As 8 melhores raças de cachorro para proteção pessoal

Conheça as raças de cachorro para proteção pessoal que protegem os seus donos em variadas situações, não apenas quando eles estão em casa.

Os cachorros podem ser úteis aos seres humanos de diversas maneiras, que vão bem além de simplesmente nos fazerem companhia. Hoje nós falaremos das raças de cachorro mais indicadas para uma função que é muito importante, a de proteção pessoal. Os cães para proteção pessoal são aqueles que protegem o seu dono em variadas situações, não apenas quando eles estão em casa.

Muitas das raças que listaremos aqui também são indicadas como cães de guarda convencionais, pois as habilidades para essas funções são muito parecidas.

Cães para proteção individual necessitam de muito mais que força física. Eles também precisam ser inteligentes, leais e devem saber exatamente quando agir, diferenciando o que é uma ameaça do que não é. Cães que são muito agressivos não são indicados para proteção individual, pois podem causar acidentes, incluindo agredir o próprio dono.

  • 01 de 8

    Pastor Alemão

    Pastor Alemão deitado na grama

    O Pastor Alemão com certeza merece estar na nossa lista, pois é um cachorro muito versátil. Eles possui impressionantes habilidades físicas, que se combinam com inteligência, apego e lealdade aos donos. Os atributos do Pastor Alemão fazem com que ele seja aproveitado em diferentes funções, desde o pastoreio de animais e guarda de propriedades rurais, que era sua função original, até cão-policial e cão para proteção pessoal.

    Os especialistas em comportamento canino têm notado que o Pastor Alemão tem se tornado cada vez mais dependente de contato humano, o que inclusive a coloca como uma das raças mais propensas a ansiedade de separação. Essa dependência, no entanto, tende apenas a reforçar o desejo do Pastor Alemão em proteger os seus donos de ameaças, sejam dentro ou fora de casa.

  • 02 de 8

    Rottweiler

    Rottweiler deitado na grama

    Os Rottweilers são uma das raças mais antigas usadas para proteção pessoal. Eles acompanhavam os carregamentos de gado e de carne das fazendas para os açougues, na Alemanha de antigamente. Isso inclusive rendeu à raça o apelido de “cachorro de açougueiro”. O Rottweiler cumpre muito bem a função de proteger seus donos por ser forte, inteligente, leal e muito auto-confiante.

    Rottweilers são em geral animais bastante tranquilos, mas tendem a ser desconfiados com estranhos e não são muito recomendados para famílias com crianças pequenas. Por outro lado, a agressividade da raça pode ser diminuída através da correta socialização e de treinamento.

  • 03 de 8

    Doberman

    Doberman alerta

    O Doberman possui uma história muito antiga na proteção dos seus donos, e eles inclusive surgiram para cumprir essa função. Seu corpo musculoso é mais leve do que pode parecer à primeira vista. Essa formação física é ideal para perseguir invasores, que com certeza terão dificuldades em se livrar dessa fera.

  • 04 de 8

    Dogo Argentino

    Dogo Argentino alerta grama

    O Dogo Argentino é considerado por muitos o cão de guarda perfeito. A raça é resultado de um longo processo de cruzamentos, que visavam combinar as características mais úteis para proteção e vigilância. O Dogo Argentino possui uma força física impressionante e está acostumado a enfrentar grandes perigos. Muito populares nas fazendas da Argentina, eles enfrentam com sucesso animais ferozes de grande porte, como pumas e javalis.

    Desde que possam desfrutar do espaço de que necessitam para viver bem, os Dogos Argentinos poderão proteger seus donos nas cidades com muita lealdade.

  • 05 de 8

    Pastor Belga

    Pastor Belga personalidade

    O Pastor Belga lembra bastante o Pastor Alemão, não apenas na aparência, como também no temperamento e nas qualidades para ser um bom cão de guarda. Velozes, inteligentes e apegados aos donos, os Pastores Belgas são muito usados na proteção de propriedades rurais, mas também podem se sair muito bem para proteção pessoal.

    A raça possui quatro variantes, sendo que a mais popular no Brasil é a Groenendael. Um requisito para manter o seu Pastor Belga saudável é oferecer bastante espaço para ele se movimentar e gastar sua energia. A raça é conhecida por ser bastante dócil, inclusive com crianças pequenas.

  • 06 de 8

    Boxer

    Boxer latindo com a língua para fora

    O Boxer é um bom exemplo de como um cão pode ser útil para proteger os seus donos e ainda ser muito brincalhão. A raça é cheia de energia e simplesmente adora interagir com a família, sendo inclusive indicada como companhia para crianças pequenas, as quais buscarão fornecer proteção também.

    Os Boxers já exerceram diversas funções ao longo da história. Já foram cães pastores e já lutaram nas duas guerras mundiais, e hoje em dia, além de cães para proteção individual, são também úteis como cães-policiais e cães-guia para deficiente visual.

  • 07 de 8

    Akita

    Akita Inu

    O Akita é uma raça de cachorro japonês e são muito conhecidos por serem cachorro fieis e leais aos seus donos. Mesmo não sendo exatamente cachorros carinhosos, os Akita procuram estar ao lado dos seus donos quando estes precisam de proteção.

    Tendem a ser desconfiados com estranhos e com outros cachorros. Isso, claro, pode ser amenizado com treinamento e socialização, que devem começar desde que o Akita é apenas um filhote.

  • 08 de 8

    Schnauzer Gigante

    Schnauzer gigante

    Entre as qualidades do Schnauzer Gigante, estão a tranquilidade quando está em repouso e a coragem e energia na hora de proteger a família. Uma característica interessante do Schnauzer Gigante é a sua resistência a água, garantida por uma pelagem impermeável. Ou seja, mesmo debaixo d’água ele poderá te proteger.

Cães para proteção pessoal precisam de treinamento

Você pôde ver neste artigo as raças mais adequadas para proteger os seus donos, seja dentro de casa ou na rua. Entre as qualidades necessárias para essa função, estão o vigor físico, a inteligência, a paciência e a lealdade aos seus donos.

Porém, mesmo sendo naturalmente protetoras, essas raças também precisam de um treinamento adequado. É importante saber que um bom cachorro de proteção pessoal deve manifestar a sua agressividade apenas nos momentos em que ela é realmente necessária. O treinamento, portanto, também serve para evitar que os cães se tornem muito bravos.

Gostou? Compartilhe nas suas redes sociais e deixe os seus amigos conhecerem as raças de cachorro mais indicadas para proteção pessoal!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *