Bulldog inglês: 9 curiosidades que você não imaginava sobre a raça

Preguiçoso e cheio de dobrinhas, o famoso bulldog inglês é repleto de curiosidades. Surpreenda-se com 9 fatos sobre a raça
Bulldog Inglês correndo

Com uma aparência simpática e brincalhona, o cãozinho da raça bulldog tem um número grande de admiradores no Brasil. A raça se encontra na 18º posição no ranking das mais populares do país, feito pela Dog Hero. Afinal, é impossível conseguir resistir às dobrinhas fofas e que ele tem no rosto e também por todo o corpo.

O bulldog inglês é um cãozinho repleto de curiosidades e a sua história é bastante interessante, provavelmente você irá se surpreender. Logo, se você tem um cachorro dessa raça em casa ou está pensando em ter um, este artigo vai te ajudar a conhecer muito mais sobre esse cãozinho incrível. Por isso, acompanhe até o final para conhecer a história, curiosidades e muitas outras informações importantes sobre o bulldog inglês. Vamos lá!

9 curiosidades sobre o bulldog inglês

1. Ele surgiu na Ásia

Mas ele não é inglês? Mesmo que a origem do buldogue não seja muito clara, alguns pesquisadores que já estudaram a raça durante alguns longos anos, acreditam que eles sejam descendentes dos antigos cães mastiffs, originários da Ásia. Mas a raça logo se popularizou por toda Europa e sua popularidade veio se estabelecer fortemente entre os ingleses. E por isso, ele ganhou o nome que tem hoje.

2. Os buldogues praticavam bull-baiting 

No século 18, os cães da raça buldogue eram colocados para praticar um esporte famoso da época chamado bull-baiting, uma espécie de luta com touros. O objetivo do esporte era fazer com que os cães irritassem os touros, até que começassem a brigar. Além disso, acreditavam que a prática fazia com que a carne do touro ficasse mais macia para quando fosse abatido. Extremamente violenta e difícil de ver, a luta tornou-se ilegal em 1835. E ainda bem, pois ela era extremamente dolorosa para ambos os animais.

3. Eles quase entraram em extinção 

Com a proibição e o fim da bull-baiting, muitos criadores dos buldogues decidiram parar com a criação desses cães, logo, eles quase foram extintos. A sorte foi que esses cãezinhos ainda tinham muitos admiradores, que foram responsáveis por salvar a raça e torná-la popular no mundo inteiro. E ainda bem, pois imagina não termos essa fofura hoje em dia?

4. Apesar do passado, são animais dóceis 

Os buldogues eram usados na bull-baiting por serem animais corajosos, fortes e com um nível alto de tolerância a dor. Entretanto, com o passar do tempo, os buldogues se tornaram cães de companhia, desenvolvendo um temperamento dócil, gentil e companheiro.

5. O rei da preguiça 

Os cães da raça buldogue são muito brincalhões, no entanto, eles gostam muito de dormir e ficarem sossegados na maior parte do tempo. Mas essas características do seu comportamento são causadas pelo seu focinho “achatado”, ou seja, é uma raça braquicefálica e isso os impedem de correr e andar grandes percursos. Por isso, o tutor deve fazer passeios leves e moderados. 

6. O buldogue com crianças 

Esse cãozinho tende a gostar bastante da companhia de toda a família e serem ótimos companheiros das crianças. Mas ele pode não conseguir acompanhar o ritmo e energia das crianças devido às limitações respiratórias. Entretanto, ele será um cãozinho bastante paciente com os pequenos. 

 7. Ele é teimoso

Inteligente e teimoso, os buldogues tendem a gostar de fazer tudo à sua maneira, não aceitando muitos comandos. Por esse motivo, é importante que o tutor o adestre desde cedo para que ele possa se tornar obediente. Além disso, ele pode não aceitar bem companhia de estranhos e outros animais, logo, a socialização dele deve ser feita ainda quando filhote.

8. Eles são silenciosos

Apesar de ser um cãozinho que ronca bastante, os buldogues ingleses raramente latem. São animais quietos e muito observadores, por isso, se você deseja um companheiro calmo e silencioso, esse cãozinho pode ser uma boa opção. Mas esteja preparado para os seus roncos! O buldogue inglês possui a síndrome braquicéfalica, logo, ele faz muitos barulhos para conseguir respirar.

9. Queridinho dos famosos 

Além de todas as características já citadas, o buldogue ingles também se destaca pela aparência fofa e simpática, se tornando um dos queridinhos dos famosos. Atores como Adam Sandler e Brad Pitt são grandes apaixonados por esses cãezinhos. 

Como é a saúde do bulldog inglês?

Infelizmente, os buldogues ingleses é uma das raças com o maior número de problemas de saúde. Entre as principais doenças, estão problemas na articulação do quadril, joelhos e ombros, olhos seco e narinas mais fechadas que o normal, que causa problemas respiratórios.

Além disso, esses cãezinhos podem desenvolver problemas de pele, como as dermatites, caso as dobrinhas que tem por todo o corpo não sejam limpas de maneira adequada. 

Portanto, ao adquirir essa raça, esteja preparado para as idas frequentes ao médico veterinário. Visitas regulares ao profissional são indispensáveis quando o assunto são os buldogues ingleses. Além disso, ele precisa estar sempre com todas as vacinas e vermífugos em dia para evitar doenças perigosas, como a gripe canina.

E ainda, por ser preguiçoso, ele acaba tendo a probabilidade de desenvolver a obesidade e também tende a ficar sedentário. Por isso, é muito importante que o tutor monte uma rotina de caminhadas leves e cuide da alimentação dele. Por ser um cachorro braquicéfalico, o buldogue inglês não pode fazer atividades e brincadeiras que requeiram muito esforço físico.

Bulldog inglês: preço

O preço de um bulldog inglês é cerca de R$ 3.000 a R$ 8.000. A popularidade desse cãozinho acaba fazendo com que a raça não seja uma das mais baratas do país. No entanto, lembre-se de procurar um canil legalizado e de confiança.

Além disso, antes de comprar um cachorro, lembre-se que existem muitos cães em abrigos à espera de uma família. Adotar é tudo de bom!

Comentários