Bloodhound ou Cão de Santo Humberto: conheça tudo sobre esse cão farejador

Conhecido como bloodhound ou cão de santo humberto, essa raça é famosa por seu faro apurado. Conheça mais sobre ele e tire suas dúvidas!
bloodhound-deitado-na-grama

Os ancestrais do bloodhound foram criados na França medieval para rastrear e caçar veados e javalis. Hoje, carregando muitos traços dos seus antepassados, o bloodhound, ou também conhecido como cão de santo humberto, é uma raça de cães altamente ativa e inteligente, cujo olfato apurado encontrou um lugar especial não apenas nos lares, mas também em serviços policiais.

A raça bloodhound é uma raça tranquila, por isso tem paciência com a família e principalmente com as crianças. Quem tem esse pet em casa, destaca sempre a sua natureza doce e o seu porte gigante. Ao levá-lo para casa, você terá ao seu lado um grande companheiro.

No entanto, antes de tomar a decisão de adquirir um bloodhound, é importante que você conheça um pouco mais sobre ele. Neste artigo, vamos contar tudo o que você precisa saber sobre esse peludo incrível. Acompanhe!

A história do bloodhound

A origem exata do bloodhound é desconhecida, mas acredita-se que a raça surgiu ainda na Europa medieval, pois a primeira referência real à raça veio em um poema de Sir Humphrey de Bohun, Conde de Hereford, intitulado William of Palerne (1350). Ele retrata um cachorro, chamado Bloodhound, como um caçador cuidadoso e muito especial. Esse peludo era usado na caça e também para farejar frutas e cogumelos, devido ao seu faro muito apurado.

Além disso, é importante lembrar que esse cãozinho também é conhecido como cão de São Humberto. Ele ganhou esse nome, pois a raça foi aperfeiçoada por Santo Humberto, o padroeiro dos caçadores. Os bloodhounds viveram um bom tempo com monges em monastérios, ajudando na caça e também na colheita. O santo foi o responsável em tornar esse cachorro um caçador e companheiro perfeito.

Ao decorrer do tempo, esse pet ficou tão querido, que os monges do Monastério de Santo Humberto presenteavam o rei da França com um bloodhound preto e outro castanho uma vez por ano. Com isso, a raça acabou se popularizando por toda a Europa, se tornando também um dos cães preferidos entre a realeza inglesa.

Características físicas

O bloodhound é um cachorro de grande porte que pode medir cerca de até 68,3 centímetros quando machos e cerca de 63,5 centímetros quando fêmeas. O peso varia entre 36 a 50 quilos, e não é incomum alguns exemplares serem um pouco magros. A característica mais marcante do cão de São Humberto são suas orelhas caídas e as dobrinhas por todo o rosto, o que o torna irresistível e com uma carinha de “pidão”.

Quanto à cor da pelagem, o bloodhound não tem muitas variações. Os tons da raça incluem preto, marrom, marrom amarelado e castanho. Ele tende ter ainda um rabo bem grande, proporcional ao seu corpo. Além disso, pode ser bastante babão devido às dobras caídas que tem ao redor da boca.

Personalidade do bloodhound

Bloodhound sentado

A personalidade do bloodhound tende a ser bastante interessante. Ele é dócil, mas também teimoso, determinado mas não brigão, afetuoso, mas um tanto tímido com pessoas que não conhece. Quando se trata de treinamento, ele é sensível à gentileza ou à correção, e ainda quer fazer as coisas do seu jeito, por isso é necessário ter paciência com ele.

E como todo cão, os bloodhounds precisam de socialização precoce – exposição a muitas pessoas, imagens, sons e experiências diferentes – quando ainda são filhotes.

Além disso, o bloodhound é forte, obstinado e com uma inteligência acima da média. Por esse motivo, esse cachorro vai preferir atividades que desafiem seu intelecto, indo além das simples caminhadas. Além disso, ele é um cão farejador para lá de especial, logo, é importante fazer brincadeiras que também estimulem o seu faro apurado.

Outro ponto importante que o tutor precisa estar atento, é que essa raça tem uma tendência a gostar de morder coisas. O bloodhound pode ter um potencial destruidor uma vez que demora para amadurecer. Nos primeiros três anos de vida, há a possibilidade de que ele tenha tendência a roer objetos diversos. Afinal, ele não tem medo de comer qualquer coisa que tenha um cheiro diferente e interessante. Por isso, é importante educá-lo o mais rápido possível, além de brincar bastante para que não sobre energia para ele destruir objetos.

Mesmo sendo considerado um cãozinho bastante silencioso e que late pouco, ele gosta bastante de se comunicar com os tutores por meio de grunhidos. Mesmo não latindo com frequência, não pense jamais em criar essa raça em um apartamento, pois estamos falando de um animal de porte gigante!

Saúde e cuidados com o bloodhound

Bloodhounds são geralmente saudáveis, mas como todas as raças, eles são propensos a certos problemas de saúde. Nem todos os bloodhounds desenvolverão essas doenças comuns da raça, mas é importante estar ciente. Veja quais são:

  • Displasia do quadril;
  • Displasia no cotovelo;
  • Hipotireoidismo;
  • Ectrópio ou flacidez da pálpebra;
  • Entrópio, quando a pálpebra rola para dentro do olho;
  • Cegueira;
  • Epilepsia;
  • Dilatação gástrica-Vólvulo (inchaço);
  • Otite;
  • Dermatite.

Dentre todos os quadros que o bloodhound pode apresentar, os problemas oculares são os mais comuns, por isso, é muito importante que você procure levar esse peludo com frequência ao médico veterinário. Além disso, as vacinas e os vermífugos devem estar sempre em dia.

E por ser um cachorro de grande porte, ele precisa gastar bastante energia para que possa estar sempre saudável, por isso, é bom estar ciente que ele precisará de uma rotina de caminhadas, brincadeiras e exercícios.

Outro ponto importante é a higienização, esse pet odeia se sentir sujo, por isso, os banhos precisam ser frequentes. Quando for higienizá-lo, é bom sempre focar na limpeza das orelhas e da boca, pois essas regiões costumam acumular bastante sujeira. Devido às bochechas caídas e cheias de dobrinhas, é comum que essa saliva e a cera se espalhe, gerando um cheiro desagradável tanto para os humanos, como para o próprio cachorro.

Quanto custa um bloodhound no Brasil?

O preço do bloodhound no Brasil pode variar entre R$ 6.000 a R$ 8.000. Um filhote de bloodhound não é tão fácil de encontrar, logo, procure um canil especializado na raça. Entretanto, antes de comprar um cachorro, lembre-se que adotar é sempre a melhor opção e existem diversos cães que precisam de um lar de maneira gratuita.

Comentários