10 raças de cachorros mais dóceis que se dão bem com qualquer um

Poder abraçar e se divertir juntinho do seu pet é com certeza uma das melhores partes de se criar um cachorro. E para quem gosta muito de fazer isso, o ideal é adotar uma raça com temperamento mais dócil, que não se incomoda com muito contato físico ou de estar rodeada de pessoas.

Cães mais dóceis, na verdade, são excelentes para quase todo tipo de situação. Apenas no caso de se querer aproveitar o cachorro numa função específica, como cão de guarda, a docilidade da raça pode se tornar um incômodo.

Neste artigo, nós apresentamos para você uma lista com as 10 raças mais dóceis de cachorro. Os animais nessa lista são a prova de como os cães se acostumaram a conviver harmoniosamente com os seres humanos e a dar e receber carinho deles.

  • 01 de 10

    Labrador

    Labrador Retriever preto

    Quem ouve falar no Labrador, logo pensa num cachorro muito dócil. Esses grandalhões peludos têm um temperamento super pacífico e podem se dar bem com praticamente qualquer outro animal ou humano.

    Além disso, por serem cheios de energia e disposição, podem fazer companhia aos seres humanos em atividades tão diferentes como guiar deficientes visuais pelas ruas da cidade ou fazer uma trilha no meio da floresta.

  • 02 de 10

    Golden Retriever

    Golden de perfil

    O Golden Retriever não fica para trás do Labrador. As duas raças guardam diversas semelhanças e uma delas é a incrível docilidade. E, no caso do Golden Retriever, a docilidade também vem acompanhada de muita energia. Esses adoráveis cãezinhos detestam ficar parados num lugar por muito tempo e adoram se aventurar ao ar livre.

    E por mais que reste neles certo instinto de proteção, a raça não é indicada como cão de guarda, por razões óbvias: é bem possível que ela queira fazer amizade com os estranhos indesejáveis.

  • 03 de 10

    Beagle

    Rosto Beagle

    O Beagle consegue representar bem o ditado que diz que o cão é o melhor amigo do homem. Esses encantadores cachorros orelhudos simplesmente adoram se divertir, e se puderem fazer isso ao lado de seus tutores, ficarão com certeza muito felizes.

    Donos de um olfato super apurado, os Beagles não se cansam de seguir os odores que encontram no ambiente e, até por isso, é melhor que eles vivam em espaços abertos ou que pelo menos possam se distrair ao ar livre de vez em quando.

  • 04 de 10

    Bulldog Inglês

    Bulldog Inglês preço

    O Bulldog Inglês pode ter até uma carinha “carrancuda”, mas ele definitivamente não é de arranjar inimigos. Por mais que os antepassados da raça tenham sido utilizados em atividades sangrentas (como brigas com touros!), o Bulldog Inglês de hoje em dia é um perfeito lorde.

    Os cães dessa raça são muito dóceis e tranquilos, e adoram receber o carinho dos seus tutores. Por outro lado, como todo cão braquicefálico, o Bulldog tende a sofrer com problemas respiratórios.

  • 05 de 10

    Pug

    Pug olhando pra cima

    O Pug tem uma longa história como cachorro de companhia. Originários da China, com o tempo eles passaram a encantar pessoas do mundo todo com seu jeito amigável, por vezes brincalhão, por vezes bastante preguiçoso.

    Na verdade, os Pugs podem se tornar tão dependentes do afeto humano, que podem sofrer bastante quando se separam de seus tutores. Outro ponto a se prestar atenção é que o jeito mais preguiçoso do Pug pode levá-lo a desenvolver obesidade, o que pode ser evitado com passeios curtos e muita brincadeira.

  • 06 de 10

    Border Collie

    Border Collie correndo na grama

    O Border Collie é um cão realmente impressionante. Considerados por muitos especialistas em comportamento canino como a raça mais inteligente do mundo, eles estão sempre dispostos a impressionar os seus tutores com as suas muitas habilidades.

    Aproveitados há muito tempo como cães pastores, os Border Collies se tornaram obedientes e afetuosos, sem nunca deixar de lado o seu jeito brincalhão. Por outro lado, Border Collies ainda mantêm um forte instinto protetor e podem não se dar bem com pessoas estranhas.

  • 07 de 10

    Poodle

    Poodle marrom com a língua

    Não é difícil entender porque o Poodle é uma das raças mais populares que existem. Além do seu aspecto muito elegante, a raça também possui uma inteligência rara e é realmente muito dócil.

    Poodles raramente se tornam agressivos ou procuram provocar os seus tutores. Mas é claro que tudo isso depende da correta socialização quando o cão ainda é filhote e também de um adestramento básico.

    E quanto a isso, você não tem com o que se preocupar: o Poodle costuma aprender rapidinho como agradar as pessoas.

  • 08 de 10

    Shih Tzu

    Rosto de um Shih Tzu bege

    O Shih Tzu é um antigo cão de companhia chinês. Assíduo frequentador dos palácios da aristocracia, esse pequeno peludinho aprendeu a ser doce e carinhoso como ele só. O Shih Tzu é do tipo que adora um colo, mas nem por isso costuma brigar com outras pessoas ou animais para ter a atenção do seu tutor.

    Mesmo assim, Shih Tzus podem ser um pouco teimosos, o que pode ser corrigido com um treinamento básico.

  • 09 de 10

    Maltês

    Maltês correndo na grama

    O elegante Maltês também é outro cachorro com uma história milenar. Diz-se até que tenham sido muito apreciados entre os gregos e romanos de antigamente. Diferente de outras raças, o Maltês sempre foi usado como é hoje, ou seja, como um cão de companhia.

    E o fato de ser bastante dócil contribui muito para isso. Um ponto a se prestar atenção nessa raça são os cuidados que o seu pelo muito sedoso demanda para que fique sempre bonito.

  • 10 de 10

    Dachshund

    Dachshund preto deitado

    O Dachshund ou, como é popularmente conhecido, salsichinha não precisa fazer muito para ganhar o afeto das pessoas. É difícil não olhar para a sua carinha amigável e não se apaixonar pela raça. Com suas perninhas curtas, no entanto, o Dachshund é capaz de ir bem longe. Eles possuem bastante energia e gostam de se aventurar por toda parte.

    Porém, depois de um bom passeio, eles sempre voltam balançando o rabo receber o carinho de seus tutores.

Educação é tudo para ter um cão dócil

Ter um cãozinho dócil em casa é tudo de bom. Sempre dispostos a dar e receber carinho, eles enchem de alegria nossas vidas e ganham os nossos corações. Porém, é preciso ter mente que mesmo as raças consideradas mais dóceis podem apresentar problemas de comportamento, como latir muito quando percebem algo fora do comum.

Para prevenir isso, é necessário socializar adequadamente o pet desde que ele seja apenas um filhote e também adestrá-lo para situações básicas, como a chegada de um estranho em casa.

Além disso, boa parte dos problemas de comportamento podem ser evitados desde que se ofereça um ambiente confortável para o seu cãozinho viver, inclusive com doses generosas de abraços e brincadeiras.

Gostou desse conteúdo? Compartilhe nas suas redes e deixe seus amigos conhecerem também as raças de cachorro mais dóceis!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *