Tudo sobre a raça Terra-nova

O Terra-nova é, literalmente, um cão gigante, cujo tamanho do corpo só não maior que a bondade de seu caráter. Conheça detalhes de suas características, temperamento, imagens, filhotes e muito mais. Confira!
  • Raça de cachorro Terra-nova
  • Característicos do Terra-nova
  • Terra-nova cinza
  • Terranova na grama
  • Rosto do Terra-nova marrom
  • Terra-nova marrom
  • Cachorro Terra-nova preto
  • 2 filhotes brancos de Terra-nova
  • Terra-nova em pé
  • Terranova preto na neve

O Terra-nova é, literalmente, um cão gigante, cujo tamanho do corpo só não maior que a bondade de seu caráter.

Apesar de ter se popularizado fortemente em muitos países, o Terra-nova ainda não é muito visto pelas ruas do Brasil. Porém, os orgulhosos tutores desta raça afirmam ter encontrado um cão ideal.

Se você está pensando em adotar um grande melhor amigo, nós te propomos conhecer esta raça fascinante. Neste artigo, te contamos tudo sobre a polêmica história do Terra-nova e também damos dicas sobre os cuidados essenciais com a sua saúde e educação. Não perca!

Índice – você encontrará as seguintes informações nesse artigo:

  1. Ficha técnica do Terra-nova
  2. Características da raça
  3. Características físicas
  4. Personalidade do Terra-nova
  5. Como cuidar de um Terra-nova
  6. Problemas de saúde de um Terra-nova
  7. Filhote de Terra-nova
  8. Quanto custa um Terra-nova?
  9. Dúvidas sobre a raça
  10. História do Terra-nova

Ficha técnica da raça Terra-nova:

Adaptação
Bom para apartamento
Gosta de ficar sozinho
Gosta de outros cachorros
Gosta de gatos
Gosta de estar com a família
Higiene e saúde
Cuidados com a higiene
Riscos com a saúde
Solta pelos
Tamanho
Treinamento
Fácil de adestrar
Necessidade de exercícios físicos
Late muito
Gosta de brincadeiras
Características da raça:

Grupo: Grupo dos Trabalhadores
Altura: 69 a 74 cm para machos e 63 a 69 cm para fêmeas
Peso: 60 a 70 kg para machos e 45 a 55 kg para fêmeas
Personalidade: Treinável, Dócil, Gentil, Brincalhão
Expectativa de vida: 8 a 10 anos

Características físicas do Terra-nova

O Terra-nova é um cão de porte gigante, com contextura física maciça e de aspecto imponente. Seu corpo é retangular (mais comprido que alto) e compacto, com uma massa muscular realmente privilegiada.

Está coberto, em toda sua extensão, por uma abundante pelagem formada por 2 camadas de pelos. A camada interna é impermeável e está composta por pelos curtos, densos e suaves. Já a capa externa do Terra-nova exibe pelos suaves, lisos e de comprimento médio.

As possíveis colorações de pelagens despertam certa polêmica entre as sociedades caninas oficiais.

A FCI (Federação Cinológica Internacional) afirma que a pelagem do Terra-nova deve ser uniforme, podendo ter cor preta, marrom tem pelagem sempre uniforme, podendo ter as seguintes cores: preto, branco e castanho.

Segundo a FCI, os exemplares de bicolores em branco e preto são, na verdade, outra raça chamada de Landseer. Porém, muitas organizações consideram o Landseer como um exemplar de Terra-nova bicolor.

A cabeça do Terra-nova é larga, rústica e maciça, estando coberta por abundante pelagem. Seu focinho é largo, quadrado, forte e está bem pronunciado em relação à linha do crânio, mas não deve ser uma aparência abrupta como o focinho do cão São Bernardo.

As orelhas são pequenas, triangulares com pontas arredondadas, e estão sempre caídas na mesma linha da bochecha do cão.

Já os olhos são castanhos ou pretos e estão sempre bem separados entre si.

Os dedos do Terra-nova possuem uma membrana interdigital, por isso, estes cães são exímios nadadores.

A seguir, resumimos as principais características físicas do Terra-nova:

  • Tamanho: 67 cm a 72 cm para machos; 60 cm a 66 cm para fêmeas;
  • Peso: de 54 kg a 70 kg;
  • Contextura física: corpo retangular, rústico e musculoso, coberto por uma abundante pelagem. Peito profundo, dorso forte e inclinado, com patas peludas e musculosas, com “dedos de pato” (membrana interdigital entre os dedos);
  • Pelagem: abundante, formada por 2 capas. A capa interna possui pelos curtos, densos e suaves. Já a camada externa exibe pelos suaves, lisos e de comprimento médio.
  • Cores de pelagem: são aceitos exemplares pretos, brancos, marrons e (para algumas organizações) o bicolor branco e preto.
  • Cabeça: maciça e larga; orelhas pequenas e caídas, com pontas arredondadas; focinho quadrado e forte, bem pronunciado em relação à linha do crânio. Suas expressões faciais demonstram segurança e bondade.
  • Olhos: castanhos ou pretos, sempre bem separados entre si.
  • Nariz: grande e levemente protuberante. Os exemplares marrons tem trufa marrom, enquanto os outros tem nariz preto.
  • Rabo: grosso, longo e de inserção média. Jamais deve estar enroscado ou caído sobre o dorso do animal.

Personalidade e temperamento do Terra-nova

Apesar de seu tamanho imponente, o Terra-nova é um autêntico “bonachão”. Segundo a própria FCI, é um cão alegre, criativo, sereno e gentil, que reflete bondade e doçura.

A gentileza, o carinho, a predileção pela água e a alta sociabilidade são aspectos marcantes de seu temperamento, o que lhes torna bastante parecidos ao Labrador Retriever.

Porém, são menos brincalhões e hiperativos, já que seu corpo é muito mais pesado e robusto.

Isso não significa que não gostem de brincar ou correr… Os Terra-novas são muito divertidos e adoram compartilhar aventuras e passeios com seus tutores, principalmente se tiverem um mar ou uma piscina para mergulhar.

Só que precisarão repor energia e, talvez, queiram ficar tranquilos simplesmente observando como seus familiares se divertem.

Personalidade do Terra-nova
O Terra-nova é um cão alegre e criativo

Além de extremamente fieis aos seus tutores, os Terra-novas se destacam por sua enorme paciência com as crianças e também com outros cães.

Seu trato com as crianças é realmente admirável, demonstrando uma delicadeza única no universo canino.

Como cuidar de um cão Terra-nova

A exuberante pelagem dos Terra-novas deve receber escovações diárias para evitar a formação de nós, além de eliminar impurezas e pelos mortos.

Durante as épocas de outono e primavera, pode ser necessário escová-los 2 vezes por dia, para evitar que soltem pelos pela casa.

Os banhos devem ser dados apenas quando sejam realmente necessários (1 vez a cada 2 meses, no máximo), sempre com uma escovação prévia.

Lembre-se que o excesso de banhos prejudica a saúde do seu cão, pois elimina a oleosidade natural que reveste e protege todo seu corpo.

Para complementar a higiene de seu Terra-nova, recomendamos limpar diariamente as remelas de seus olhos, além de escovar seus dentes de 2 a 3 vezes por semana.

O Terra-nova não é um cão extremamente ativo, mas também requer uma boa dose de exercícios diários para manter um peso saudável e um temperamento equilibrado.

Por isso, recomendamos fazer 2 a 3 passeios diários, com 30 a 40 minutos cada um, para permitir que seu Terra-nova gaste energia e evite os sintomas de obesidade, que serão muito prejudiciais à sua saúde.

Além disso, é fundamental oferecer brinquedos e jogos interativos para que seu melhor amigo se divirta mesmo quando você não está em casa.

E por falar em casa… Os Terra-novas requerem um bom espaço amplo para se desenvolver adequadamente, por isso, se adaptam melhor a casas com jardins ou pátios.

Apesar de sua alta sociabilidade, o Terra-nova também deve ser adestrado e socializado desde filhote, para aprender a respeitar as normas da casa e a se relacionar positivamente com outras pessoas e outros animais.

O ideal é começar a socializar seu melhor amigo durante sua infância, logo após terminar seu primeiro ciclo de vacinação e tratamentos contra vermes e ectoparasitos.

E assim como todo cão, os “gigantes gentis” necessitam de uma alimentação equilibrada para se manter fortes e saudáveis.

Lembre-se de escolher sempre uma ração de excelente qualidade como base da dieta de seu companheiro e respeitar as porções adequadas ao seu tamanho, peso e idade.

Não exagere nas guloseimas, porque os Terra-novas tem muita tendência à obesidade.

Também é interessante consultar seu veterinário sobre o uso de suplementos naturais que permitam fortalecer as articulações de seu cão e prevenir doenças degenerativas.

Problemas de saúde comuns no Terra-nova

Mesmo sendo fortes e resistentes, os Terra-novas tem predisposição genética a desenvolver certas doenças degenerativas.

Por isso, sua expectativa de vida é reduzida, entre 8 e 10 anos, dependendo do estilo de vida proporcionado a cada cão.

Como todo cão gigante, com um crescimento acelerado, pode sofrer de displasia de quadril e de cotovelo.

Sua tendência a ser guloso e comer rapidamente costumam favorecer a obesidade e os problemas digestivos, como gases e torção gástrica.

Em menor escala, esta raça também pode ser diagnosticada com cataratas, estenose de pulmão, estenose de aorta e doença de Von Willebrand.

Filhotes de Terra-nova

Se sua Terra-nova acaba de ser “mamãe”, será muito importante levar os filhotes ao veterinário para começar sua imunização e controlar seu crescimento.

Lembre-se que a saúde dos filhotes é mais vulnerável que a dos cães adultos, pois seu sistema imunológico ainda não está completamente desenvolvido.

Além disso, a fêmea deve contar com o acompanhamento de um médico veterinário durante toda a gestação.

Os filhotes de Terra-nova são verdadeiras bolas de pelo sonolentas. Apesar de adorar uma brincadeira e uma boa comida, estes pequeninos precisam descansar e dormir umas boas horas dor dia para se desenvolver corretamente.

Terra-nova preto filhote
Filhote de Terra-nova

Os filhotinhos terão um crescimento acelerado até seus 6 ou 7 meses, porém, só se tornarão adultos a partir do 1º ano de idade.

Preço de um Terra-nova

O investimento em um filhote de Terra-nova pode variar segundo sua linhagem, seu sexo e o canil de origem.

Por exemplo: seu um filhote tem progenitores premiados internacionalmente seu valor será muito elevado por sua genética apreciada.

Atualmente, um filhote de Terra-nova pode custar entre R$ 3.500 e R$ 6.000.

Dúvidas frequentes sobre o Terra-nova

  1. O Terra-nova solta muito pelo?

    Sim! Enormes e peludos, são cães que soltam muitos pelos e precisam receber escovações diárias para controlar a queda e evitar a formação de nós.

    Além disso, nas épocas de muda, outono e primavera, perderão muitos pelos e podem ser necessárias 2 escovações por dia para manter uma boa higiene na casa.

  2. Os Terra-novas são bons cães para crianças?

    Melhor é impossível! Os Terra-novas são cães extremamente pacientes e bondosos, que tem um trato muito delicado com as crianças.

    Obviamente, por seu enorme tamanho, devem sempre contar com a presença de um adulto quando brincam com crianças pequenas. E como sempre recordamos, todo cão precisa ser socializado e aprender os comandos básicos de obediência antes de brincar com crianças ou com outros pets.

  3. O Terra-nova se adapta bem para viver em apartamentos?

    Por seu caráter bondoso e dedicado, um Terra-nova pode chegar a se adaptar a uma vida num apartamento.

    Porém, este não é o ambiente ideal para seu desenvolvimento. São cães muito grandes, que babam excessivamente e que precisam se exercitar para evitar a obesidade.

    Por isso, o melhor é que sejam criados em casas com jardins ou pátios amplos, que sempre disponham de espaços com sombras.

  4. O Terra-nova late muito?

    Não! São cães que latem pouco, equilibrados e serenos, que só usarão seu latido em situações realmente necessárias. Por isso, fique atento se seu Terra-nova começar a latir e chamar a sua atenção.

  5. O Terra-nova pode conviver em harmonia com outros pets?

    Como te contamos anteriormente, o Terra-nova se destaca por seu alto grau de sociabilidade com pessoas e animais. Por isso, é uma excelente raça para conviver com outros pets.

    Obviamente, assim como todo cão, deve ser devidamente socializado para aprender a se relacionar com seu próprio território e com outros indivíduos.

História do Terra-nova

Existem muitas polêmicas sobre as origens do Terra-nova… Seu nome é uma homenagem ao seu lugar de nascimento: a ilha de Newfoundland (Terra-nova, em português), que é parte do território canadense.

A hipótese mais aceita sobre seu nascimento, nos dias de hoje, afirma que os antepassados do Terra-nova seriam o resultado de cruzamentos entre os cães nativos do Canadá com outras raças nórdicas que eram trazidas pelos Vikings nos anos 1000 d.C, principalmente com o “cão urso de cor preta”.

Porém, a aparência e a personalidade do Terra-nova que conhecemos hoje em dia, só apareceriam por volta do século XVII, após a chegada dos pescadores europeus à ilha de Terra Nova.

Estes pescadores levavam cães que ajudavam a recolher suas redes e tinham predileção pelo ambiente aquático.

Estes cães aquáticos teriam se cruzado com os antepassados do Terra Nova, dando origem a este gigante cão com um amor incondicional pela água.

Apesar de ter sido utilizado para puxar trenós, como cão de guarda e também como ajudante de pescador, o Terra Nova é internacionalmente reconhecido como um cão de resgate ( ou “salva vidas”).

Estes cães salvaram inúmeras vidas tanto em episódios de naufrágio como em acidentes que terminavam com pessoas caídas no mar.

De fato, no século XX, um cão Terra-nova recebeu uma medalha de reconhecimento após ter salvado mais de 20 pessoas de se afogarem.

Hoje em dia, estes cães gigantes são os companheiros preferidos por muitas famílias que, neles, encontram o cão de guarda e de companhia ideal.