10 raças de cachorros bravos

Essas são as 10 raças de cachorro mais bravas que são conhecidas por seus temperamentos agressivos incluindo os atos de latir, rosnar ou morder. Confira!

Neste artigo, vamos apresentar a você uma lista com 10 raças de cachorro consideradas muito bravas, com um foco especial em raças muito criadas no Brasil.

As raças nessa lista não são aquelas de cachorros que estão sempre bravos e agressivos (e se um cão estiver sempre agressivo é porque algo de muito errado está acontecendo com ele). São, na verdade, raças com um grande potencial de intimidar e produzir ataques ferozes, às vezes até fatais. Vamos a eles.

Raças de cachorros mais bravas

  1. Pit Bull
  2. Rottweiler
  3. Pastor Alemão
  4. Chow Chow
  5. Doberman
  6. Chihuahua
  7. Husky Siberiano
  8. Dogo Argentino
  9. Dogo Canário
  10. Fila
  • 01 de 10

    Pit Bull

    Personalidade do Pitbull

    Pit Bulls têm uma grande fama de bravos. E não é à toa: os seus ataques costumam ser muito ferozes, com grande ocorrência de vítimas fatais. Mas eles não são, em geral, muito mais agressivos que outras raças.

    Pit Bulls podem, na verdade, ser muito dóceis e companheiros com seus donos e conhecidos. O maior problema é quando são criados justamente para serem agressivos e violentos, o que não é recomendado de forma alguma.

  • 02 de 10

    Rottweiler

    Rottweiler alerta pronto

    Os Rottweiler são outra raça bem conhecida como brava. A sua cara de bravo, sua musculatura forte e seu instinto de vigilância podem intimidar bastante quem os vê de longe. Mas no convívio diário com as pessoas que conhecem podem ser animais muito pacíficos e até cachorros bem carinhosos.

    Eles são animais muito autoconfiantes, que não atacam por qualquer motivo. Porém, quando vão para cima de um alvo, o seu poder de destruição é enorme.

  • 03 de 10

    Pastor Alemão

    Preço Pastor Alemão

    O Pastor Alemão é uma raça muito usada para proteção e vigilância. São animais com uma grande versatilidade, que unem força física com agilidade e inteligência. Isso os torna, aliás, uma das raças preferidas para operações policiais.

    Como todas as outras raças aqui, se não forem criados de forma adequada, podem se tornar animais muito agressivos. A mordida de um Pastor Alemão costuma ser certeira e muito forte.

  • 04 de 10

    Chow Chow

    Perfil Chow Chow

    Os Chow Chow são uma raça com aparência cativante. Seu pelo volumoso e sua “juba de leão” fazem qualquer um ter vontade de abraçá-los. Mas é preciso ter cuidado: os Chow Chow não gostam muito de ser apertados e costumam reagir energicamente quando pressentem uma ameaça.

    Apesar do comportamento quase sempre pacífico, essa raça de origem chinesa pode ficar bem agressiva em situações de perigo, quando usa toda sua força física a seu favor.

  • 05 de 10

    Doberman

    Doberman deitado na grama

    Os Doberman são caçadores natos. A raça foi desenvolvida especialmente para vigilância, e possui grande força física e resistência. Numa perseguição, podem atingir grandes velocidades e não se cansam facilmente.

  • 06 de 10

    Chihuahua

    Chihuahua bravo

    Engana-se quem acha que tamanho é documento. Os cães da raça Chihuahua são considerados um dos cachorros mais bravos do mundo devido ao seu temperamento e comportamento.

    Mesmo sendo cachorros pequenos, eles podem ser cães bem bravos, mas devido ao seu tamanho, não costumam causar muitos estragos.

  • 07 de 10

    Husky Siberiano

    Husky siberiano cinza

    Huskys Siberianos não têm apenas uma cara de lobo. Eles também são cães que adoram uivar e se aventurar por aí, tal como seus antepassados. Devido à sua teimosia, os animais dessa raça podem ser bem difíceis de treinar e podem desobedecer as ordens de seus tutores de vez em quando. O seu instinto caçador faz com que eles não tenham medo de atacar uma possível ameaça.

  • 08 de 10

    Dogo Argentino

    Dogo Argentino em pé

    O Dogo Argentino lembra bastante o Pit Bull e costuma ser confundido com essa raça. Eles também são bastante fortes e, em situações que consideram perigosas, podem ser bravos e agressivos. Especialmente os machos costumam ser bem territorialistas, ainda mais se houver fêmeas por perto.

    O Dogo Argentino precisa de certo pulso firme por parte de seus tutores para não sair da linha.

  • 09 de 10

    Dogo Canário

    O Dogo Canário é uma raça de origem espanhola, muito usada na proteção de propriedades rurais. Como todos os outros cães nessa lista, costumam ser bem pacíficos com os seus donos, mas implacáveis com os estranhos. Possuem uma musculatura muito forte, uma mordia potente e uma aparência ameaçadora.

  • 10 de 10

    Fila

    Tudo sobre a raça Fila Brasileiro

    O Fila é uma raça muito querida dos brasileiros. São famosos pelo seu jeito (quase sempre) pacato e companheiro. Podem ser, inclusive, excelentes companhias para crianças, que adoram brincar com eles. Mas os Filas também podem ser bem teimosos, e o seu grande porte e forte instinto de proteção podem levar a que alguns acidentes aconteçam.

Como a lista de cachorros mais bravos foi feita

Um cachorro bravo é aquele que pode ter comportamento agressivo com uma pessoa ou com outro animal. Esse comportamento inclui latir, morder, atacar, rosnar, dentre outros.

Os motivos para esses comportamentos podem estar ligados a territorialismo, proteção, medo ou ansiedade.

Por que os cães ficam bravos?

Muitos cães preservam um instinto de caçador e têm uma força física invejável. Enquanto essas qualidades podem ser ideais para um cão ser usado na proteção de um lar e utilizado como um cão de guarda, elas também podem ser motivo para se tomar cuidado com um cachorro que “sai do controle”.

Cães podem ser muito bravos, e não é baixo o número de ataques a humanos, inclusive envolvendo pessoas conhecidas pelos animais. Raças como Rotweiller e Pit Bull podem em geral ser pacíficas e obedientes, mas é quando enxergam uma ameaça que o seu potencial de destruição se revela, e acidentes muito graves podem vir a ocorrer.

É importante, no entanto, destacar que mesmo cães de raças pequenas podem ser agressivos e desobedientes. O comportamento que cada cão apresenta não depende apenas da raça à qual ele pertence. Também influenciam o modo como ele é criado, se foi socializado quando filhote ou não, se recebeu adestramento adequado ou não.

O adestramento através de reforço positivo talvez seja o recurso mais eficiente para fazer com que cães de raças consideradas perigosas, como os Pit Bulls, possam ser companheiros dóceis e obedientes na maioria das situações.

Cachorros bravos são diferentes de cachorros agressivos

As raças que apresentamos aqui costumam ter uma imagem ameaçadora. Elas, de fato, podem intimidar bastante quando se tornam agressivas. Mas essa agressividade, geralmente, é pontual e é direcionada para pessoas estranhas ou para aquilo que o cachorro interprete como uma ameaça.

Não por acaso, muitas dessas raças são usadas como cães de guarda. Elas possuem a força física, o instinto de vigilância e o desejo de proteger a sua família, características essenciais para essa função.

Um cão que esteja sempre agressivo é um cão que está sofrendo, e isso precisa ser corrigido. Além disso, se um cachorro direciona a sua raiva para qualquer coisa, a possibilidade de acontecer um acidente é muito grande.

Dar carinho e atenção para o seu pet não apenas proporciona bem-estar para ele, como também reforça os elos emocionais e o desejo que ele tem de te proteger.

Veja também: Nomes para cachorro bravo

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *