Chow se deve a uma rara mutação genética que ocorreu naturalmente em algum momento da história destes cães. Porém, não se sabe se esta alteração apareceu como uma capacidade adaptativa ou se foi simplesmente acidental.

    Já a mitologia chinesa afirma que o Chow Chow seria um “cão dragão” que odiava as noites e amava os dias. Certa madrugada, cansado da escuridão, o Chow Chow resolveu lamber todo o céu escuro, para que fosse dia para sempre. Sua atitude teria enfurecido os deuses, que decidiram castigá-lo deixando sua língua azul ou negra como a escuridão. Desta maneira, o Chow Chow teria que lembrar eternamente sua vergonha ao carregá-la em sua face.

  2. O Chow Chow é um bom cão para crianças?

    Não exatamente… Embora podemos encontrar alguns Chow Chow vivendo tranquilamente com crianças, esta raça costuma ser tímida e pouco paciente. Geralmente, preferem ficar tranquilos e desfrutar da calmaria de seu entorno. Uma criança, com sua inesgotável energia e vontade de brincar, podem irritar ou assustar estes peludos. E ao se sentir ameaçado ou incomodado, o Chow Chow pode reagir negativamente.

  3. O Chow Chow é um bom cachorro para apartamento?

    Sim! Apesar de seu tamanho e sua robustez, o Chow Chow se adapta muito bem aos apartamentos. São cães mais passivos e menos agitados que a grande maioria das raças. Além disso, sua independência natural faz com que não sofram de ansiedade ou tristeza durante a ausência de seus tutores. Se você passa muito tempo trabalhando fora de casa, seu cão poderá te esperar tranquilamente, sem causar qualquer dano ao seu lar.

  4. Um Chow Chow pode conviver com outros cães ou gatos?

    O Chow Chow é um cão dominante, com um importante sentido territorial. Não é exatamente a melhor raça para conviver com outros animais, e costumam preferir a solidão ao excesso de companhia. Porém, um cachorro dessa raça pode aprender a conviver pacificamente com outros cães ou gatos, sempre que for socializado corretamente durante sua infância, entre seus 3 e 6 meses de vida.

Origens e história do Chow Chow

Os Chow Chow são originários da China, e estão entre as raças mais antigas do mundo. Atualmente, se supõe que estes cães já estavam presentes no território chinês durante o século III a.C. No entanto, a raça só foi introduzida na cultura ocidental nos anos 1700, quando as importações chinesas começaram a desembarcar nos portos ingleses. Só foi reconhecido como raça pelo ACK no ano 1903.

Em seu país de origem, foram historicamente utilizados para proteger os templos sagrados, bem como casas e campos férteis. Também acompanhavam seus tutores em suas jornadas de caça, garantindo uma melhor eficiência. Infelizmente, quando fazia muito frio e o alimento escasseava, sua carne também serviu de alimento, bem como sua pele de abrigo.

Apesar de ter sido muito popular na cultura chinesa desde seu nascimento, o Chow Chow só ganhou popularidade nos países ocidentais no século XX. A partir da década de 60, começou a ser adotado como um cão de companhia no continente americano. Hoje em dia, podemos ver estes cachorros passeando pelas ruas de quase todos os países, afirmando-se como uma raça internacionalmente famosa.