8 fatos curiosos sobre os Beagles que pouca gente conhece

Espertos e com uma personalidade marcante, cães da raça Beagle têm curiosidades que irão te surpreender. Confira!
beagle correndo ao ar livre

O Beagle é um cãozinho inglês muito fofo e brincalhão. Eles tendem a fazer amizade muito fácil com as pessoas, principalmente se você tiver em suas mãos alguma comida ou petisco. Além de ser muito famoso e chamar atenção por onde passa, esse cachorro é repleto de curiosidades incríveis.

E umas das principais curiosidades sobre essa raça é a sua teimosia, o Beagle pode ser facilmente considerado um dos cães mais teimosos. Mas não se preocupe, aulas de adestramento junto a um profissional capacitado podem fazer com que o tutor lide facilmente com essa questão. Por outro lado, se você é tutor de primeira viagem, precisará ter paciência e entender que a sua rotina mudará completamente com um Beagle ao lado.

E se você tem interesse em ter um cãozinho desse como pet, este artigo é ideal para você. No texto, vamos te contar as principais curiosidades sobre a raça.

Além disso, explicaremos como é a saúde do Beagle e qual é o preço médio desse cãozinho no Brasil. Para saber tudo sobre esse cachorrinho inglês, acompanhe até o final.

8 curiosidades sobre os cães da raça Beagle 

1 – São excelentes farejadores 

Um dos maiores talentos e características do Beagle é o seu faro extremamente apurado. O Beagle tem um capacidade de farejar muito melhor do que a maioria dos cães. Por isso, provavelmente você já deve ter visto em algum filme ou desenho filmado no Reino Unido, com alguns Beagles sendo usados como farejadores da polícia e bombeiros.

Mas não é apenas no Reino Unido que esse cãozinho é utilizado para essa finalidade. Nos Estados Unidos, os Beagles são utilizados como farejadores em aeroportos para identificar passageiros com drogas, armas e vários outros tipos de itens ilícitos. 

2 – É uma raça antiga

Os Beagles estão pela terra há tanto tempo, que ninguém sabe a origem exata desse cãozinho. Mas ao que tudo indica eles já existiam em terras inglesas desde o império romano. O que fortalece ainda mais essa teoria é que esses cães são extremamente populares por lá há muitos anos. 

3 – O Snoopy é um cachorro da raça Beagle 

O Snoopy é um dos cães mais famosos e mais conhecidos do mundo, mas provavelmente você não fazia ideia de que o Snoopy é da raça Beagle. O Snoopy, criado por Charles Schulz, dá vários sinais de que pertence à raça devido à sua personalidade e comportamento. Além da semelhança física, outra característica comprova: nos desenhos ou revistas, o Snoopy sempre demonstra preocupação com seu comedouro vazio e sempre está faminto.

4 – Os Beagles eram mini 

Os primeiros cãezinhos da raça Beagle que se tem registro, eram de tamanho mini. Seu tamanho era bem menor do que a da versão que conhecemos atualmente. Antigamente, esse cachorro tinha cerca de 20 a 22 cm de altura. Hoje o Beagle chega a 39 centímetros. 

5 – Todos os Beagles têm a ponta do rabo branca 

Se um Beagle não tiver a cor branca na ponta de seu rabo, isso significa que não é uma raça pura, ou seja, ele sofreu alguma mistura. Esse inclusive é um dos padrões usados pelo American Kennel Club (AKC) para reconhecer um verdadeiro Beagle. No entanto, a quantidade de cor branca no rabo pode variar, contando que a ponta seja dessa cor.

6 – Estrela da casa branca

A Casa Branca já existiu cachorros de muitas raças, é bem tradicional que os presidentes americanos gostem de cães. Mas foram dois Beagles, Him e Her (Ela e Ele), em 1963, que protagonizaram mudanças na casa de cachorro do local, que chegou a ser comparada com um palácio. Lyndon Baines Johnson, ex-presidente e tutor dos dois cãozinhos, chegou a ter mais um Beagle, chamado Edgar.

7 – São extremamente teimosos 

Mesmo sendo considerado um dos cães mais dóceis do mundo, os Beagles podem ser extremamente teimosos e gostarem de fazer apenas o que eles têm vontade. E isso pode se tornar um problema em uma certa altura de convivência com o tutor. Por isso, para não ter dor de cabeça, coloque o Beagle para ser adestrado junto com um profissional desde filhote.

8 – Os Beagles têm energia para dar e vender

Esses cães se destacam pela quantidade de energia que têm, logo, é muito importante que o tutor tenha em mente que brincadeiras, caminhadas e até mesmo corridas são essenciais para manter a saúde física e mental desse animal. Por isso, se você não é do tipo que gosta de esportes ou não tem muito tempo para se dedicar ao pet, o Beagle pode não ser a opção ideal para você.

Além disso, ele precisa de muito espaço para viver bem e feliz, sendo uma raça que não vive bem em apartamentos e outros ambientes pequenos.  Por isso, ao decidir abrir as portas da sua casa para o Beagle, se certifique que ele terá bastante espaço para correr e até mesmo farejar.

Como é a saúde do Beagle?

No geral, os Beagles são cães saudáveis, mas isso não significa que eles não possam desenvolver uma doença ao longo da vida. Por isso, consultas com o médico veterinário são essenciais para manter a saúde dele em dia. Mas o principal problema que o Beagle tem é a tendência ao sobrepeso e também à obesidade. Por isso, a alimentação saudável é primordial para essa raça. 

Além de focar em uma alimentação adequada para o Beagle, faça que ele gaste energia, dessa maneira fica mais difícil que ele engorde. É importante também estar atento aos petiscos, esses cães costumam ser muito gulosos e podem aceitar comida a qualquer hora, logo, estimule horários certos até mesmo para os petiscos em dias especiais.

Qual o preço do Beagle?

Por não ser uma raça muito popular entre os brasileiros, o Beagle não costuma ser um animal barato. Um filhote de Beagle, comprado em um canil legalizado, pode custar de R $1,000 a R $13,000. É muito importante estar atento ao local onde a compra do cãozinho será realizada. Hoje no Brasil existem diversos canis ilegais que maltratam os animais e podem até mesmo vender um Beagle misturado para você. Pesquise bem antes de comprar!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *