Guia para cuidar da pelagem dos cães

Ter uma boa alimentação, manter a higiene e o hábito de escovação são cuidados que interferem na pelagem e na saúde dos cães. Confira!

Ter um pet sempre limpinho e cheiroso é uma delícia, mas a importância disso vai muito além do que apenas a questão estética. A pele e a pelagem dos animais são um importante indicativo de saúde, do bom funcionamento do organismo e desempenham um papel significativo de proteção. 

Segundo médicos veterinários especialistas, enquanto a pele forma uma barreira entre o animal e o meio ambiente para bloquear perigos físicos, químicos e microbiológicos, a pelagem ajuda na proteção da pele em si, que é o órgão mais extenso e visível do corpo. Por exercerem um papel tão importante no organismo, é essencial que essa dupla poderosa (pele + pelagem) seja bem cuidada. 

Esses cuidados contribuem para o bem-estar, a longevidade e têm ligação direta com a saúde do animal. Muitos tutores acham que são coisas separadas e é aí que mora o problema.

Pensando nisso, e com o objetivo de ajudar os tutores no cuidado com os amigos de quatro patas, selecionamos os principais pontos que precisam ser levados em consideração no cuidado com a pele e pelagem dos animais, a começar pela boa alimentação.  

Cuidados gerais com o pelo dos cães

Nutrição adequada

A alimentação interfere diretamente no desenvolvimento e na qualidade da pele e pelagem dos cães. Por isso, a recomendação dos especialistas é sempre ofertar uma nutrição balanceada e de alta qualidade a eles, em todas as fases da vida.

Baixas concentrações de zinco, biotina e ácidos graxos essenciais (ômegas 3 e 6) no organismo animal podem causar descamações e quebras na barreira de proteção da pele (deixando-a exposta a bactérias que causam infecções), além de deixar o pelo opaco e quebradiço.

Essa regra vale para todos os tipos de pelagem, longas e curtas. Caso o pet possua alergia alimentar, que é uma condição genética que pode ser agravada pela alimentação inadequada e impactar diretamente na pele, é recomendado consultar um médico veterinário para oferecer uma dieta equilibrada e seguir um tratamento orientado. Na maioria dos casos, uma alimentação natural é o mais indicado para manter a pelagem do animal bonita e saudável.

Atenção aos banhos em cães

Cuidar da higiene é sempre importante e quando o assunto é a pelagem, a higiene se torna ainda mais importante. No entanto, é preciso atenção ao shampoo e à frequência de banhos. Em excesso, podem interferir na oleosidade natural da pele do pet, diminuir a barreira de proteção natural e também facilitar infecções. Logo, é muito importante você estar atento a pelagem e raça do seu cãozinho.

Alguns cães, como o Chow Chow e o Cão de Crista Chinês, não demandam banhos semanais, por exemplo. Já algumas outras raças, como o Poodle e o Labrador Retriever, podem exigir um cuidado a mais, ou seja, uma frequência maior de banhos por mês. Nestes casos, o tutor deve investir em uma boa secagem para evitar fungos, dermatites e outras doenças ligadas a pelagem e pele do cãozinho.

Chow Chow em apartamento

Escovação do pelo do cachorro

Acostumar o pet desde filhote com a escovação diária é de grande importância para a boa manutenção da pelagem. A escovação ajuda a eliminar células mortas, pelos soltos e pode ser feita em casa pelo próprio tutor, ou por profissionais especialistas nos cuidados com a pele e pelagem dos animais.

Uma dica é prestar atenção na escova, que deve ser adequada para não machucar ou incomodar o cãozinho. De acordo com especialistas, é essencial que os tutores incluam esses três pontos na rotina de cuidados com os pets.

Logo, é fundamental fazer um trabalho de conscientização dos tutores para mostrar que esses cuidados não são somente pela beleza, mas também para que os pets vivam mais e com mais saúde.  Lembre-se! A pele e a pelagem dos cães são partes muito importantes para o pet e garantem a proteção do animal.

Limpe a casa com o pet longe

Na hora de dar aquela geral na sua casa, não deixe o cão entrar em contato com os produtos de limpeza, não importa se é um “simples” detergente ou uma água sanitária. Cachorros e produtos químicos não combinam. Esses produtos podem afetar o pelo do animal e também a saúde dele. Tente deixar seu cão em um cômodo separado até ver que está tudo sequinho e pronto para ser sujo novamente.

Cuidados específicos

Pelos claros

Poucos tutores sabem que alguns cães precisam de filtro soltar. Com isso, se seu cachorro tem a pele clara, como o Golden Retriever, o Cocker Spaniel ou o Maltês, ele tem que usar protetor.  Assim como nós, os cachorros estão suscetíveis a desenvolver câncer de pele se não estiverem protegidos contra os raios solares. E quando o animal tem os pelos claros, ele pode ser ainda mais suscetível à queimaduras causadas pelo sol.

Cocker Spaniel Inglês marrom

Pelos longos

Um dos principais inimigos de pelos bonitos e saudáveis são as pulgas e os carrapatos. Logo, é muito importante que o tutor procure proteger o cãozinho desses parasitas. Além disso, cães com os pelos longos, como o Lhasa Apso, Golden Retriever e Yorkshire, por exemplo, estão mais suscetíveis a esse problema, por isso, o uso de shampoos, medicamentos e coleiras para prevenir os parasitas são de extrema necessidade.

Lhasa Apso cuidados

Pelos curtos 

Os pelos curtos são os mais fáceis de cuidar e garantir a manutenção. No entanto, é importante que o pelo curto também seja escovado semanalmente para evitar a queda. Além disso, os banhos devem ser moderados, a cada mês e meio, pois banhos mais frequentes podem danificar as estruturas protetoras da pelagem natural.

Tudo sobre a raça Chihuahua

Pelos saudáveis significam qualidade de vida

Um animal com a pele e a pelagem saudável, tende também a ser mais resistente a doenças. Você sabia disso? Por isso, invista sempre nos cuidados externos do seu cãozinho para que tudo vá bem internamente. Caso não tenha muito tempo de cuidar dos pelos dele em casa, invista no banho e tosa em um Pet Shop ou algum outro local especializado. Boa sorte!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *