10 raças de cachorro que se parecem muito com ursos

10 raças de cachorro que se parecem muito com ursos

Grandes, peludos e fortes, essas são as 10 raças de cachorro que mais se parecem com ursos. Veja as características de cada uma e porque elas lembram ursos.

Que os cachorros são bem parecidos com lobos você com certeza já ouviu falar, mas quanto à semelhança com ursos não se costuma comentar muito. E olha que esses animais não estão muito distantes, mesmo do ponto de vista genético. Cães e ursos pertencem à mesma subordem, a dos caniformes, palavra que significa exatamente “com a forma de um cão”.

Neste artigo, nós apresentamos a você as 10 raças de cachorro que mais se parecem com ursos. A maioria deles são cães bem grandes e peludos e, sobretudo do pescoço para cima, lembram bastante os seus gigantes degustadores de mel. Mas incluímos também o pequenino Lulu da Pomerânia, que está mais para um ursinho de pelúcia que gosta de latir.

  • 01 de 10

    Samoieda

    Samoieda rindo

    O Samoieda é um antigo cachorro das neves. Muito resistentes ao frio e ao cansaço, os cães dessa raça ajudam até hoje os nômades da Sibéria em árduas tarefas, sob um frio assustador. E quem observar o Samoieda no seu meio natural, talvez o confunda com um urso polar, todo branquinho e peludo. Diferente dos seus parentes distantes, no entanto, o Samoieda se dá muitíssimo bem com os seres humanos.

  • 02 de 10

    Chow-Chow

    Perfil Chow Chow

    O Chow-Chow é um gigante chinês que impõe respeito. Seu pelo muito denso e sua inusitada língua azul são suas marcas registradas. E a raça não lembra os ursos apenas na aparência. Um pouco reservados, mas muito determinados, os Chow-Chow não são do tipo que gostam de muito carinho e preferem seguir seu próprio ritmo. Se perceberem alguma ameaça, no entanto, esses adoráveis peludos não hesitam em agir, e para isso podem usar sua fortíssima mordida.

  • 03 de 10

    Lulu da Pomerânia

    Lulu da Pomerânia marrom tosado

    Pequenino e gracioso, o Lulu da Pomerânia definitivamente não assusta como um urso de verdade. Mas ele certamente lembra um urso de pelúcia, desses em que as crianças adoram dar um bom abraço. Lulus da Pomerânia também não dispensam um bom carinho dos seus tutores e são extremamente fofinhos. Por outro lado, a sua aparência ingênua esconde um temperamento forte e determinado, exatamente como os ursos de verdade.

  • 04 de 10

    Terra-Nova

    Raça de cachorro Terra-nova

    Um antigo cão de trabalho canadense, o Terra-Nova é parente de raças famosas como o Labrador e o São Bernardo, mas também, dizem, descende de antigos cães trazidos para a América pelos vikings. E assim como os bravos guerreiros nórdicos, essa raça parece ter nascido para a vida na água, já que são excelentes nadadores. Com seu pelo muito denso e seu focinho relativamente estreito, o Terra Nova é uma das raças que mais lembram os ursos.

  • 05 de 10

    Akita

    Akita pai adulto com filhote

    Muito conhecido pela sua lealdade, o Akita se tornou um símbolo nacional do Japão, país de onde a raça se origina. Seu temperamento pacífico e brincalhão o torna um cão perfeito para a família, ainda que o Akita mantenha bastante do seu desejo por liberdade. E não apenas nesse aspecto eles lembram os ursos, já que sua aparência física é uma das mais próximas dos gigantes comedores de mel.

  • 06 de 10

    São Bernardo

    Rosto do São Bernardo

    Os São Bernardos são grandões, peludos e desajeitados, exatamente como ursos. Suas orelhas caídas e seu focinho com pele flácida talvez não lembrem muito os parentes maiores, mas o comportamento dos dois animais guarda várias semelhanças.

    Embora possam aprontar bastante bagunça, exatamente como o São Bernardo mais famoso de todos, Beethoven, os animais dessa raça têm em geral um ritmo mais lento e podem ficar bastante tempo “hibernando”.

  • 07 de 10

    Husky Siberiano

    Husky siberiano alerta na floresta

    O Husky Siberiano costuma ser comparado a um lobo, por razões óbvias. Esses valorosos viajantes do gelo têm inclusive o hábito de uivar e gemer como um lobo. Por outro lado, o seu pelo denso, especialmente na região do pescoço, e o seu focinho estreito também tornam possível a comparação com os ursos. Apesar do aspecto selvagem, Huskies Siberianos são conhecidos pela sua intensa lealdade aos seres humanos.

  • 08 de 10

    Eurasier

    O Eurasier é um raça relativamente recente. Foram criados nos anos 1960, na Alemanha, e seu nome reflete bem a forma como surgiu, já que ele descende tanto de raças europeias como de raças asiáticas. A ideia dos seus criadores era ter um cão que unisse as habilidades de um lobo com uma afeição muito grande pelos seres humanos. Mas pode-se dizer que também criaram um dos cães mais parecidos com ursos que existem.

  • 09 de 10

    Keeshond

    O Keeshond é uma raça muito pouco conhecida no Brasil. Esse simpático cachorro com cara de urso é natural da Holanda e é até hoje bem popular por lá. Embora tenham sido usados historicamente como cães de guarda, sobretudo no ambiente rural, os Keeshond possuem um temperamento muito gentil e são bastante devotados aos seus donos.

  • 10 de 10

    Cão de Montanha dos Pirineus

    Como o seu nome indica, o Cão de Montanha dos Pirineus é um antigo habitante das alturas. Usados há milênios pelos camponeses das montanhas que dividem a Espanha da França, esses encantadores “ursos” brancos se adaptaram bem a um estilo de vida livre e gelado. E por mais que possam ser bastante gentis com os seus tutores, os Cães da Montanha dos Pirineus tendem a ser desconfiados com estranhos e outros animais.

Ursos muito sociáveis

Os cachorros que mais se parecem com ursos são grandes, peludos e muito fortes. A maioria deles também preserva um espírito ainda um pouco selvagem, que se traduz no seu desejo por liberdade. Raças como Akita e Husky Siberiano definitivamente não são do tipo de cachorro para apartamento e precisam de espaço para gastar toda a sua energia.

Por outro lado, mesmo os cães mais parecidos com ursos também apreciam a companhia dos seres humanos, especialmente dos seus tutores. Com estranhos e outros animais eles podem ser mais desconfiados, mas essa característica pode ser amenizada com a correta socialização e um pouco de adestramento.