Mordida de cachorro: o que fazer quando acontece?

Saiba como proceder caso leve uma mordida de cachorro, os tipos de mordidas e o que fazer se o seu pet tem o hábito de ficar mordendo

Os cães estão cada vez mais familiarizados e amigos dos humanos, logo, na maioria das vezes, tratamos os nossos peludos como se fossem gente. Não há problema nisso, no entanto, é importante que nós não nos esqueçamos que eles ainda são animais e possuem os seus instintos. Sendo assim, os cães podem em algumas situações acabar mordendo o tutor ou alguma outra pessoa devido aos seus instintos naturais.

Quando isso acontece, é muito importante que você não trate o animal com violência e sim procure educá-lo para que não haja problemas futuros. Mas além disso, como proceder após ser mordido por um cachorro doméstico ou de rua? Devido a alguns tipos de doenças, é importante ter alguns cuidados importantes, pois em alguns casos a mordida pode evoluir para algo mais sério. 

Se você foi mordido ou alguém que você conhece foi mordido por um cachorro, não se preocupe. Neste artigo nós vamos te ensinar como você deve proceder após levar a mordida do animal de rua ou doméstico. Além disso, vamos te dar algumas dicas para você ensinar o seu peludo a parar de morder. Acompanhe até o final. 

Quais perigos a mordida do cachorro oferece?

Tudo vai depender se o cachorro que te mordeu é um animal que vive em casa com todas as vacinas em dia, ou um animal que vive na rua e não tomou nenhuma vacina. A maior preocupação que se tem quando alguém é mordido por um cachorro é em relação à raiva. A doença é causada por um vírus que atinge cães e humanos. Além de ser responsável pela morte de ambos. 

Hoje em dia, os casos de raiva diminuíram muito em todo o país, mas infelizmente existem ainda muitos casos registrados. Se você for mordido por um cachorro o risco de infecção é altíssimo e pode tornar-se grave se não for tratada corretamente. A boca de um cachorro possui mais de 50 tipos de bactérias, por tanto, ao ser mordido por um cachorro algumas dessas bactérias podem penetrar na ferida e em casos mais graves, cair na corrente sanguínea.

Logo, além da raiva canina, existem diversos outros tipos de doenças que podem atingir seriamente a saúde. Quando nos referimos a um animal vacinado, os riscos de contrair doenças são mais baixos, mas as chances ainda existem. Quando se trata de um cachorro de rua, o risco de infecção é muito alto. Logo, o ideal é procurar assistência médica de maneira urgente em ambos os casos. 

Tipos de mordida de cachorro

Para saber como proceder após ser mordido por um cachorro, é importante entender qual é o tipo e profundidade da mordida. No entanto, é bom lembrar que independente do tipo, a pessoa ferida deve procurar ajuda médica, pois apenas um profissional saberá qual é o tratamento ideal para a mordida. Acompanhe.

Mordida leve

Essas são as menos preocupantes. Causam apenas arranhões e não sangram. A pessoa deve lavar o local da mordida com sabão neutro e água corrente. Além disso, passar um pouco de álcool no local pode ajudar a matar as bactérias presentes na saliva do animal. O álcool deve ser usado apenas quando não há perfuração da mordida na pele.

Perfuração

Nesse caso, a mordida pode ser superficial ou profunda. Nesse tipo de caso a preocupação deve ser maior, pois a ferida começa a sangrar Além disso, o local exposto está sujeito a infeccionar devido às dezenas de bactérias presentes na saliva do animal. Nesse caso, lave com água e sabão e procure ajuda médica. 

Em alguns casos de perfuração é necessário dar pontos, pois as feridas ficam muito abertas e expostas. O uso de antibiótico também pode ser necessário. Neste caso não passe álcool na mordida pois ele pode queimar a pele e piorar o machucado, lave o local apenas com água corrente e sabão neutro.

Dilaceração ou esmagamento

Essas feridas são causadas, geralmente, por cães de grande porte e que possuem muita força no maxilar, como o rottweiler ou os cães do grupo pit bull. Além de apresentarem também o risco de infecções, podem resultar em lesões internas e até fraturas externas. Nesse caso, não mexa ou tente resolver em casa. 

Enrole o local ferido com uma gaze ou pano limpo e leve a pessoa com urgência ao médico. Nesses casos a intervenção cirúrgica e o uso de antibióticos são extremamente necessários. Além disso, se o animal for de rua, a pessoa ferida provavelmente precisará tomar alguma vacina por precaução.

O que fazer para o cachorro parar de morder?

Bulldog Francês brincando

O cachorro pode ter o costume de morder em qualquer idade. Mas no geral, eles mordem com mais frequência quando são filhotes ou quando se sentem ameaçados por algum fator. O ideal para evitar que o cachorro não crie esse hábito, é começar a adestrá-lo logo cedo. Dessa maneira, você terá menos problemas e mais controle do animal durante toda a vida dele. 

Mas caso o seu cãozinho não foi adestrado quando filhote, ainda dá tempo de adestrá-lo! Busque a ajuda de um profissional. Além disso, é importante que toda vez que ele tente morder, você repreenda ele usando a palavra “NÃO” de maneira firme. Você não precisa usar violência, apenas ser firme com o cachorro.

Além disso, procure ignorar o comportamento, pois ele pode estar mordendo com o intuito de chamar atenção ou conseguir alguma coisa. Logo, após repreende-lo, deixe ele um tempo sozinho para que ele possa aos poucos compreender que ele não vai conseguir o que quer por meio da mordida. Essa é uma estratégia simples, mas eficiente.

E por último, compre um mordedor e outros tipos de brinquedo para que ele possa morder. A maioria dos cães sente essa necessidade de morder devido ao instinto, logo, você deve ensinar a ele que existem locais específicos para ele morder. Coloque algum tipo de petisco no mordedor para estimulá-lo. Boa sorte!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *