10 curiosidades incríveis sobre o bull terrier

Com uma aparência forte e única, o bull terrier é uma raça repleta de curiosidades. Veja se você já conhecia alguma delas e surpreenda-se.
Bull Terrier correndo na grama

De origem inglesa, o bull terrier é um cachorro de porte forte e bastante charmoso. Mesmo pertencendo à família Terrier e apresentando algumas semelhanças com os cães do grupo pit bull, o bull terrier é um animal diferente e com uma personalidade bastante única. Sendo um pet um tanto teimoso, ele vai exigir do tutor bastante calma e paciência. 

Além da personalidade, a raça apresenta diversos fatos incríveis e divertidos. Neste artigo, nós vamos te mostrar as principais curiosidades sobre o bull terrier. E falaremos ainda sobre a saúde e preço desse cachorro aqui no Brasil. Para ficar por dentro, acompanhe até o final. 

10 curiosidades incríveis sobre o Bull Terrier 

1. Ele não é muito inteligente 

Força esse cãozinho tem de sobra, no entanto, ele não é um dos cães mais inteligentes do mundo. Na lista de inteligência canina desenvolvido por Stanley Coren, ele ocupa a 66ª posição do ranking, ou seja, um dos últimos lugares. Essa posição no ranking indica que ele pode ser também bastante teimoso, logo, adestrar um bull terrier pode não ser uma tarefa muito fácil. Por isso, esteja preparado para contar com a ajuda de um adestrador. 

2. Eles têm tendência a surdez

A surdez está presente em 20% dos cães brancos puros e apenas 1,3% nos outros cães de cor. Ou seja, o bull terrier se encaixa totalmente a esta estatística. Logo, é muito comum ver um cachorro dessa raça ficar surdo após completar 8 anos de idade.  Além disso, é bastante comum que  essa raça acabe desenvolvendo alergias de pele, urticária, dermatites e comportamentos compulsivos. Com isso, as visitas ao médico veterinário devem ser rotineiras. 

3. Extremamente energético

O bull terrier acaba tendo mais energia do que a maioria dos cães, logo, ele precisa se manter ocupado. Além dos passeios, o tutor terá que investir em brincadeiras, corridas e vários outros tipos de atividades para mantê-los saudáveis. Ele é um cão tão enérgico que não é uma boa ideia ficar entediado, pois ele pode acabar desenvolvendo um comportamento agressivo e destruidor. Logo, se você não for uma pessoa muito ativa, deve reconsiderar ter um bull terrier em casa. 

4. Ele é conhecido como cavaleiro branco 

Este cão foi criado por James Hinks, um homem que procurava um cão que não só fosse capaz de lutar, mas também de uma bela aparência. Acredita-se que Hinks cruzou o antigo Bulldog Inglês, o Terrier Branco Inglês, o Dálmata e um Galgo Inglês para resultar no Bull Terrier, um animal elegante e branco puro. Dessa história surgiu o seu apelido “o Cavaleiro Branco”.

5. Existem bull terriers de outras cores 

Embora o mais popular seja o branco, eles também podem vir nas cores marrom, marrom avermelhado ou mesmo malhado, ou seja, com uma mistura de branco e marrom. Também encontramos diferenças entre o tamanho, ele pode ser de porte médio ou grande.

6. Odeiam ficar sozinhos 

Os bull terriers não gostam de ficar só e podem causar uma verdadeira destruição se deixados sozinhos em casa por muito tempo. Portanto, se os donos passam muito tempo fora de casa, pode ser que o estresse causado pela solidão e sua mandíbula forte dêem um grande trabalho, pois ele poderá destruir a casa em pouco tempo. Mas para tudo existe uma solução, o tutor pode investir em serviços de Day Care e Dog Walker caso trabalhe demais. 

7. Podem desenvolver esquizofrenia 

Normalmente eles não têm problemas de saúde, pois são animais fortes e ativos, no entanto, existe a possibilidade de sofrer de síndrome dissociativa canina ao longo dos anos. Esta doença é semelhante à esquizofrenia humana, a qual o cão pode sofrer algum episódio violento ou paranoia. Por isso, é muito importante levá-lo com frequência ao médico veterinário para que seja tratado com antecedência caso venha a desenvolver a síndrome.

8. As orelhas deles eram cortadas 

Originalmente, as orelhas do bull terrier eram cortadas. Por sorte, em 1895, quando foram proibidos mutilações em animais na Inglaterra, seu país de origem, a raça sofreu uma interferência por parte dos criadores. Eles começaram a procurar por  raças de cães cujas orelhas fossem naturalmente eretas.

9. A raça existe em miniatura

Para quem simpatiza com a raça, mas prefere um cão de pequeno porte, existem os bull terriers miniatura que, mesmo com pouca altura, têm bastante força e se mostram excelentes companheiros. No entanto, em miniatura, costuma ser mais caro e mais difícil de encontrar no Brasil, logo, será necessário buscar por um canil especializado na raça.

10. Famoso nos cinemas 

Por ser bastante popular nos Estados Unidos, o Bull Terrier é uma raça famosa no meio cinematográfico e já participou de algumas produções bem famosas como: As Aventuras de Um Cachorro (1995), Baxter (1989), Toy Story (1995), Frankenweenie (2012) e Babe – O Porquinho Atrapalhado na Cidade (1998).

Você sabe alguma outra curiosidade sobre essa raça? Se souber, mande-nos aqui nos comentários!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *