Conheça 5 raças de cachorros que latem pouco

Conheça 5 raças de cachorros que latem pouco

Sim! É possível encontrar um cãozinho que não faça muito barulho. Por isso listamos aqui as raças de cachorros mais silenciosas, que só latem quando necessário e quando estão em uma situação realmente fora do normal.
Cachorro bege latindo

Quando chega a hora de adotar um cãozinho, muita gente se preocupa em encontrar um novo amigo que não late tanto e faça o menor barulho possível e, assim, não incomode muito.

Principalmente devido à presença de bebês ou idosos ou em espaços menores e compartilhados, como em apartamentos, onde, geralmente, os barulhos produzidos por cães podem incomodar os vizinhos.

Embora seja uma característica inerente aos cachorros, o latido desses animais pode se tornar um problema para o dono, dependendo do ambiente e do tipo de rotina que as pessoas levam.

Para atender a essa necessidade, listamos abaixo as 5 raças de cachorros que latem pouco:

  • 01 de 5

    Bulldog Inglês

    Cachorro da raça Bulldog Inglês

    Uma das raças mais populares dos Estados Unidos, o Bulldog Inglês tem se popularizado em outros países, como no Brasil, justamente por se tratar de um cãozinho com temperamento dócil e de fácil adestramento.

    O grande ponto positivo desse tipo de cachorro é que se trata um animal que não late com tanta frequência e costuma parar quando é repreendido.

  • 02 de 5

    Yorkshire Terrier

    Yorkshire em pé nas plantas

    Apesar de possuir um temperamento cheio de energia e de ser bastante amável, o Yorkshire é uma das boas opções para quem busca um animal mais independente e que não faça tanto barulho. Além disso, tratam-se de seres tímidos e que latem apenas em situações que fujam da rotina em que ele está acostumado.

  • 03 de 5

    São Bernardo

    São Bernardo

    Se a procura é por um cachorro paciente e que tenha facilidade em lidar com crianças, outros animais e estranhos, o São Bernardo é a companhia perfeita. Esses cãezinhos são dotados de um temperamento dócil e só latem em situações extremas, nas quais se sintam ameaçados.

  • 04 de 5

    Pug

    Pug com a língua para fora

    Os cãezinhos dessa raça também são bastante receptivos e podem conviver bem com os outros membros da família e os demais animais da casa. O Pug é um cão totalmente silencioso e não reage negativamente a estranhos.

    Quando se sente ameaçado, sua tendência é procurar seu dono ou algum local onde se sinta mais seguro. Por essa razão, trata-se de um animal que late apenas em situações especiais.

  • 05 de 5

    Shar Pei

    Shar Pei deitado

    Apesar de ser um protetor e um cão extremamente fiel ao dono, o Shar Pei também é conhecido por se comportar de forma mais reservada e tímida, latindo em ocasiões mais especiais ou em que ele se sinta ameaçado. O temperamento teimoso desse animal requer bastante atenção e paciência do dono, para ensiná-lo a obedecer a orientações, como “silêncio”.

Por que os cães latem?

Apesar de se tratar de algo comum na atitude dos cachorros, muitas pessoas se questionam as razões pelas quais esses animaizinhos latem. A explicação para essas ações é, sobretudo, por se tratar de ações que, na maioria das vezes, acontecem instintivamente.

As principais razões são:

  • Comunicação: sim, os cães se comunicam através de seus latidos e, assim como os seres humanos, eles utilizam esses recursos para se expressar e se comunicar com outras pessoas ou animais. Por isso, nem sempre que os cachorros latem significa, necessariamente, que eles estão muito bravos.
  • Alertas/Formas de defesa: os cães também latem para expressar situações de risco e intimidar outras pessoas ou animais em situações nas quais eles se sintam ameaçados. A maioria dos cachorros também utilizam esse recurso para alertar seus donos de algum perigo.
  • Expressão de sentimentos: cachorros também conseguem utilizar seus latidos para expressar seus sentimentos e sensações momentâneas. É comum que esses animais se expressem situações de felicidade, saudade, fome, sono e afins.