As 10 Raças de Cachorro mais Fortes do Mundo

Conheça as 10 raças de cachorros mais fortes do mundo, conhecidos por suas grandes forças físicas e por atuarem em funções que exigem uma forte musculatura.

Dois cachorros fortes segurados pela coleira e uma mulher

As raças de cachorros mais fortes do mundo muitas vezes se destacam não apenas por sua aparência imponente, mas também por sua força física, resistência e habilidades específicas. Estas raças foram desenvolvidas ao longo do tempo para desempenhar funções diversas, incluindo guarda, pastoreio, trabalho agrícola e até mesmo como cães de tração.

Embora a força de um cachorro possa variar individualmente, algumas raças se destacam por sua robustez e capacidade de lidar com tarefas exigentes. Vale ressaltar que, além da força física, fatores como treinamento, socialização e cuidados desempenham papéis cruciais no desenvolvimento e comportamento desses cães.

Abaixo você poderá conferir as 10 raças de cachorros mais fortes do mundo, com raças muito conhecidas pelos brasileiros e outras nem tanto. O que todas elas tem em comum é uma força física impressionante, que, felizmente, é quase sempre usada para proteger a nós, os humanos.

10 de 10

Husky Siberiano

As 9 melhores rações para Husky Siberiano

O husky siberiano já está acostumado a puxar trenós sob condições extremas nos confins da Sibéria. Não é de se admirar, portanto, que a raça possua grande força física.

Os huskyes possuem um perfil mais selvagem de cachorro e se parecem muito com lobos, apesar de a raça ser muito apegada aos humanos.

Eles inclusive têm o hábito de uivar, e preferem viver em espaços mais abertos.


09 de 10

Dogue Alemão

dogue alemão preto deitado

O dogue alemão também não é uma raça muito conhecida no Brasil, mas merece com certeza estar nesta lista. Muitos o consideram o maior cão do mundo, e não é raro encontrar um animal da raça que fique mais alto que o seu dono quando em pé.

O dogue alemão era usado na caça de grandes predadores, incluindo o javali.

Hoje em dia, ele também útil na proteção pessoal e dos lares. Por outro lado, o temperamento do dogue alemão é em geral bastante dócil e gentil.


08 de 10

Chow-chow

As 9 melhores rações para chow-chow

chow-chow é uma raça de cães chineses que tem se tornado popular no Brasil. Sua pelagem volumosa esconde um corpo forte, que é capaz de muitas façanhas.

Apesar da aparência fofa e do temperamento tranquilo, não é bom abusar muito da paciência do chow-chow. Ele não é muito de receber carinho, especialmente na região do pescoço.

O chow-chow, inclusive, é conhecido por ter uma das mordidas mais fortes do mundo.


07 de 10

Kangal

Kangal deitado jardim

O kangal é uma raça de cachorro pouco conhecida aqui no Brasil, mas é unanimidade quando o assunto é cachorro forte.

O kangal é um gigante turco que facilmente ultrapassa os 80 cm de altura (no caso dos machos), podendo ser maior que o próprio dono, quando em pé.

Ele possui um passado longo e cheio de aventuras. Eles são usados há séculos como cães de pastoreio nas montanhas da Anatólia, tendo desenvolvido uma coragem e uma lealdade impressionantes. Normalmente tranquilo, o kangal não é do tipo que gosta de ficar no colo, preferindo curtir o seu próprio espaço.


06 de 10

Doberman

doberman marrom

doberman é outra raça muito utilizada como cão de guarda. E para isso, evidentemente, não basta a sua grande força física. O doberman também possui grande inteligência e capacidade de observação, sendo normalmente muito tranquilo e atacando somente quando tem certeza de que há uma ameaça por perto.

Por incrível que pareça, o Doberman é um parente próximo do pequeno pinscher, que até compartilha com ele algumas qualidades, mas que, obviamente, não é tão forte quanto o primo maior.


05 de 10

São-bernardo

são bernardo

são-bernardo tem a fama de bagunceiro, graças ao personagem Beethoven, que vivia aprontando e testando a paciência dos seus donos. A raça, na vida real, talvez não seja tão destruidora como o cachorro dos cinemas, mas possui uma força igualmente impressionante, capaz de causar grandes estragos.

O são-bernardo se originou nos Alpes Suíços, tendo se adaptado muito bem a baixas temperaturas. Eles acompanhavam e serviam proteção aos viajantes que passavam pela região e eram muito úteis no resgate de pessoas na neve.


04 de 10

Pastor Alemão

pastor alemão bravo

pastor alemão possui tantos atributos, que a sua força física da raça pode passar despercebida. Ele é útil aos humanos em diversas funções, desde a vigilância de casas até como cão policial e equipes de resgate.

O pastor alemão surgiu no século XIX e acredita-se que tenha um parentesco bem próximo aos lobos. Isso talvez explique as muitas aptidões da raça e também a sua grande força física.


03 de 10

Rottweiler

rottweiler na grama

rottweiler está entre as raças mais usadas como cães de guarda, exatamente pelo fato de ele ser muito forte. A raça possui um perfil nobre e uma musculatura bem desenvolvida, além de ser muito uma raça de cachorro inteligente e observadora.

No passado, os rottweilers eram usados na segurança de viajantes, no transporte de mercadorias e também no pastoreio.

A raça até hoje possui algumas características das antigas funções que desempenhava, como o interessante hábito de esbarrar nas coisas. Esse é um dos motivos pelos quais Rottweiler não são recomendados para lares com crianças pequenas.


02 de 10

Pit Bull

Cachorro pit bull comendo melancia

É quase certo que você pensou que o pit bull estaria nesta lista. E, de fato, é impossível não citar esta raça como uma das mais fortes do mundo. O pit bull é resultado do cruzamento de antigas raças de cães de briga e já foi muito usado para esta função.

Felizmente, hoje o padrão da raça é mais tranquilo, algo que todo criador pode facilmente perceber. Apesar da musculatura impressionante e da cara um pouco assustadora, o pit bull possui um temperamento muito tranquilo e mesmo dócil.

Por isso, muitos especialistas inclusive não recomendam que a raça seja utilizada como cão de guarda.


01 de 10

Dogo Argentino

dogo argentino deitado

dogo argentino costuma enfrentar predadores imensos e ferozes, como onças e javalis. Não é de admirar, portanto, que a raça esteja entre as mais fortes do mundo.

O dogo argentino foi desenvolvido no início do século a partir do cruzamento de diversas espécies, tendo cada uma contribuído com uma característica. O objetivo era criar o perfeito cão de guarda, algo que talvez tenha sido alcançado.

O dogo argentino está acostumado a viver em espaços bem abertos, como as fazendas das planícies argentinas. Logo, não é recomendado criá-lo em apartamentos ou outros ambientes mais fechados.


Fortes e protetores

A força, quando usada para propósitos ruins, pode causar grandes prejuízos. Felizmente, as raças que nós listamos aqui se notabilizaram por proteger os seres humanos e os seus lares, sendo que, inclusive, muitas delas são ideais como cães de guarda.

Lembre-se de que todo cão, seja mais ou menos forte, necessita do amor e do cuidado dos seus donos, e é justamente a forma como os pets são criados que determina o seu comportamento.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe com os seus amigos nas redes sociais.

Comentários