Cachorro pode tomar leite? Veja os riscos e o que fazer se o cão beber leite

O único leite que os cães devem tomar é o materno. Veja porquê não oferecer outros tipos de leites e os riscos da ingestão
cachorro bebendo leite

Quando o assunto é a alimentação dos cães, o cuidado precisa ser redobrado. Quando o assunto é o leite, é muito curioso observar as opiniões muito contraditórias que se obtêm ao procurar informações sobre esse assunto.

Alguns indicam que os peludos não podem beber leite, enquanto outros consideram como um veneno para os cães. Logo, surgem dúvidas sobre a gravidade do consumo desse alimento.

Pensando nisso, neste artigo vamos responder de uma vez por todas se os cães podem consumir leite e seus derivados, além de todos os cuidados que devemos tomar. Para ficar por dentro do assunto, acompanhe até o final.

Afinal, os cães podem tomar leite?

Não, os cães não podem e não devem tomar nenhum tipo de leite que não seja o materno. Eles não possuem quantidades de enzimas suficientes para fazer a digestão do alimento e podem apresentar dores abdominais, gases, diarreia, vômitos e até mesmo intoxicação em alguns casos.

Por mais inofensivo que pareça ser, os cães não devem beber leite de vaca por conter um açúcar complexo chamado lactose, que precisa de uma enzima chamada lactase para ser digerido. Por não terem grandes quantidades dessa enzima no sistema digestivo, os cães não podem digeri-la.

Quanto aos outros tipo de leite, como de soja e de amêndoa, possuem açúcar refinado na sua composição, logo, os cães podem correr o risco de desenvolver diabetes e obesidade se consumi-los.

Além disso, os cachorros não têm um sistema digestivo desenvolvido e também são excessivamente sensíveis, por isso o único leite que o cachorro pode tomar é o da mãe (leite de cadela) e, na falta disso, o leite vendido em clínicas veterinárias especiais para cachorros.

Devemos ter em mente que o leite nunca será a principal fonte de alimentação do animal e os peludos possuem hábitos alimentares bem diferente dos humanos. Logo, independente de ser um cão adulto ou filhote, os cães não devem consumir essa bebida.

Os cães podem consumir derivados do leite?

Queijo

Mesmo o queijo sendo um tipo de leite fermentado, ainda sim contém altas quantidades de lactose, gordura e em alguns casos, até mesmo farinha de trigo. Logo, ele deve ser evitado. É importante lembrar que os cães não necessitam do queijo para ter uma alimentação completa, saborosa e saudável.

Sorvete

O sorvete pode ser muito prejudicial para os cães, não apenas pela grande quantidade de lactose que contém, mas também pelo alto nível de açúcar, gordura e diversos tipos de conservantes.

No entanto, os cães podem tomar sorvete natural sem açúcar e feito em casa. Basta congelar as frutas que os cães podem comer, como morango ou melancia e bater com água. Nos dias quentes é uma excelente opção.

Iogurte

O iogurte é o único derivado do leite que os cães podem consumir, contando que seja sem lactose e sem açúcar. Portanto, opte pelos iogurtes naturais e integrais. Os cães devem consumir o iogurte raramente e em pouquíssimas quantidades, pois em excesso, pode causar gases e diarreia.

Sabendo disso, procure utilizá-lo apenas quando for fazer uma receita especial para o cãozinho.

Derivados para cães filhotes, pode?

filhotes de cachorro amamentando

Não! Os cachorros filhotes, com menos de quatro ou cinco meses, devem seguir a sua dieta e beber apenas o leite da mãe. Em hipótese alguma ofereça queijo, iogurte ou sorvete, pois esses alimentos podem fazer eles se sentirem mal e causar sérios danos à saúde do pet.

Quando são tão jovens, são excessivamente sensíveis, com isso, o cuidado com a dieta dos filhotes precisa ser redobrado.

Meu cachorro tomou leite, e agora?

Por mais que algumas pessoas considerem o leite e seus derivados um grande veneno para os cães, eles podem apresentar uma certa tolerância a esses alimentos.

Isso não significa que eles podem consumi-los, apenas que eles não irão apresentar sérias reações após ingerir o leite e seus derivados. Sendo assim, é preciso observar como ele vai se sentir até 24 horas após a ingestão.

Se ele começar a vomitar, apresentar diarreia e excesso de gases, é importante levá-lo ao veterinário para que os danos do leite sejam reduzidos. Boa sorte!

Comentários