Bebedouro e comedouro para cães: tudo o que você precisa saber

Tamanho, material e até a higiene. Separamos tudo o que você precisa saber para escolher o comedouro e bebedouro ideal para seu cachorro
Yorkshire comendo ração

O comedouro e o bebedouro dos cães é uma parte bastante importante para as necessidades básicas dos pets. Afinal, são nesses potinhos que os peludos comem e bebem água. E assim como com as casinhas e caminhas para os cães, escolher o bebedouro e o comedouro não é assim tão simples. Existem diversos fatores que devem ser levados em consideração na hora da compra.

Os principais fatores são o formato do focinho, o tamanho, a capacidade e até mesmo o material do recipiente. Hoje em dia existem diversas opções diferentes nas lojas, mas o tutor não deve se guiar apenas pelo estilo da vasilha.

Mas não se preocupe, neste artigo nós vamos te dar um guia básico para você escolher o bebedouro e comedouro ideal para o seu pet. Acompanhe até o final!

Qual a importância de escolher um bebedouro e comedouro ideal para pet?

Na hora de cuidar do seu pet, não é apenas a ração de qualidade ou a água fresca que fazem a diferença, o comedouro e bebedouro adequado também são muito importantes. Se o seu cãozinho for alto, como um Dálmata, comprar um comedouro baixo e que fica diretamente no chão pode fazer com que ele tenha dores na coluna. Nesses casos, o comedouro e bebedouro ideal são os que têm um suporte e ficam quase na altura do pescoço do animal.

Além disso, um recipiente com pouca capacidade para esse tipo de pet, pode não suportar a quantidade de água que ele precisa ao longo do dia. Por isso, o comedouro e bebedouro para os pets dependem também do tamanho deles. Além disso, o comedouro precisa ser sempre maior que a boca do cachorro, pois se for menor, pode fazer com que ele sinta incômodo na hora de comer.

O tamanho ideal do comedouro e bebedouro

Para te ajudar, separamos algumas medidas de acordo com o tamanho do seu pet, tomando como base algumas raças populares como Chihuahua, Pug e o Golden Retriever, pois se tratam de cães de porte pequeno, médio e grande. Mas é muito importante que você se baseie no seu cãozinho antes de escolher o recipiente para a água e a comida. Confira:

  • Cães de pequeno porte com até 7kg precisam de um recipiente pequeno, ou seja, o de 300 ml. Geralmente esses bebedouros e comedouros terão 5 cm de altura e 16 cm de largura. Um recipiente muito grande pode fazer até mesmo com que entre água ou comida no focinho do animal; 
  • Cães de porte médio com até 15kg precisam de um recipiente médio, com cerca de 500 ml. Os comedouros e bebedouros médios precisam ter 6 cm de altura e 18 cm de largura. Assim ele comporta a quantidade ideal de água e comida para o pet; 
  • Cães de grande porte que pesam 20kg ou mais precisam de uma vasilha grande, que comporte cerca de 700 ml a 1,5 litro. Além disso esses recipientes precisam ter cerca de 7 ou 8 cm de altura para 23 a 25 centímetros de largura. 

Comedouro e bebedouro com suporte

Animais de grande porte e que são muito altos precisam de um comedouro com suporte para que fique suspenso e o pet não apresente problemas na coluna e desconforto na hora de comer e beber água.

Além disso, esse tipo de recipiente ajuda até mesmo o organismo do animal a receber a comida e água de uma maneira melhor. Esse tipo de vasilha vai evitar que o animal fique se abaixando para conseguir se alimentar.

Para identificar a altura ideal do suporte para o comedouro ou o bebedouro leve em consideração a altura que vai do chão ao peito do cachorro. O suporte deve ficar onde se inicia as patas da frente do cãozinho. Esse tipo de recipiente e até mesmo confortável para o tutor repor e trocar a água e comida do animal.

Material ideal para o comedouro e bebedouro

Alumínio

Uma das opções mais baratas e também mais acessíveis. No entanto, as tigelas de alumínio podem ser perigosas para a saúde do cachorro, pois com o tempo os fragmentos do alumínio são soltos na água e também na ração ingerida pelo cãozinho. Esse restos de material que vão para a comida do pet podem causar doenças neurológicas a longo prazo. 

Inox

Esse material pode ser facilmente confundido com o alumínio, no entanto, ele não apresenta os mesmos problemas. O inox não vai soltar resíduos na comida e água do pet, podendo ser uma boa opção. Além disso, tigelas de inox são mais fáceis de serem limpas.

Plástico

Esse material também é um dos mais populares e mais fáceis de serem encontrados no mercado. No entanto, ele apresenta os mesmo problemas que o alumínio. O plástico pode soltar resíduos na água e na ração do pet ao longo do tempo, causando danos a saúde do animal. Além disso, o plástico é um material que pode facilmente acumular bactérias e a limpeza precisa ser bem mais frequente.

Vidro, porcelana e cerâmica

Esse tipo de recipiente é mais caro e também mais difícil de ser encontrado. No entanto, em questão de limpeza e higiene é um dos melhores a serem escolhidos. Além disso, esses três materiais não acumulam bactérias e podem ser colocados na lava louças. A parte negativa é que ela pode quebrar facilmente e machucar o cãozinho.

Fonte de água 

Essa é uma excelente opção de bebedouro para cães, pois mantém a água sempre limpa e fresca. Hoje existem no mercado vários tipos de fonte, desde as automáticas, até as que você precisa apenas colocar uma garrafa pet para que água seja constantemente trocada. Independente da sua escolha, a fonte de água para pets vale o investimento.

Cuidado e limpeza dos recipientes

Independente do material a ser escolhido pelo tutor, é muito importante ter em mente que o comedouro e bebedouro do cãozinho precisa ser limpo pelo menos uma vez ao dia com bucha e detergente. Esse passo é muito importante para evitar o acúmulo de bactérias e também o gosto ruim da água e da comida. Cuide do bem estar do seu cãozinho! 

Saiba também: Cachorro pode comer ração de gato?

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *