Cachorro com medo dos fogos de artifício? Saiba o que fazer

Os fogos de artifício estão entre os principais medos e fobias dos cães, por isso, saiba quais são as medidas que podem diminuir ou evitar esse sofrimento.
Cachorro velho branco e marrom deitado

Aparentemente, a maioria das pessoas gostam de comemorar datas importantes, como o Ano-Novo ou as Festas Juninas, com o barulho dos fogos de artifício. Os donos de cães, no entanto, sabem muito bem como os seus bichinhos podem sofrer nesses momentos.

A reação dos cães aos fogos de artifício pode ser bastante séria e impactar profundamente no bem-estar deles. Se o seu cachorro é daqueles que sofre muito com o barulho dos fogos, ou se você apenas não quer ver novamente o seu cachorro sofrer com esse barulho, este artigo com certeza será muito útil. Nele você encontrará dicas valiosas para diminuir os efeitos ruins dos fogos de artifício no bem-estar do seu pet.

Medo ou fobia de fogos de artifício?

Antes de tudo, é bom entender se a reação do seu cachorro é medo ou fobia de fogos de artifício. Esses dois conceitos frequentemente são confundidos, mas eles são diferentes.

O medo é uma reação normal de qualquer cão a uma situação ameaçadora ou incomum. É um sentimento que coloca o animal em alerta e permite a ele se preparar para o que pode acontecer, seja uma ameaça real ou não.

A fobia, no entanto, é um comportamento que deve colocar o dono em alerta. Trata-se de um medo exagerado e frequente, relacionado a um objeto, ser ou evento específico. Um cachorro com fobia costuma apresentar mudanças profundas no seu comportamento, que podem evoluir para um transtorno obsessivo compulsivo (TOC), semelhante ao que humanos têm.

Os fogos de artifício estão entre as principais causas para medo e fobia em cães. Eles podem causar muito sofrimento ao seu cão, e por isso é importante saber quais são as medidas que podem diminuir ou evitar esse sofrimento. É sobre elas que falaremos a seguir.

Como proteger seu cachorro dos fogos de artifício

Mantenha seu cachorro dentro de casa

O ideal é manter o pet o mais longe possível dos fogos de artifício, mas é basicamente impossível evitar que ele escute o barulho dos fogos em algum momento.

Portanto, o que deve ser feito quando o cachorro está com medo? O ideal é mantê-lo dentro de casa quando um show de fogos de artifício estiver acontecendo ou estiver para acontecer. Dentro de casa, o cachorro se sentirá mais seguro e você também evitará o risco de o seu pet sair correndo por aí com medo e se perder.

Os fogos de artifício, no entanto, podem ser um pouco difíceis de prever. Uma possível solução contra isso é passear com seu cachorro durante o dia, já que os fogos costumam ser soltos à noite.

Conforte o seu cachorro

Enquanto o barulho dos fogos estiver acontecendo, procure estar perto do seu cachorro e confortá-lo. Coloque-o no seu colo, faça carinho nele e mantenha a si mesmo tranquilo. Lembre-se de que simplesmente dizer para o seu cachorro ficar quieto não vai resolver o problema. Para que seu cachorro fique calmo, você também deve estar calmo e se comportar calmamente.

Escolha um lugar confortável para ele ficar

Durante os fogos, arranje um lugar para o seu cachorro ficar onde ele se sinta confortável. Pode até ser debaixo da cama, local para onde muitos cães correm quando escutam barulhos assustadores, como fogos de artifício e trovões.

Prepare esse abrigo com tudo o que pode confortar o seu pet: cobertores, toalhas, brinquedos, comida, etc. Uma medida interessante é colocar uma música ou som tranquilo para ele ouvir. Há muitas músicas e sons que são especialmente desenvolvidos para tranquilizar os cães. Outra alternativa natural, calmante e muito eficaz é a aromaterapia para cães.

Faça seu cachorro se acostumar aos fogos de artifício

É possível amenizar a reação que o seu cachorro demonstra ao ouvir fogos de artifício através de alguns treinamentos. Uma dica é colocar um áudio ou vídeo dos fogos de artifício para ele ouvir, começando num volume mais baixo e aumentando conforme o treinamento avança. Enquanto o áudio ou vídeo é apresentado, você deve oferecer petiscos ao cachorro, para que ele associe o barulho dos fogos a algo positivo.

Procure um especialista

Se nenhuma das medidas acima se mostrar satisfatória ou se o medo do seu cachorro aos fogos estiver te preocupando seriamente, recomendamos que você procure um especialista.

Um veterinário poderá fornecer um diagnóstico mais apurado do problema e também poderá receitar remédios para acalmar o seu cachorro. Para alguns tutores, os remédios contra problemas psicológicos podem parecer uma medida extrema, mas em alguns casos eles realmente são recomendáveis, além de serem muito eficientes.

Outro especialista que pode ser consultado é um adestrador de cães. Ele poderá realizar o treinamento para acostumar seu cachorro ao barulho dos fogos, de forma mais eficiente do que você faria sozinho.

Cuide da saúde mental do seu cão

Muitos donos costumam negligenciar a saúde mental dos seus cães. Eles se esquecem de que os cachorros são bastante sensíveis e de que os problemas emocionais e psicológicos podem impactar severamente no bem-estar dos animais.

Quando observar que o seu cachorro sente medo dos fogos de artifício, procure agir de forma tranquila e compreensiva. Reprimir, gritar ou mesmo bater nele não vai resolver o problema e pode, na verdade, apenas piorar.

Responsabilidade e afeto são qualidades que todo tutor deveria ter. Elas devem ser empregadas não apenas quando o cachorro sentir medo de fogos de artifício, mas também quando ocorrerem outros problemas de comportamento, como excesso de latido e ansiedade de separação.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *