Tudo sobre a raça Fila Brasileiro

Conheça os detalhes do Fila Brasileiro, raça de cachorro criada no Brasil. Saiba sobre sua personalidade, temperamento, cuidados, problemas de saúde, imagens, filhotes e muito mais. Clique!
  • Tudo sobre a raça Fila Brasileiro
  • Preço Fila Brasileiro
  • Fila Brasileiro
  • Fila Brasileiro preto deitado
  • Fila Brasileiro em pé na grama
  • Fila Brasileiro deitado
  • Características do Fila Brasileiro
  • Fila Brasileiro deitado na grama
  • Rosto Fila Brasileiro
  • Dois filhotes de Fila Brasileiro
  • Fila Brasileiro tigrado
  • Fila Brasileiro marrom
  • Filhote de Fila Brasileiro

O Fila Brasileiro é a raça originaria de nosso país mais conhecida internacionalmente, embora o Fox Paulistinha também tenha ganhado enorme popularidade nas últimas décadas. Trata-se de um cão grande, forte e poderoso, dono de um caráter complexo que requer muita atenção para sua correta educação e socialização.

Ser tutor de um Fila Brasileiro pode ser um desafio constante, porém estes cães são capazes de recompensar a dedicação de seus tutores com afeto, lealdade e instinto protetor. Para saber mais sobre esta genial raça genuinamente brasileira, te propomos conhecer suas principais características físicas e comportamentais, além dos cuidados que um Fila Brasileiro necessita para ter uma vida ativa, saudável e feliz.

Índice – você encontrará as seguintes informações nesse artigo:

  1. Ficha técnica do Fila Brasileiro
  2. Características da raça
  3. Personalidade do Fila
  4. Como cuidar de um Fila Brasileiro
  5. Características físicas
  6. Possíveis problemas de saúde de um Fila
  7. Filhote de Fila Brasileiro
  8. Qual é o preço de Fila Brasileiro?
  9. Dúvidas sobre a raça
  10. História e Origem do Fila

Ficha técnica da raça Fila Brasileiro:

Adaptação
Bom para apartamento
Gosta de ficar sozinho
Gosta de outros cachorros
Gosta de gatos
Gosta de estar com a família
Higiene e saúde
Cuidados com a higiene
Riscos com a saúde
Solta pelos
Tamanho
Treinamento
Fácil de adestrar
Necessidade de exercícios físicos
Late muito
Gosta de brincadeiras
Características da raça:

Grupo: Grupo dos Trabalhadores
Altura média: 60 cm a 70 cm para fêmeas e 65 cm a 75 cm para machos
Peso: 57 a 73 kg para fêmeas e 64 a 82 kg para machos
Personalidade: Leal, amoroso, paciente, astuto, desconfiado
Expectativa de vida: 9 a 11 anos

Personalidade e temperamento do Fila Brasileiro

O Fila Brasileiro é dono de uma personalidade forte e um temperamento complexo. Por um lado, é um cão extremamente leal, amoroso e dedicado aos seus familiares, que também se mostra muito paciente com crianças. Porém, costuma ser reservado, arisco e bastante desconfiado na presença de estranhos. Se um Fila não é bem educado e socializado desde filhote, pode inclusive se mostrar agressivo com pessoas e animais desconhecidos que ingressam em seu território.

Os tutores de um Fila Brasileiro devem entender que estão diante de um cão extremamente forte e com um importante instinto territorial. Mesmo que seu Fila se mostre um doce de cachorro no dia a dia, sua essência é de um cão de guarda. Ele é extremamente protetor e não duvidará em atacar se sentir que um estranho ameaça sua casa ou sua família. Para evitar qualquer acidente durante os passeios ou ao receber visitas na casa, você precisará se dedicar à socialização e ao adestramento de seu Fila desde seus primeiros meses de vida.

Fila Brasileiro cinza sentado
Os Filas Brasileiros são cães corajosos e determinados.

Indiscutivelmente, os Filas Brasileiros são cães corajosos e determinados, mas podem se mostrar um pouco teimosos na hora de aprender. Isso não significa que sejam menos inteligentes que outras raças. Muito pelo contrário: os Filas são muito perspicazes e costumam aprender facilmente quando são bem estimulados. Apenas precisam de um pouco mais de tempo e da persistência de seus tutores para compreender as tarefas e normas que lhe são ensinadas. Com reforço positivo e paciência, seu Fila mostrará todo seu potencial cognitivo, social e emocional.

Como cuidar de um Fila Brasileiro

O cuidado mais essencial com um Fila Brasileiro diz respeito à sua educação e socialização. Ainda que todo cão deva ser socializado e adestrado desde filhote, o temperamento do Fila faz com que estes sejam cuidados essenciais para sua saúde e para a tranqüilidade e segurança de seus donos. Por isso, é indispensável começar a socializar seu Fila desde filhote para ensiná-lo a conviver com animais e pessoas desconhecidas. Além disso, o adestramento será o melhor exercício para manter seu Fila fisicamente e mentalmente estimulado, além de permitir ensinar as normas da casa de forma positiva.

Apesar de não ser um cão extremamente ativo, o Fila precisa realizar atividade física diariamente para controlar seu peso e manter um comportamento equilibrado. Um cão forte e poderoso, quando submetido ao sedentarismo, ao tédio ou ao stress, pode se tornar uma ameaça para si mesmo e para seus familiares. Por isso, recomendamos levar seu Fila para passear 2 vezes por dia, proporcionando, pelo menos, 40 minutos diários de exercícios. O ideal é intercalar a caminhada com exercícios mais intensos, como subir e descer rampas, corridas ou trotes. Você também pode iniciar seu Fila em algum esporte, como o Agility ou o Mushing, que permitem gastar calorias, liberar tensão e aumentar a resistência física.

Quanto à higiene, o Fila Brasileiro requer cuidados bastante simples e não precisa ir ao cabeleireiro canino. Com 1 ou 2 escovações semanais, você conseguirá manter sua pelagem limpa e bela, eliminando os pelos mortos e as impurezas. Os banhos devem ser dados apenas quando sejam realmente necessários e o cão esteja sujo. Não devemos exagerar nos banhos para evitar remover a camada oleosa que reveste e protege naturalmente todo seu corpo.

Todos os cachorros necessitam de uma nutrição equilibrada e de excelente qualidade para preservar sua força, saúde e alegria. Lembre-se de escolher uma ração de excelente qualidade como base da dieta de seu Fila, e sempre respeite as porções adequadas ao seu tamanho, peso e idade. Não exagere nos petiscos, pois o Fila tem muita predisposição à obesidade. Também é interessante conversar com seu veterinário sobre suplementos naturais e vitaminas que ajudem a fortalecer as articulações e os ossos de seu melhor amigo, para melhorar sua resistência física e prevenir doenças degenerativas.

Características físicas do Fila Brasileiro

A constituição física do Fila Brasileiro já revela, à primeira vista, um cão robusto e imponente, com uma privilegiada massa muscular. Seu corpo é retangular (mais comprido que alto) e levemente inclinado, já que a porção traseira é um pouco mais alta que a região dos ombros. Uma característica muito chamativa desta raça é a pele grossa e “solta” (pouco aderida ao corpo), que dá a impressão que o Fila tem muitas “papadas”.

O corpo robusto do Fila Brasileiro está coberto, em toda sua extensão, por uma pelagem densa formada por pelos curtos, lisos e suaves. O padrão da raça aceita exemplares uniformes de quase todas as cores, com exceção de branco, azul e cinza.

Fila Brasileiro sentado
Fila Brasileiro sentado no sofá de casa

A cabeça dos Filas é proporcional em comparação ao tamanho do corpo, possui um focinho largo, forte e bem pronunciado em relação à linha do crânio. As orelhas são grandes e grossas, com forma de “V” e estão sempre caídas e nunca eretas. Os olhos são amendoados e bem separados entre si, podendo apresentar diversas colorações desde amarelo ou mel até castanho escuro.

O Fila é um dos poucos cães que caminha movendo a pata dianteira e traseira do mesmo lado, simultaneamente. Esta peculiar forma de caminhar, conhecida popularmente como andar de camelo, é uma das características mais distintivas desta raça.

A seguir, resumimos as principais características físicas do Fila Brasileiro:

  • Tamanho: 65 cm a 75 cm para machos; 60 cm a 70 cm para fêmeas;
  • Peso corporal: de 40 kg a 80 kg;
  • Contextura física: corpo retangular, rústico e musculoso, coberto por uma pele grossa e “solta” (aspecto de “papadas”), e pelagem densa. Peito profundo, dorso forte e inclinado, com patas altas e musculosas;
  • Pelagem: formada 1 única capa de pelos curtos, lisos e suaves;
  • Cores de pelagem: são aceitas pelagens tigradas e uniformes em quase todas as cores, com exceção de branco, azul e cinza. Os exemplares com manchas brancas nas patas, no peito e na ponta do rabo também são aceitos. Porém, os cães com manchas no corpo ou bicolores em preto e fogo não fazem parte do padrão;
  • Cabeça: larga e robusta; orelhas grandes e caídas, com forma de “V”; focinho largo bem pronunciado em relação à linha do crânio; expressões faciais seguras e imponentes;
  • Olhos: grandes, amendoados e bem separados entre si. Podem ser de várias cores, desde amarelados até castanhos escuros;
  • Nariz: levemente protuberante, sempre na cor preta;
  • Rabo: grosso, e de inserção média, jamais deve estar enroscado ou caído sobre o dorso do animal.

Possíveis problemas de saúde do Fila Brasileiro

O Fila Brasileiro é um cão forte e resistente, com expectativa de vida entre 9 e 11 anos, dependendo fundamentalmente do estilo de vida de cada cão. Porém, ao seu um cão grande, com crescimento acelerado, possui certa predisposição genética a desenvolver displasia de quadril. Como é um cão guloso e que come muito, apresenta tendência à obesidade e a problemas gastrointestinais, como gases e torção gástrica. Ocasionalmente, os Filas Brasileiros também podem ser diagnosticados com ressecamento ocular e otite.

Todo cachorro, independente de sua raça, tamanho ou idade, deve receber uma adequada medicina preventiva para manter uma boa saúde. Para cuidar bem de seu melhor amigo, realize visitas periódicas ao veterinário (de 6 em 6 meses), respeite o calendário de vacinação  e não se esqueça dos tratamentos antiparasitários internos (vermífugos) e externos (pipetas, comprimidos mastigáveis, etc.).

Filhotes de Fila Brasileiro

Uma Fila Brasileira, por cada gestação, pode parir de 6 a 16 filhotes, dependendo basicamente de sua idade, de seu porte e de sua herança genética. Os pequenos Filas terão um crescimento acelerado até seus 6 ou 7 meses, porém só se tornarão adultos a partir do seu 1º ano. Se sua cadela acaba de ser mamãe, será muito importante levar os filhotes ao veterinário para começar sua imunização e controlar seu crescimento. Além disso, a fêmea deve contar com acompanhamento de um médico veterinário durante toda a gestação.

Como se trata de uma raça territorial e dominante, o Fila Brasileiro deve ser educado desde seus primeiros meses de vida. Assim que chegar ao seu novo lar, será crucial apresentar as normas da casa e evitar condutas inapropriadas. Quando o cãozinho completar seu primeiro ciclo de vacinas e remédios contra vermes (entre 5 e 6 meses de vida), o tutor deverá começar seu processo de socialização com outros cães.

Quanto custa um Fila Brasileiro?

O investimento em um filhote de Fila Brasileiro varia de acordo com sua linhagem, seu sexo e seu canil de origem. Por exemplo: seu o filhote tem progenitores premiados internacionalmente seu valor será mais elevado por sua genética apreciada. Hoje em dia, um filhote de Fila Brasileiro pode custar entre R$1500 e R$3000.

Aproveitamos a oportunidade para te dar uma ótima dica: sabia que existem muitos cachorros, de todos os tamanhos, aparências e temperamentos, ansiosos por receber o carinho de uma família? Adotar é um ato de amor e todo cão, seja mestiço ou de raça definida, pode aprender e brindar afeto incondicional a seus familiares. Porém, se optar por adquirir um cãozinho em um canil, lembre-se de escolher estabelecimentos confiáveis, que estejam devidamente registrados e cumpram com as normas de segurança e higiene. Não indicamos comprar filhotes diretamente com particulares, em pet shops ou na internet.

Dúvidas frequentes sobre o Fila Brasileiro

  1. Os Filas Brasileiros soltam muito pelo?

    Não! Os Filas perdem pouco pelo e requerem cuidados simples com sua pelagem. Com 1 ou 2 escovações semanais, você poderá ajudar seu Fila a eliminar pelos mortos e impurezas de seus pelos.

  2. O Fila Brasileiro late muito?

    Não! Como todo cão de guarda, o Fila reserva seu latido apenas para ocasiões onde ele se faz necessário para proteger seu território e alertar sua família. No seu dia a dia, os Filas são equilibrados e silenciosos.

  3. O Fila Brasileiro é um cão perigoso?

    Existe uma única resposta correta para esta pergunta: depende da educação que você der a seu Fila Brasileiro. Não existem raças boas ou ruins, perigosas ou seguras por natureza própria. Todos os animais podem reagir agressivamente quando se sentem ameaçados ou intimidados. Por isso, o verdadeiro perigo é educar erroneamente ou ignorar as necessidades de um cão, como viver em um ambiente tranquilo e ser educado com paciência e reforço positivo.

    Os Filas Brasileiros são cães fortes, corajosos, obstinados e territoriais. Seu instinto protetor faz com que seu comportamento frente a estranhos seja arisco e desconfiado. Se não proporcionamos uma adequada educação e socialização a nosso Fila, favorecemos o desenvolvimento de condutas agressivas. Porém, se educamos com amor e paciência nosso Fila, podemos ter um companheiro paciente e bondoso, e não um cão perigoso.

  4. O Fila se adapta a apartamentos?

    O Fila Brasileiro não é um bom cão para apartamentos pequenos, tanto por seu tamanho como por seu temperamento. Estes cachorros vivem melhor em casas com jardins ou pátios amplos, onde possam se exercitar livremente e desfrutar de alguns momentos de solidão e paz.

  5. O Fila é um bom cão para crianças?

    Os Filas são extremamente pacientes e protetores com as crianças. Porém, seu tamanho e sua força requerem precaução constante. Por isso, sempre deve haver um adulto supervisionando as brincadeiras entre os Filas e as crianças pequenas.

    Vale a pena lembrar que todo cão deve ser socializado e ter aprendido os comandos básicos de obediência antes de brincar com crianças ou com outros pets.

  6. Os Filas podem conviver com outros pets?

    Depende… Honestamente, esta não é a raça mais indicada ara compartilhar seu território com outros cães ou gatos. Porém, com uma boa socialização desde filhote, seu Fila pode chegar a se relacionar bem com outros pets.

Origem e história do Fila Brasileiro

Esta raça originária do Brasil nasceu do cruzamento entre outras raças de cães que foram trazidos pelos colonizadores portugueses, como Mastiff, Buldogue e Bloodhound. Existem certas discordâncias entre sua verdadeira origem. Alguns especialistas afirmam que o Fila se originou naturalmente a partir de cruzamentos livres entre os cães dos primeiros colonos. Porém, outros afirmam que estes cruzamentos foram feitos propositalmente para criar um cão muito forte e resistente, que também tivesse excelente desempenho em funções de proteção e caça.

Inicialmente, quando a escravidão ainda era legal no Brasil, os Filas Brasileiros foram utilizados pelos colonos para proteger suas terras e, eventualmente, perseguir escravos que tentavam fugir. Nesta mesma época, a raça também era utilizada para caçar animais de grande porte (felinos, principalmente) e pastorear os rebanhos. Durante algum tempo, os Filas foram treinados como cães de polícia, porém terminaram sendo substituídos por outras raças “menos teimosas” e mais ágeis, como o Pastor Alemão.

O Fila Brasileiro foi reconhecido pela FCI em 1940, tornando-se a primeira raça brasileira a ser registrada oficialmente pelas sociedades caninas internacionais. Por sua beleza e aspecto imponente, a raça começou a ser adotada por muitas famílias brasileiras como cão de guarda. Hoje em dia, o Fila Brasileiro continua sendo uma raça chamativa e admirada por sua personalidade única.