Tudo sobre a raça Spitz Alemão

Conheça tudo o que você precisa saber sobre a raça Spitz Alemão como o seu temperamento, personalidade, características físicas, fotos, preço, cuidados e muito mais. Confira!
  • Tudo sobre a raça Spitz Alemão
  • Raça Spitz Alemão
  • Spitz Alemão bege na rua
  • Perfil Spitz Alemão
  • Spitz Alemão branco na neve
  • Spitz Alemão preto na grama
  • Spitz miniatura deitado
  • Spitz Alemão médio na grama
  • Spitz Alemão gigante

Você pode achar que não conhece a raça Spitz Alemão, mas com certeza já ouviu falar do Lulu da Pomerânia, aquele cãozinho de aparência super meiga que parece um ursinho de pelúcia. Pois os “Lulus” nada mais são que exemplares de Spitz Alemão de porte anão. Os Pomerânias se tornaram tão populares que ganharam seu próprio padrão de raça na maioria das sociedades caninas. Além disso, existe uma grande controvérsia sobre a classificação do Spitz gigante, pois muitos especialistas afirmam que o Keeshound tem origens holandesas e não deveria constar na família dos Spitz Alemães.

Os cães classificados como Spitz Alemães compreendem 5 raças diferentes que, de acordo com a Federação Cinológica Internacional (FCI), formam um único padrão. A família canina dos Spitz é uma das mais antigas do mundo e engloba numerosas raças originárias dos países nórdicos e germânicos. Estas raças compartilham muitas similaridades e são quase idênticas em sua aparência, porém possuem cores e tamanhos diferentes. São elas: Spitz tipo lobo ou gigante (Keeshound), Spitz grande, Spitz médio, Spitz pequeno e Spitz anão (Pomerânia).

Tendo em conta estas considerações, dedicaremos este artigo aos “clássicos” Spitz Alemães de porte pequeno, médio e grande. A seguir, te contaremos suas principais características físicas e comportamentais, além dos cuidados que necessitam para preservar sua boa saúde.

Índice – você encontrará as seguintes informações nesse artigo:

  1. Ficha técnica do Spitz Alemão
  2. Características da raça
  3. Personalidade do Spitz Alemão
  4. Como cuidar de um Spitz Alemão
  5. Características físicas
  6. Possíveis problemas de saúde de um Spitz Alemão
  7. Filhote de Spitz Alemão
  8. Preço do Spitz Alemão?
  9. Dúvidas sobre a raça
  10. História e Origem

Ficha técnica da raça Spitz Alemão:

Adaptação
Bom para apartamento
Gosta de ficar sozinho
Gosta de outros cachorros
Gosta de gatos
Gosta de estar com a família
Higiene e saúde
Cuidados com a higiene
Riscos com a saúde
Solta pelos
Tamanho
Treinamento
Fácil de adestrar
Necessidade de exercícios físicos
Late muito
Gosta de brincadeiras
Características da raça:

Grupo: Grupo dos Toys e Grupo dos Não Esportistas
Altura: de 20 cm a 49 cm dependendo de seu tipo
Peso: 45 a 52 kg para machos e 35 a 40 kg para fêmeas
Personalidade: Dedicado, Vivaz, Atento, Treinável, Robusto
Expectativa de vida: 13 a 15 anos

Personalidade e temperamento do Spitz Alemão

Apesar de suas evidentes diferenças de tamanho e colorações, os Spitz Alemães mostram personalidades bastante parecidas, que coincidem em seus principais aspectos. São cães muito dinâmicos e alegres, que estão sempre atentos e alertas para os estímulos de seu entorno. Em seu núcleo familiar, se mostram muito apegados e devotos a seus tutores, porém, também são donos de um importante instinto territorial em relação a pessoas e animais desconhecidos. A socialização será crucial para ensiná-los a se relacionar positivamente com as pessoas, com outros animais e também com seu próprio ambiente.

Personalidade do Spitz Alemão
Os Spitz Alemães são cães muito dinâmicos e alegres.

Como se trata de uma raça primitiva, é importante entender que os Spitz Alemães costumam ser mais independentes e reservados que as raças que foram criadas para ser cães de colo ou de companhia. Independente de seu porte, estes cães sempre mostram um temperamento forte e valente, estando sempre preparados para proteger sua família e seu território. Por isso, devem ser bem educados, preferencialmente por um tutor experiente, para aprender a respeitar as normas de seu lar e não se exceder nos latidos. Os Spitz podem se tornar ladradores compulsivos quando não são bem adestrados, o que costuma trazer muitos problemas a seus tutores.

Como cuidar de um Spitz Alemão

As diferentes raças de Spitz Alemães também coincidem nos cuidados que requerem para permanecer saudáveis, fortes e felizes. Sua bela e abundante pelagem deve receber escovações diárias para evitar a formação de nós e eliminar impurezas e pelos mortos. Durante as épocas de muda (outono e primavera), o ideal é realizar 2 escovações diárias para evitar o acúmulo de pelos pela casa. Os banhos podem ser dados 1 vez a cada 2 meses, sempre com uma escovação prévia. Lembre-se que o excesso de banhos prejudica a saúde do seu cão, pois elimina a oleosidade natural que reveste e protege todo seu corpo.

Para complementar a higiene de seu Spitz Alemão, recomendamos limpar diariamente as remelas que podem se formar em seus olhos, além de escovar seus dentes, pelo menos, 3 vezes por semana.

Como são cães ativos, os Spitz Alemães precisam realizar atividade física diariamente para gastar sua energia, além de manter um peso saudável e um comportamento equilibrado. Além disso, o treinamento é indispensável para que todo cão possa liberar tensão e evitar os sintomas negativos relacionados ao stress. Os Spitz de porte pequeno, por seu reduzido tamanho, podem realizar passeios mais curtos, com 20 a 30 minutos cada um, de 2 a 3 vezes por dia. Já os cães de porte médio ou grande devem realizar, pelo menos, 3 passeios diários de 35 a 45 minutos. Também é preferível contar com um espaço ao ar livre (como uma varanda, um jardim ou um pátio) para os exemplares de maior tamanho.

Independente de seu tamanho, todo Spitz Alemão deve ser socializado e bem educado desde filhotes para saber respeitar as normas de seu lar e se relacionar positivamente com as pessoas, com os animais e com seu território. E assim como todo cão, os Spitz Alemães precisam e merecem receber uma alimentação equilibrada para se manter fortes, saudáveis e ativos. Escolha sempre uma ração de excelente qualidade como base de sua dieta e lembre-se de respeitar as porções adequadas ao seu tamanho, seu peso e sua idade. Não exagere nos petiscos e guloseimas, pois estes cães tem certa tendência à obesidade.

Características físicas do Spitz Alemão

Como a maioria das raças antigas, os Spitz se destacam por seu aspecto mais rústico que as raças modernas. Possuem um corpo forte, robusto e compacto, que está sempre revestido por uma abundante pelagem em cores sóbrias. Os Spitz Alemães são quadrados de corpo, ou seja, sua altura é proporcional ao comprimento de seu corpo. Sua pelagem é formada por 2 camadas de pelos, uma interna e outra externa. A camada interna é impermeável e está composta por pelos curtos, densos e lanosos. Já a capa externa exibe pelos longos, lisos e bem separados entre si.

A cabeça dos Spitz Alemães parece grande em relação ao corpo, justamente por causa desta densa pelagem que forma uma espécie de pequena juba ao redor de seu rosto e de seu pescoço. Os traços faciais do Spitz Alemão se parecem bastante aos de uma raposa, o que lhes brinda um aspecto mais selvagem. O focinho do Spitz Alemão é notavelmente pronunciado em relação à linha do crânio, mas não deve ser abrupto ou grosseiro. A trufa é pequena e redonda, de cor preta nos exemplares pretos, e de cor marrom (ou pardo) nos cães de colorações marrons. Os olhos são levemente alongados e escuros, de tamanho médio (não devem ser esbugalhados). Já as orelhas são pontiagudas e estão sempre erguidas.

O tamanho dos Spitz Alemão depende de seu tipo:

  • Wolfspitz/Keeshond (Spitz Lobo): 49 cm
  • Spitz Grande: 46 cm
  • Spitz Médio: 34 cm
  • Spitz Pequeno: 26 cm
  • Spitz Anão/Pomerânia: 20 cm

Os Spitz Alemães de porte pequeno, médio e grande tem uma morfologia idêntica, que se traduz em uma aparência muito semelhante, com diferenças claras de tamanho e cores de pelagem. Os Spitz Alemães grandes têm pelagens uniformes que podem ser pretos, pardos ou brancos. Já os Spitz de porte médio e pequeno podem ser uniformes em preto, branco, pardo, alaranjado, acinzentado ou creme, bicolores em combinações alaranjado-creme, preto-fogo, ou manchados.

A seguir, resumimos as principais características físicas dos Spitz Alemães de porte pequeno, médio e grande:

  • Tamanho: entre 42 cm e 50 cm para Spitz grande; entre 30 cm e 38 cm para Spitz médios; entre 23 cm e 29 cm para Spitz pequeno (O Lulu La Pomerânia – Spitz anão – pode ter até 22 cm);
  • Peso corporal: de 4 kg a 15 kg;
  • Contextura física: corpo quadrado, rústico e robusto, coberto por abundante pelagem, peito profundo, dorso curto e forte, com patas fortes e proporcionais;
  • Pelagem: formada por 2 camadas de pelos – a interna possui pelos curtos, grossos e lanosos, já a capa externa exibe pelos longos, lisos e bem separados entre si;
  • Cores de pelagem: Spitz grandes – pelagens uniformes que podem ser pretos, pardos ou brancos; Spitz médios e pequenos – uniformes em preto, branco, pardo, alaranjado, acinzentado ou creme; bicolores ou manchados em combinações alaranjado-creme, preto-fogo.
  • Cabeça: rústica; orelhas triangulares e eretas; focinho levemente afilado e moderadamente pronunciado em relação à linha do crânio; expressões faciais serenas e simpáticas;
  • Olhos: escuros, alongados e bem delineados;
  • Nariz: redondo e pequeno, de cor preta em cães pretos e de cor marrom (ou parda) em cães pardos;
  • Rabo: de inserção alta e coberta por abundante pelagem, está sempre dobrada sobre o dorso do cão.

Problemas de saúde do Spitz Alemão

Todas as raças caninas da família Spitz se caracterizam por uma privilegiada resistência física e excelente saúde. Os Spitz Alemães de porte pequeno, médio e grande possuem uma expectativa de vida entre 13 e 15 anos, dependendo do estilo de vida que leva cada cão. Quando recebem uma boa alimentação e os devidos cuidados, raramente adoecem e se mostram bem dispostos para aprender, brincar e passear.

Todos os exemplares de Spitz Alemão (com exceção do Lulu da Pomerânia) revelam moderada predisposição genética às seguintes condições:

Devemos lembrar que todos os cães, independente de sua raça, sexo, cor ou idade, devem receber uma adequada medicina preventiva para manter sua boa saúde e desfrutar de uma longevidade privilegiada. Para cuidar bem de seu melhor amigo, realize visitas periódicas ao veterinário (de 6 em 6 meses), respeite o calendário de vacinação  e não se esqueça dos tratamentos antiparasitários internos (vermífugos) e externos (pipetas, comprimidos mastigáveis, etc.).

Filhotes de Spitz Alemão

Uma Spitz alemã, por cada gestação, costuma parir de 3 a 4 filhotes, mas a ninhada pode chegar a 6 cachorrinhos nos exemplares de maior porte. Estes pequeninos terão um crescimento acelerado até seus 6 ou 7 meses, porém, só se tornarão adultos a partir do 1º ano de idade. Se sua Spitz fêmea está grávida ou acaba de trazer ao mundo alguns lindos cãezinhos, será muito importante controlar seu crescimento e ganho de peso semanal. Para isso, será fundamental contar com o acompanhamento de um médico veterinário durante toda a gestação e desde os primeiros dias de vida dos filhotinhos. Lembre-se que a saúde dos filhotes é mais vulnerável que a dos cães adultos, pois seu sistema imunológico ainda não está completamente desenvolvido.

Dois filhotes de Spitz Alemão
Dois filhotes de Spitz Alemão.

Quanto custa um Spitz Alemão

Se você está pensando em adquirir um lindo filhote de Spitz Alemão, saiba que seu investimento dependerá fundamentalmente de sua linhagem, seu porte, seu sexo e do canil de origem. Os valores mais elevados, geralmente, são pedidos pelos filhotes puros de Lulu da Pomerânia. Hoje em dia, um filhote de Spitz Alemão, no Brasil, custa entre R$2000 e R$12000.

Lembre-se de optar por canis confiáveis, que estejam devidamente registrados, e cumpram com as normas de segurança e higiene. Não indicamos comprar filhotes diretamente com particulares, em pet shops ou na internet. E uma última dica: você sabia que existem muitos cachorros, de todos os tamanhos, aparências e temperamentos, esperando por uma 2ª oportunidade de receber o carinho de uma família? Adotar é um ato de amor e todo cão, seja mestiço ou de raça definida, pode aprender e brindar afeto incondicional a seus familiares

Dúvidas frequentes sobre os Spitz Alemães

  1. O Spitz Alemão late muito?

    Sim! Os Spitz são cães atentos e extremamente protetores, por isso, podem latir ao escutar qualquer estímulo desconhecido ou som muito alto. Sua intenção é a melhor de todas, pois nos avisa de possíveis perigos ou ameaças em nosso entorno. Porém, se não educamos bem um Spitz Alemão, é muito provável que ele se torne um ladrador compulsivo.

  2. O Spitz Alemão solta muito pelo?

    Sim, os Spitz soltam muito pelo principalmente nas épocas de “muda” de pelagem, que ocorrem durante a primavera e o outono. Por isso, as escovações diárias são parte crucial dos cuidados essenciais de um Spitz Alemão. Esta raça não é indicada para pessoas alérgicas ou que buscam um cão que requer cuidados simples.

  3. O Spitz Alemão é um bom cão para crianças?

    Depende… Os Spitz Alemães (exceto o Lulu da Pomerânia) são cães muito reativos e um pouco reservados. Ao se sentir incomodados ou machucados, podem reagir negativamente, mesmo sem requer causar dano a seus familiares. Por isso, não são indicados para bebês ou crianças pequenas (entre 1 e 10 anos). Porém, são excelentes companheiros para adolescentes e jovens, graças à sua energia e caráter devoto.

    Lembre-se que todo cão, independente de seu tamanho, deve ser socializado e aprender os comandos básicos de obediência canina antes de brincar com as crianças ou com outros pets. Além disso, as crianças devem entender que o cão é um ser vivo que deve ser respeitado, e que toda brincadeira deve ter seus limites.

  4. Os Spitz Alemães podem conviver com outros pets como gatos?

    Os cães da família Spitz possuem um importante instinto territorial e são bastante reservados (com exceção do Pomerânia, que foi criado como cão de colo). Por isso, independente de seu tamanho, devem ser socializados desde filhotes para aprender a conviver e compartilhar seu lar com outros animais.

    Como sempre lembramos, a sociabilidade de todo cão depende fundamentalmente de sua educação e socialização. Se queremos que nosso Spitz Alemão se relacione bem com outros cães ou gatos, será fundamental começar a socializá-lo durante seus primeiros meses de vida, depois de completar a primeira etapa de vacinação e tratamento antiparasitário.

Origem e história dos Spitz Alemães

Como todas as raças antigas, os Spitz Alemães conservam muitos mistérios sobre seu nascimento. Como dissemos ao principio deste artigo, o Keeshound (Spitz lobo ou gigante) é o mais polêmico em relação a suas origens. Hoje em dia, muitos especialistas defendem que sua classificação deveria ser alterada, pois estes cães teriam nascido em território holandês.

Atualmente, a hipótese mais aceita pelas sociedades caninas diz que todos os Spitz compartilham os mesmos antepassados, descendendo diretamente dos cães que viveram durante a Idade da Pedra (Canis familiaris palustris Rüthimeyer). Posteriormente, estes cães foram chamados de “Spitz das comunidades lacustres” e entraram para a história como os cães mais antigos da Europa Central. Por isso, a família Spitz é catalogada como de “tipo primitivo”, sendo a base genética de várias raças surgidas posteriormente. Isso significa, resumidamente, que o código genético destes cães está mais próximo dos lobos que o das raças modernas.

Inicialmente, os antepassados dos Spitz Alemães acompanhavam os homens em suas jornadas de caça e também ajudavam a proteger suas famílias nas frias regiões nórdicas. Estima-se que estes cães foram introduzidos na Alemanha pelos navegantes vikings, começando a ser retratada na literatura germânica por volta de 1450. A variedade de porte médio foi especialmente utilizada em funções de pastoreio, enquanto os exemplares de porte pequeno e anão foram criados como cães de companhia.

Conta-se que a raça chegou à Inglaterra na bagagem da Rainha Charlote, esposa do Rei George III. Rapidamente, os Spitz Alemães se tornaram os queridinhos da nobreza britânica e começaram a conquistar fama internacional. A raça foi reconhecida pelo Kennel Club da Inglaterra no ano de 1870, e a rainha Vitória deu início à sua criação particular de Spitz Alemães em 1888. Ela também foi a responsável por promover a criação de um Spitz Alemão anão, realizando cruzamentos seletivos para obter Spitz cada vez menores. Rapidamente, ainda em 1888, a rainha Vitória teve seu próprio Lulu da Pomerânia reconhecido pelo AKC.

Hoje em dia, o Lulu da Pomerânia e o Spitz Alemão pequeno são os exemplares mais populares desta grande família. Graças a seu porte reduzido e temperamento mais dócil, se tornaram pets muito queridos pelas famílias ao redor do mundo.