Cachorro de porte grande ou gigante: o que considerar na hora de adquirir um?

Ter um cachorro de grande porte ou até gigante, requer muitos cuidados e atenção. Além do espaço, há outros pontos a se considerar. Veja!
São Bernardo

O sonho de muitas pessoas é ter um cão de porte grande ou gigante para aumentar a família, como o golden retriever, rottweiler, mastim napolitano, são bernardo, pastor alemão e tantos outros. Mas apenas achar bonito não é o suficiente, um cão com esse tipo de porte precisa de uma série de atenção e cuidados muito especiais.

E se você deseja ter um animal de porte grande ou gigante, nós vamos te mostrar alguns fatores que você precisa reconsiderar antes de realmente ter um. Como, por exemplo, sua casa tem espaço suficiente para criar um peludo como esse? Você sabia que os gastos podem ser até mesmo triplicados com um animal de porte grande ou gigante? 

Pois é, e ainda tem mais alguns outros pontos bem importantes. Nosso objetivo não é fazer que você desista de adotar um cachorro com esse tipo de porte e sim, conscientizá-lo de todos os cuidados para que o seu bichinho viva muito feliz ao seu lado. Por isso, acompanhe até o final!

5 fatos para considerar antes de adotar um cachorro de porte grande ou gigante 

1. Você vai precisar de muito espaço

Esse é o primeiro e o mais importante ponto a ser considerado na hora de trazer um cachorro desse tamanho para casa. Não adianta tentar criar um cachorro como esse em espaços pequenos, como em apartamentos, pois o animal vai sofrer e você vai acabar tendo muito trabalho. Um cachorro como esse precisa de espaço para brincar, socializar, correr e até mesmo viver. Para ele, o espaço é uma necessidade básica. 

Além disso, tentar criá-lo em um espaço pequeno pode te trazer problemas, pois ele pode bagunçar, sujar e até mesmo quebrar itens da casa por falta de espaço. Mas caso não tenha outra forma de criá-lo em um espaço maior, você poderá investir em creches e day care para o bichinho. No entanto, jamais deixe ele preso em um espaço pequeno, pois ele pode desenvolver ansiedade e até mesmo depressão.

2. Mais passeios, brincadeiras e atividades

Como mencionamos, esse animal precisa socializar e gastar muita energia. Logo, ele vai precisar de um nível dobrado de atividades físicas, brincadeiras e passeios. Por isso, antes de adotar um, é necessário pensar se você terá tempo para se dedicar a essas necessidades do peludo ou ter dinheiro para pagar um dog walker ou petsitter. Trazer um cachorro desse para casa é estar ciente dessas pequenas obrigações que fazem a diferença na vida do cãozinho. 

3. Atente-se aos custos 

Ter um cãozinho requer gastos com alimentação, saúde, passeios, acessórios e outros tipos de necessidade que o peludo precisa para viver bem. E quando se trata de um cachorro de porte grande ou gigante, os gastos serão bem mais altos, pois as necessidades dele, como a comida e o banho em um pet shop, por exemplo, serão maiores. Um cão de médio porte com 25 kg gasta em média R$ 360 por mês, um cão de porte gigante pode chegar a gastar cerca de R$ 800 por mês. Logo, é preciso pensar nisso antes de trazer um para casa. 

4. As viagens com o pet

Se você gosta de viajar, esse também é um ponto crítico, afinal, muitos hotéis, mesmo os pet friendly, não aceitam cães de porte grande. Além disso, a viagem em si deve ser estudada, pois como já sabemos, ele é um cachorro que ocupa um espaço considerável. Se mesmo assim não quiser deixar seu peludo de fora da viagem, certifique-se de que ela será segura e prazerosa para todos. Alguns acessórios como cinto de segurança, caixa de transporte e um kit higiene, com tapetes higiênicos, por exemplo, são indispensáveis.

5. A longevidade do animal

Infelizmente animais de porte grande e gigante vivem menos que os cachorros menores, alguns deles chegam a viver apenas 7 ou 10 anos, já os cães de porte pequeno podem chegar até aos 18 anos de idade. Esse ponto precisa ser levado em consideração antes de ter um animal como esse, pois você terá que garantir consultas de rotina com o médico veterinário. Além disso, você vai precisar aproveitar todos os momentos ao lado do peludo. Boa sorte!!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *