Cachorro latindo muito: o que fazer?

Cachorro latindo muito: o que fazer?

Um cachorro latindo muito pode ser uma situação anormal e é muito importante entender as causas e o que pode ser feito para o cachorro latir menos.
Cachorro latindo muito

Um dos principais inconvenientes que um cachorro pode trazer para sua vida é o barulho, especialmente quando ele late muito. Muitas pessoas, inclusive, apontam essa como a principal razão para não adotarem um cão. Entretanto, é preciso ter em mente que o latido é um comportamento natural de todo cachorro. Observar o que o seu pet está “dizendo” é inclusive muito importante para entender como anda a saúde física e mental dele.

Neste artigo vamos te ajudar a entender melhor por que o seu cachorro late muito e também algumas dicas bem úteis do que fazer para seu cão latir menos e do que não fazer em hipótese alguma.

Por que os cachorros latem

Em resumo, o latido é a voz do cachorro. Logo, é uma das principais formas de ele se comunicar, de expressar que está sentido algo ou que percebeu alguma coisa. Existem tipos diferentes de latidos, e é interessante para o dono entender o que está por trás de cada um deles.

Abaixo, nós listamos os principais tipos:

Latido de alerta

Esse é um tipo de latido bem comum. Ele expressa que o seu cão percebeu algo perigoso ou incomum e acha que é importante te avisar sobre isso. É um latido alto e agudo, soa forte e autoritário. Esse tipo é especialmente interessante quando os cães são usados para proteção e vigilância.

Ansiedade e estresse

O latido pode ser uma forma do seu pet diminuir a ansiedade ou o estresse que ele está sentindo. Ele pode inclusive ser sintoma de algum trauma ou síndrome psicológica. Esse tipo de latido costuma ser estridente e pode vir acompanhado de gemidos.

Cachorro latindo para chamar atenção

Seu cachorro pode latir para chamar a sua atenção, sem que ele esteja percebendo qualquer perigo por perto. Nesse caso, é bem provável que ele queira apenas brincar com você, que esteja com fome ou que quer receber algum tipo de agrado ou carinho.

Tédio e solidão

O seu cão fará esse tipo de latido quando se sentir entediado ou solitário. Ele basicamente irá latir para ter alguma coisa para se distrair e liberar energia.

Comunicação com outros cães

Essa é outra forma bem comum de latido, e você com certeza já deve ter presenciado um coral de cães de uma mesma vizinhança latindo todos ao mesmo tempo.

Latido de alegria

Esse latido costuma ser mais agitado e ritmado e os filhotes adoram fazê-lo. Mas a maioria dos cães, por exemplo, ao perceber que o seu dono vai sair para passear com ele, começará a latir de alegria.

Quando o latido é um problema

Latidos podem indicar que algo de errado está acontecendo com o seu cão, e talvez esse deva ser o principal motivo para você se preocupar com o barulho que ele está fazendo.

Por outro lado, o latido muito alto ou muito frequente pode ser um grande incômodo para você ou para seus vizinhos. O excesso de latido também pode ter vários motivos.

Confira a seguir alguns casos em que se deve prestar mais atenção ao latido do seu pet:

Problemas físicos

Cães podem latir se estiverem sentindo alguma dor ou mal-estar. Isso pode ser detectado se ele começar a latir caso você toque em alguma região específica dele, como uma pata ou uma orelha. Em outros casos, no entanto, será mais difícil saber que o seu animal está doente. É recomendável, portanto, que você o leve ao veterinário assim que perceber que ele anda frequentemente latindo “sem motivo”.

Problemas psicológicos

Como dissemos anteriormente, os cães podem latir quando se sentem estressados, ansiosos, entediados ou solitários. Especialmente se você deixa ele sozinho em casa por muito tempo, ou não dá a devida atenção a ele, o seu cachorro pode começar a latir mais que o normal, e você deve prestar atenção a isso.

O latido pode se tornar frequente também após alguma separação (da mãe ou de um antigo dono, por exemplo) ou outras situações traumatizantes. É bem comum também que cães que sofrem ou já sofreram agressões estejam propensos a latir mais.

O cão também pode latir por sentir medo de alguma coisa. Pode se tratar de uma determinada pessoa, de outros animais ou de um barulho.

Idade avançada

Os cachorros também costumam latir mais (e mais alto) quando ficam mais velhos. Alguns problemas de saúde típicos da velhice também podem surgir, como Alzheimer e glaucoma, e isso pode levar seu pet a fazer mais barulho.

Territorialismo

Cães são em geral animais naturalmente territorialistas. Esse é um dos motivos mais comum para o excesso de latido, e você pode detectá-lo caso o seu cachorro comece a latir muito quando está em algum lugar específico, como a casa em que vocês moram ou a caminha onde ele dorme.

O que pode ser feito pelo dono quando o cachorro está latindo muito

Agir na causa do latido

A primeira coisa a se fazer é entender o que pode estar por trás do latido e, então, tentar agir diretamente na causa. Se o seu cão está entediado, por exemplo, experimente brincar ou sair para passear com ele.

Se o que o incomoda é uma dor em algum parte do corpo, não hesite em levá-lo ao veterinário para que ele seja devidamente avaliado e possa receber tratamento.

Melhorar o ambiente

Você também pode tentar melhorar o ambiente em que o seu cachorro vive. Evite gritar ou ser agressivo com ele. Tente afastar ruídos, objetos ou situações que possam causar medo e estresse no seu cão. Procure criar um ambiente agradável, com espaço aberto, brinquedos, caminha, etc.

Treinamento

Você ainda pode ensiná-lo a latir menos. Demonstre ao seu cão que há um limite para o latido dele. Por exemplo, depois de cinco latidos seguidos, experimente censurá-lo, ordenando que pare de latir. Experimente também dar algum petisco a ele depois que ele já estiver bem quietinho. Assim, ele compreenderá o que fazer ou não para ser recompensado.

O que não fazer

Não fazer nada

A primeira coisa a não fazer é exatamente não fazer nada quando o seu cão está latindo excessivamente. Deixar que ele simplesmente fique lá, fazendo barulho, irá fazê-lo se sentir livre para continuar o que está fazendo. Logo, é sempre bom tomar alguma atitude como, por exemplo, retirar o seu cão do lugar onde está latindo.

Gritar

Nunca grite com o seu amigo de quatro patas. Além de não ser eficiente para fazer ele ficar quieto, pode, ao contrário, estimular o cão a fazer ainda mais barulho.

Bater ou machucar

Nunca bata, nem use instrumentos que causem dor ao animal, como coleiras de choque. Além de ser uma crueldade com o seu pet, é bem provável que ele aprenda a se desvencilhar dessas punições, sem necessariamente parar de latir.

Conclusão

Como você deve ter observado, as razões para o latido excessivo do seu cão podem ser bem diferentes. Elas podem ser desde um problema mais simples, como algum barulho que esteja incomodando-o, até um problema sério de saúde, uma infecção ou lesão muscular, por exemplo.

Em todo caso, é sempre bom tomar alguma atitude, não apenas para que você ou seus vizinhos se sintam mais aliviados, mas para que o seu pet possa se sentir melhor. Ser um bom dono para o seu cachorro inclui, com certeza, prestar atenção ao que ele está dizendo.

Por último, uma curiosidade: você sabia que, dependendo da raça, os cães podem ser mais ou menos barulhentos? Sugerimos que você leia o artigo que nós preparamos sobre as raças que latem pouco.