Cachorro branco: confira as 10 melhores raças

Cachorro branco: confira as 10 melhores raças

Separamos uma lista com 10 raças de cachorros brancos, com fotos e a descrição das principais características de cada um para você saber qual escolher

A variedade entre os cães é tão grande que pode-se dizer que há um cachorro para cada tipo de pessoa. Porém, um aspecto em que os nossos amigos podem variar bastante é a coloração da sua pelagem.

Neste artigo, nós vamos tratar especificamente dos cães de cor branca. Quase todos os animais nesta lista são provenientes de lugares gelados, onde o branco da neve predomina em boa parte do ano. A cor branca se deve à menor presença de pigmento no pelo e na pele dos animais, e está ligada à sobrevivência em um ambiente onde se camuflar é essencial para ter sucesso.

Hoje em dia, claro, os cães já não precisam se camuflar na neve como antes, e a cor branca acaba sendo produto, também, dos diferentes cruzamentos que os criadores fazem pensando justamente em ter animais com essa cor fascinante.

  • 01 de 10

    Samoieda

    cachorro Samoieda sorrindo

    O Samoieda é um simpático cidadão da Sibéria. Domesticado há milênios pelos nômades daquela região, a raça foi muito útil em tarefas árduas sob temperaturas assustadoramente baixas. Até hoje ele conquista tutores pelo mundo afora com a sua lealdade, independência e força física.

  • 02 de 10

    Maltês

    Rosto do Maltês

    Entre os cães de menor porte, o Maltês é com certeza um dos mais famosos com a cor branca. Esse adorável cãozinho convive muito bem em família e consegue se adaptar a espaços pequenos. Cheios de energia e amorosos, os Malteses, no entanto, tendem a desconfiar de pessoas estranhas. Uma característica interessante da raça é que o seu pelo cai com pouca frequência.

  • 03 de 10

    Bichon Frisé

    Bichon Frisé sentado na grama

    Muito parecido com o Poodle, o Bichon Frisé se destaca como um inteligentíssimo cachorro branco. Eles têm um comportamento tranquilo e são facilmente adestrados. São usados também como cães de companhia há bastante tempo, e costumavam ser muito apreciados pela aristocracia francesa. O seu apego aos tutores, no entanto, pode ser um problema, pois o Bichon Frisé não costuma lidar com a separação muito bem.

  • 04 de 10

    West Highland White Terrier

    West Highland White Terrier ao ar livre

    O West Highland White Terrier traz a cor branca até no seu nome. Quem vê esse pequenino até pensa que ele não é de nada, mas a verdade é que a raça é bastante independente e adora se aventurar ao ar livre.

    Oriundos das terras altas da Escócia, os West Highland White Terrier eram muito usados na caça de roedores. Hoje em dia, felizmente, a raça é um excelente cão de companhia. Porém, é bom não provocar o seu Westie, pois ele sabe se defender muito bem com a sua potente mordida.

  • 05 de 10

    Poodle

    Poodle de pelo liso

    O Poodle é sem dúvida um cão de porte elegante. A raça pode apresentar vários cores, mas a mais popular ainda é a branca. Ao contrário do que pode parecer, são cães com inteligência muito elevada e disposição para atividades ao ar livre. Poodles são conhecidos, inclusive, como excelentes nadadores. O seu pelo hipoalergênico o torna, ainda, ideal aqueles que sofrem com alergias respiratórias.

  • 06 de 10

    Spitz Japonês

    Spitz japonês com brinquedo

    O Spitz Japonês lembra bastante alguns cães da categoria spitz na Europa, como o Lulu da Pomerânia. O Spitz Japonês, no entanto, é mais famoso pela sua pelagem branquíssima e seu temperamento mais independente. Apesar do tamanho e da carinha adorável, a raça pode ser usada como cão de guarda, graças à sua coragem e instinto de proteção.

  • 07 de 10

    Dálmata

    Dálmata com uma rosa

    Apesar da maior parte do seu pelo ser branca, o Dálmata é mais conhecido pelas suas várias pintinhas pretas. Esse adorável cão se tornou famoso graças ao desenho 101 Dálmatas, no qual uma multidão de filhotes fazia bagunça por toda parte. Os Dálmatas da vida real não são muito diferentes. Brincalhões e sociáveis, eles conquistam todas as pessoas com quem têm contato.

  • 08 de 10

    Bull Terrier

    Bull Terrier correndo na grama

    O Bull Terrier está na origem do Pit Bull, e tem muitas semelhanças físicas com ele, como o pelo curtíssimo e a grande força física. O Bull Terrier, por seu lado, é muito famoso pelo seu focinho estreito e reto entre os olhos e a narina. A raça possui algumas variações de cor, mas a mais comum é a branca com algumas manchas escuras, incluindo a icônica mancha preta em apenas um dos olhos.

  • 09 de 10

    Kuvasz

    Kuvasz bege em pé

    O Kuvasz é um gigante húngaro que se destaca há séculos como um bom pastor de ovelhas e outros animais. Nessa função, talvez seja até um pouco difícil diferenciá-lo de uma ovelha, pois os seus pelos são muito parecidos. Eles costumam ser mais volumosos e em “tufos” no tronco, no pescoço e no alto das patas. Podem variar do branco ao castanho claro.

    Os Kuvasz, hoje em dia, também são muito usados para proteção no ambiente urbano. São leais e gentis com as pessoas conhecidas, mas também independentes e agressivos com estranhos.

  • 10 de 10

    Borzoi

    O Borzoi era um dos cães preferidos da antiga aristocracia russa. O seu porte atlético indica que ele sempre foi um bom corredor, muito útil na caça a presas velozes. É de se imaginar que a sua pelagem, em geral branca, fosse muito útil para se camuflar na neve e para aquecê-lo no rigoroso inverno russo. Os Borzois têm uma personalidade nobre e gentil. Apesar de terem um forte instinto protetor, não são muito indicados como cães de guarda.

A cor branca pode ser o de menos

O cães da cor branca têm um aspecto lindíssimo. Entretanto, manter o pelo deles sempre branquinho exige alguns cuidados, como banhos regulares e escovação. Aliás, a maioria das raças que vimos aqui, possuem um pelo mais longo, o que em geral exige cuidados especiais.

Por outro lado, apesar de alguns cães realmente se destacarem por um ou outro aspecto físico interessante, os tutores talvez não devessem dar tanta importância às aparências. O que realmente torna um cão uma boa opção para você é o fato de ele se adaptar ou não ao tipo de vida que você leva (lembrando, claro, que um bom tutor também se adapta ao estilo de vida do seu pet) e o companheirismo que vocês podem desenvolver juntos.