Saúde mental dos cachorros: 8 dicas para manter o bem-estar dos pets

Tanto a saúde física quanto a mental são importantes na vida dos cachorros. Confira 8 dicas para melhorar a qualidade de vida do seu pet
Kuvasz brincando na água

A saúde mental tem sido bastante discutida por médicos e pela sociedade como um todo, especialmente depois de um ano atípico como 2020. E os pets não podem ser esquecidos, pois a saúde mental deles também deve ser uma preocupação para os tutores.

Assim como os humanos, os cães também ficam tristes, ansiosos e até mesmo depressivos. Além disso, alguns fatores podem causar algum tipo de estresse e tédio nos pets, como alterações nos horários de cochilos, alimentações e caminhadas, por exemplo.

Por isso, é importante estabelecer sempre novas rotinas e usar artifícios mentais para mantê-los entretidos, aliviando sinais de ansiedade e angústia que possam eventualmente sentir.

Todas as necessidades de um pet, desde fisiológicas até as emocionais, são igualmente importantes. Embora seja necessário primeiro satisfazer as necessidades mais essenciais, as emocionais podem determinar o bem-estar de um animal de estimação e, portanto, sua felicidade. Por isso, nós iremos te ajudar a manter a saúde mental do seu cãozinho. Acompanhe!

8 dicas para manter o bem-estar do cão

1. Crie desafios

Os cães são motivados pela comida. Portanto, as atividades que os desafiam a trabalhar por suas refeições serão muito gratificantes para eles, além de entretê-los por horas e ajudar a estimular os extintos deles. Logo, ao invés de todos os dias colocar a ração no pote, tente algo diferente. Coloque a ração em uma garrafa pet e faça furos por todo o objeto, deixe que o cãozinho explore o momento e tente pegar todos os grãos de ração. Procure não fazer buracos muito pequenos. Lembre-se de aumentar a dificuldade lentamente para que o cão não fique frustrado e desista.

2. Procure sempre oferecer brinquedos novos

Troque os brinquedos dos pets frequentemente: mesmo os melhores brinquedos de “quebra-cabeça” para cães se tornam menos emocionantes com o tempo. Então, tente trocá-los com frequência para manter seu cão entretido. Tenha certeza de que os brinquedos antigos parecerão novos depois de alguns dias. Assim também funciona com os felinos, caso você também tenha um em casa.

3. Dê espaço a ele

Manter seu pet ativo e mentalmente estimulado é de extrema importância, mas o peludo também pode precisar de tempo para si. Se eles não estão acostumados com você em casa o tempo todo, por exemplo, eles podem precisar de um espaço extra longe de você e isso é absolutamente normal. Logo, quando ele estiver brincando sozinho ou até mesmo tirando um cochilo, não o incomode. Esse tempo é essencial para manter a saúde mental do cão em dia.

4. Observe sinais atípicos

Seu pet pode ir para outro cômodo ou ficar irritado quando você estiver por perto e esse é um sinal de que sua saúde mental não anda bem. Sinais a serem observados, por exemplo, são bocejar, lamber os lábios, se virar, morder as próprias patas, uivar, destruir objetos, dentre outros. Fique alerta! Se o pet apresentar esses comportamentos, procure passar mais tempo com ele e dar mais carinho e atenção, ele pode estar precisando.

5. Invista em atividades

Caminhadas são excelentes e todos os cães adoram, no entanto, apenas isso não é o suficiente para manter a saúde mental do seu pet em um bom estado. Como mencionamos, os cães precisam ser frequentemente estimulados para ficarem bem. Por isso, faça corridas, exercícios e outros tipos de atividade com o seu amigo de quarto patas. Além de melhorar a saúde física, o mental do seu cachorro vai melhorar consideravelmente.

6. Faça visitas regulares ao médico veterinário

Para a saúde mental do seu cãozinho ir bem, a saúde física também precisa de atenção. Por isso, visitas ao médico veterinário são de extrema importância para manter o seu pet feliz e saudável. Se o cãozinho sofre de ansiedade ou algum comportamento compulsivo, o profissional pode fazer com ele um tratamento com aromaterapia, o que pode ajudar muito na saúde mental dele e também no bem-estar. Além disso, procure manter as vacinas e vermífugos sempre em dia.

7.Ele precisa de amigos

A sociabilização do seu cãozinho com outros animais precisa acontecer para que ele tenha uma saúde mental em dia. Ou seja, você precisa proporcionar atividades para que o cão possa sair com outros cães, possa passear, possa fazer amizades e conhecer novos amigos.

E isto pode ser feito em um parque ou em um ambiente que tenham outros animais. Porém, é preciso tomar cuidado para que a aproximação aconteça lentamente. Afinal, você não sabe como ambos animais podem se comportar. Para que não ocorram acidentes, faça a socialização aos poucos.

8. Invista em daycare

O daycare é um tipo de creche para cães, você deixa o animal lá algumas vezes na semana e ele recebe todos os tipos de cuidados, além de brincar muito e interagir com outros cães. Esses ambientes são excelentes para os tutores que querem zelar pela saúde mental dos cães, mas nem sempre tem muito tempo para isso. Logo, procure o serviço na sua cidade, o investimento vale a pena. Boa sorte!

Comentários