10 raças de cachorro que mais latem

O latido é a voz do seu cachorro e um recurso muito importante para ele se expressar. Fizemos uma lista com 10 raças que latem muito. Confira

É bem comum as pessoas dizerem que o excesso de latido é grande um inconveniente que os cães podem trazer para nossas vidas. Há inclusive aquelas que preferem não adotar exatamente por esse motivo, especialmente quando a vizinhança não aceita muito bem o barulho que os pets fazem.

Entretanto, se você quer muito ter um amigo canino, mas o latido é um verdadeiro problema para você, saiba que esse comportamento pode variar bastante de raça para raça, e que ele pode ser amenizado através de determinadas técnicas. Neste artigo, vamos te mostrar quais são as raças de cachorro que mais latem e por que elas fazem isso.

Antes, porém, é preciso que você saiba que o latido é um comportamento natural de todo cão. O que deve ser motivo de atenção, portanto, é a frequência e o motivo específico para o seu cão latir.

Por que os cães latem

O latido é, em resumo, a voz do seu amiguinho. Ele é um recurso muito importante para ele se expressar, para dizer o que está sentindo ou que está vendo no mundo. E é inclusive recomendável que o tutor preste atenção ao que o seu pet está querendo “dizer”.

Mas atenção: latidos não são todos iguais! Eles podem ter vários significados e motivações. Os principais são:

  • afastar ou alertar sobre uma ameaça.
  • diminuir a ansiedade ou estresse.
  • chamar a atenção das pessoas (por exemplo, quando ele quer te dizer: “Humano, estou com fome! Me dê comida!”)
  • diminuir o tédio ou a solidão, sobretudo quando ele fica muito tempo sozinho.
  • comunicar-se com outros cães.
  • expressar alegria, como quando você chega em casa depois do trabalho.
  • quando ele sente uma dor ou problema de saúde.
  • quando ele sente medo ou se incomoda com algo, seja aquele vizinho rabugento ou o barulho de trovão!

Como você deve ter percebido, as razões podem variar bastante, não é mesmo? O tutor deve, especialmente, prestar atenção em alguns tipos de latido. Por exemplo, se o seu cão latir por muito tempo ou sem um motivo aparente, é recomendável procurar entender o que está por trás disso e recorrer a um especialista.

As 10 raças que mais latem

A quantidade de latido também pode variar bastante raça para raça. Há desde aquelas que vivem fazendo barulho por qualquer coisa, como o Chihuahua e o Yorkshire Terrier, até aquelas que fazem pouquíssimo barulho (ou nenhum, como é o caso da raça conhecida como Basenji).

Abaixo você encontra uma lista das raças de cachorro que mais latem. Você verá que não há apenas “baixinhos falastrões” nela. Alguns grandões também adoram usar as cordas vocais.

1. Chihuahua

Chihuahua sentado

Quem conhece esta raça sabe muito bem de todo o barulho que ela é capaz de fazer. Esse comportamento dos chihuahuas se deve ao seu temperamento ciumento e um pouco desobediente. Eles frequentemente gostam de testar a paciência do seus donos.

2. Lulu da Pomerânia

Lulu da Pomerânia em pé na grama

Apesar da aparência fofa e cativante, o Lulu da Pomerânia pode ser bem agressivo, especialmente com estranhos. Esses pequeninos são bem corajosos e não costumam dar bola para o próprio tamanho. Se o seu lulu da Pomerânia enxergar alguma ameaça, ele não hesitará em partir para cima – fazendo muito barulho, é claro!

3. Beagle

Beagle olhando para cima

Beagles são famosos pelo seu companheirismo, mas também podem ser bem barulhentos. Especialmente se deixados sozinhos ou não receberem atenção dos seus tutores, eles podem soltar a voz e incomodar bastante a vizinhança.

4. Yorkshire terrier

Tudo sobre o Yorkshire Terrier

Esta é outra raça bem corajosa e determinada. O Yorkshire Terrier não tem medo de encarar o perigo e de afastá-lo com seu forte latido. O problema, claro, é que muitas vezes ele abusa dessa ferramenta, e isso pode não ser muito agradável para os seus ouvidos.

5. Husky siberiano

Husky Siberiano marrom

Esses adoráveis peludos não são propriamente de latir muito. Na verdade, os Huskies Siberianos gostam mesmo é de uivar! Também, com todo esse jeitão de lobo, não poderia ser muito diferente. Como os Huskies são muito apegados aos humanos, eles tendem a uivar bastante quando se sentem solitários.

6. Pinscher

Pinscher preto deitado na grama

Essa é mais uma raça que impressiona pela energia e coragem. Com suas orelhas grandes e pontudas e seus olhos sempre atentos, o Pinscher não deixa passar qualquer perigo. Ele na verdade adora usar o seu potente latido para manter as ameaças bem longe.

7. Doberman

Doberman na água

Diferente da maioria dos cães de grande porte, o Doberman costuma exagerar um pouco nos latidos. Esta é uma raça especialmente desenvolvida para caça e proteção, e o seu latido é um recurso muito útil para assustar uma presa ou um invasor. O problema é que os Dobermans podem não ser muito seletivos na hora de usá-lo.

8. Lhasa Apso

Lhasa Apso correndo na grama

O Lhasa Apso possui um latido marcante. De tão agudo, pode até causar dores de ouvido no seus donos. Como todo cachorro, ele não faz isso por maldade. Pelo contrário, isso acontece porque a raça tem um instinto natural de proteção – e gosta de avisar aos gatos malvadões da vizinhança que a sua casa está protegida.

9. Cairn Terrier

Cairn Terrier brincando com bola

Como os outros cães da família terrier, esta raça também tem grande tendência a latir. O Cairn Terrier conserva um impressionante extinto caçador e usa o seu latido para avisar de uma “presa” ou perigo por perto (mesmo que se trate apenas de um senhorinha passando em frente ao portão).

10. Schnauzer

Schnauzer preto e branco

Por último (mas não menos barulhento), temos o Schnauzer, que é outro exemplo de pequenino que adora latir. Como você deve imaginar, isso se deve ao fato de estarem sempre alertas. Ainda que o seu o latido possa soar desagradável, tal característica torna os Schnauzers muito úteis inclusive para vigiar o lar.

Para (quase) tudo há remédio

O barulho que o seu cãozinho faz pode de fato ser bem desagradável. No entanto, é necessário que o tutor entenda que latir é uma necessidade do animal.

Em boa parte dos casos, o que ele deseja é simplesmente proteger a casa e as pessoas que ele ama. Especialmente nas raças pequenas (e como você deve ter percebido, elas são quase sempre as que mais gostam de latir) o latido é um recurso muito importante para mostrar “quem é que manda no pedaço”.

Por outro lado, mesmo nas raças mais propensas a latir, o treinamento e a forma como o tutor trata o seu pet podem fazer uma grande diferença. Não importa se o seu cão está na lista de raças desobedientes, saber impor limites e recompensar o bom comportamento é um exercício necessário para tornar qualquer cão mais sociável.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *