12 raças de cachorro mais carentes

12 raças de cachorro mais carentes

Se você gosta de receber e dar carinho, raças como essas podem ser ótimas companhias. Confira as 12 raças de cachorro mais carentes e suas características.
Homem fazendo carinho em cachorro carente

Todo amante de pet adora estar ao lado dos seus bichinhos, e os cães, especialmente, adoram estar ao lado dos seus tutores. Entretanto, enquanto algumas raças de cachorro são mais independentes e podem se virar muito bem sem ter um humano por perto, outras podem ser bem carentes, e a sua necessidade de atenção pode até se tornar um problema.

Pensando nisso, nós preparamos este artigo com as 12 raças de cachorro mais carentes. Se você é uma pessoa muito ocupada, que não tem tempo ou disposição para ficar longos períodos ao lado do seu pet, os animais dessa lista provavelmente não serão uma boa opção para você. Por outro lado, se você é do tipo que gosta de receber e dar carinho, raças como essas podem ser ótimas companhias.

  • 01 de 12

    Cavalier King Charles Spaniel

    Cavalier Kiing deitado e olhando pra cima

    O Cavalier King Charles Spaniel é uma raça desenvolvida especialmente para servir como cão de companhia. A realeza britânica adorava esta raça, não apenas por ter um aspecto adorável, mas por ser muito tranquilo e apegado às pessoas. O Cavalier King Charles Spaniel realmente não é uma raça muito independente, e talvez prefira um bom carinho a ir passear no jardim. Isso faz com que sejam considerados uma das raças mais carentes.

  • 02 de 12

    Labrador

    Labrador de cor chocolate

    O Labrador é conhecido como uma raça muito leal aos seus tutores. Eles adoram acompanhá-los em todas as aventuras, são animais muito tranquilos e estão entre as raças obedientes. O que muita gente não sabe, no entanto, é que o Labrador é uma raça com grande tendência a desenvolver problemas de ansiedade quando separadas de seus donos.

  • 03 de 12

    Border Collie

    Border Collie preto em pé na grama

    O Border Collie é considerado por muitos a raça mais inteligente do mundo. Para ganhar esse status, alguns aspectos, como sua capacidade de resolver problemas por conta própria, contam bastante. Por outro lado, o extremo apego que a raça tem por humanos e sua necessidade de estímulos contantes, faz com que o Border Collie goste bastante de carinho e fique bastante entediado quando longe de seus tutores.

  • 04 de 12

    Jack Russell Terrier

    Jack Russell Terrier filhote

    O Jack Russel Terrier é mais um exemplo de cão bem ativo que também pode ser bem carente. E é justamente a necessidade de estímulos, aliada ao apego que desenvolvem por seus tutores, que faz com que a raça não reaja bem à separação. Como eles têm muita energia, podem querer espantar o tédio que sentem fazendo uma bela bagunça.

  • 05 de 12

    Pastor Alemão

    Pastor Alemão deitado na grama

    O Pastor Alemão é conhecido por ser uma raça muito inteligente e versátil. Sua lealdade e suas intermináveis habilidades físicas fazem com que a raça seja a escolha ideal para funções como cão de guarda, cão pastor e cão policial. Contudo, é importante lembrar que o Pastor Alemão precisa de atenção e estímulos constantes, pois pode desenvolver problemas de ansiedade.

  • 06 de 12

    Pastor Australiano

    O Pastor Australiano é bem parecido com o Border Collie, inclusive no comportamento. A raça era muito usada por pastores de ovelhas nos EUA, função que exigia deles muita lealdade. Isso fez com que desenvolvem uma forte ligação com os seus tutores. Pastores Australianos precisam de muitos exercícios e de espaço para soltarem toda a sua energia, mas também precisam da atenção e carinho de seus donos.

  • 07 de 12

    Poodle

    Poodle preto

    Os Poodles podem parecer animais frágeis, mas a verdade é que a raça é muito inteligente e ativa. Poodles, porém, precisam de muitos estímulos para se sentir bem, e nada melhor para eles do que se divertir ao lado de seus tutores. Especialmente o Poodle Toy, que é a menor versão da raça, é bastante propenso a desenvolver problemas de comportamento quando fica muito tempo separado de seus tutores.

  • 08 de 12

    Bichon Frisé

    Rosto Bichon Frisé língua

    O Bichon Frisé lembra bastante o Poodle, até mesmo no comportamento. A raça costuma ser bem independente e aventureira. Mas isso não os impede de se sentirem mal quando ficam separados dos seus tutores. De temperamento normalmente tranquilo, o Bicho Frisé pode desenvolver problemas de comportamento quando recebe pouca atenção e carinho.

  • 09 de 12

    Husky Siberiano

    Husky com olho azul e verde

    O Husky Siberiano pode lembrar bastante um lobo, mas eles definitivamente não fazem o tipo solitário. A raça se tornou, ao longo da sua história, extremamente apegada aos humanos. Como cães muito usados em tarefas difíceis, como puxar trenós por longas distâncias, em ambientes inóspitos, a sua lealdade era uma característica muito útil e que foi naturalmente se consolidando.

  • 10 de 12

    Bulldog Inglês

    Filhote de Bulldog Inglês

    O Bulldog Inglês é um cãozinho muito simpático, que conquista a todos com seu jeito tranquilo e companheiro. A raça, no passado, costumava ser mais agressiva, e já foi inclusive usada em brigas. Com o tempo, no entanto, o Bulldog Inglês foi se tornando um perfeito cão de companhia. Podem ser ao mesmo tempo tranquilos e bem dispostos, já que adoram fazer atividades ao ar livre com seus tutores. Mas é bom lembrar que eles costumam ser cães carentes, e não reagem bem à solidão.

  • 11 de 12

    Dálmata

    Dálmata com uma rosa

    O Dálmata não é do tipo que gosta de ficar jogado no sofá. Tal como no desenho, a raça adora fazer bagunça, apesar de ser bem tranquila na relação com seus tutores. Dálmatas são carentes por necessitarem de estímulos constantes e por quererem atenção o tempo todo, ao contrário de outras raças que querem estar o tempo todo no colo de alguém.

  • 12 de 12

    Chihuahua

    Rosto do Chihuahua

    O pequenino Chihuahua adora um colo, mas nem por isso deixa de ser agitado. A raça foi desenvolvida especialmente para ser um cão de companhia, e por isso é extremamente carente e apegada a seus donos. Na verdade, os Chihuahuas costumam ser bem desconfiados com estranhos e têm ciúmes dos seus tutores. Se você deseja adotar um animal dessa raça, é bom ter mente que ele não vai gostar nadinha de ficar muito tempo longe de você.

Quem não gosta de carinho e atenção?

As 12 raças que nós apresentamos neste artigo podem ser bem carentes, mas isso normalmente as torna excelentes companhias para os seres humanos. A forte ligação que algumas delas desenvolveram com os humanos, como no caso de Huskies e Pastores Alemães, foram essenciais para realizar tarefas muito úteis, como proteger, vigiar e percorrer longas distâncias ao nosso lado.

Além disso, é sempre bom lembrar que a necessidade de carinho e atenção não é exclusiva de apenas algumas raças. Todos os cães precisam do afeto de seus tutores. Isso é importante não apenas para a sua saúde mental, mas também para que não venham a desenvolver problemas de comportamento, como latir demais.

Agora, se você não tem muito tempo disponível, o mais indicado é adotar uma raça mais independente ou menos ativa, por exemplo. Por outro lado, é possível tomar certas medidas para tornar menos dolorosa a separação entre você e seu cãozinho, mesmo que ele pertença a uma raça considerada mais carente. Nós inclusive preparamos um artigo especial com dicas para deixar seu cachorro sozinho.