Quantidade de ração para cachorro: saiba como calcular corretamente

Saber o quanto de ração oferecer para o cachorro é essencial. Veja como calcular a quantidade de acordo com o porte e a fase de vida do animal

filhote husky siberiano com comedouro

Alguns cães podem ser muito gulosos e se o tutor deixar, eles podem comer o pote inteiro de ração em apenas uma refeição. Por isso, é de extrema importância que você calcule a quantidade ideal para que ele possa se alimentar de maneira correta.

Dar ração demais ou até mesmo de menos, pode prejudicar consideravelmente a saúde do seu amigo de quatro patas. E a quantidade nunca é a mesma para todos os cães, logo, tudo vai depender do tamanho, idade, nível de exercício e necessidades do animal.

Neste artigo iremos te auxiliar para que você tenha um embasamento do quanto pode oferecer para seu cachorro. Mas lembre-se! A melhor maneira de saber a quantidade ideal de ração para o pet, é por meio de uma consulta com o médico veterinário. Além da dosagem, o profissional também indicará um tipo de ração específica para o seu pet.

Como calcular a quantidade de ração para o cachorro?

lulu com bebedouro e comedouro

Errar na quantidade de ração para o cachorro é mais comum do que se pensa. Para evitar o erro, é necessário fazer um cálculo para que você consiga oferecer para o pet a quantidade exata e sem exageros.

A dosagem é baseada no porte do cão, mas a qualidade e necessidade nutricional deve ser passada por um profissional após exames específicos.

Confira como calcular a quantidade de ração:

  • Porte Miniatura I – (Até 3kg): média de 7% do peso ideal
  • Porte Miniatura II –de 3 a 5kg): 5 – 6% do peso ideal
  • Porte Pequeno – (de 5 a 10kg): 4 – 5% do peso ideal
  • Porte Médio – (de 10 a 22kg): 4 – 5% do peso ideal
  • Porte Grande – (de 22 a 40kg): 3,5 – 4,5% do peso ideal
  • Porte Gigante – (40kg +) : 3,5 – 4% do peso ideal

Existem exceções da média do peso ideal como por exemplo, border collie, bulldog francês, doberman (6%), chihuahua (8-10%), labrador (3,5%), pug e spitz alemão (4%).

Também é interessante dividir a quantidade de comida do dia em 2 ou mais refeições. Para saber quanto servir para seu peludo é simples, basta fazer cálculo:

Peso X (% de acordo com as características do cão) = quantidade de gramas por dia. Ex: Cão de 10 quilos (porte médio) = 10 X (4%) = 0,4 = 400g de comida por dia.

Quantidade de ração para os cachorros filhotes

Yorkshire comendo ração

Antes do primeiro ano de idade, a quantidade de ração deve corresponder a cerca de 10% do peso corpóreo do filhote. A partir de 1 ano, a quantidade passa a acompanhar o peso, o porte e a idade do animal. Confira:

– Porte miniatura: durante os primeiros 3 meses de vida ele precisará consumir de 30g a 80 g por dia. De 3 a 6 meses aumente para até 120 g. A partir desse período o seu cão pode ser alimentado com a ração para adultos.

– Porte pequeno: até completar 3 meses os cães de porte pequeno devem ser alimentos com uma quantidade de ração que varia entre 65 g e 135 g por dia. Depois, até completar 6 meses, de 80 g a 150 g.

– Porte médio: de 1 a 3 meses de vida filhotes desse tamanho precisam receber entre 100 g e 358 g por dia de ração. De 3 a 6 entre 200 g e 400 g, e de 6 a 9 de 230 g a 450 g.

– Porte grande: filhotes que possuem entre 1 e 3 meses de vida devem receber uma quantidade diária de ração que varia entre 120 g e 400 g. Entre 3 e 6 meses essa quantidade pode variar entre 300 g e 650 g. De 6 a 9 o valor fica entre 500 g e 750 g. Por fim, entre 9 e 15 meses é indicado alimentá-lo com uma quantidade que varia entre 550 g e 800 g por dia.

– Porte gigante: cães que considerados de porte gigante devem receber uma boa dose de ração desde o primeiro mês de vida. Desse período até completar 3 meses o indicado é alimentá-lo com entre 200 g e 500 g por dia. Entre 3 e 6 meses essa quantidade aumenta para um valor diário que mínimo de 480 g e máximo de 750 g. De 6 a 9 ele deve receber entre 690 g e 900 g, enquanto de 9 a 15 de 700 g a 1000 g. Por fim, de 15 a 21 meses de 750 g a 1100 g.

Em caso de dúvidas ou se o animal demonstrar que não está se sentindo saciado com a quantidade de ração oferecida, é muito importante que você busque a ajuda de um médico veterinário.

É essencial que o animal obtenha todos os nutrientes, vitaminas e minerais através da alimentação, para que fique sempre forte e saudável. Escolha uma ração de qualidade. Boa sorte!

 

Comentários