Por que cães enterram objetos: entenda esse comportamento

Seu cachorro está enterrando objetos? Saiba que esse é um comportamento que pode ser instintivo ou até mesmo por tédio. Entenda neste artigo
Doberman correndo

Se você já parou para observar o comportamento do seu cachorro, provavelmente já pegou ele enterrando algum objeto por aí. Esse tipo de atitude é tão comum entre os cães, que é fácil notar essa atitude também em filmes e desenhos animados.

E por mais divertida que seja essa atividade para os cães, os tutores facilmente podem se irritar ou ficarem curiosos diante desse comportamento. Afinal, alguns jardins são destruídos ao longo do processo.

No entanto, é importante lembrar que enterrar objetos é um comportamento que faz parte do instinto natural dos cães. Essa vontade de enterrar objetos vem do DNA dos lobos que ainda está presente nos nossos peludos.

Os lobos têm o costume de enterrar o resto das presas abatidas para não ficarem sem alimento em épocas difíceis. Por isso, tenha em mente que não é muito  fácil acabar com esse instinto no seu pet. 

Por isso, neste artigo nós vamos te explicar um pouco melhor o que leva o cachorro a enterrar os objetos e quais são os que eles mais costumam enterrar. Além disso, vamos te dar algumas dicas para diminuir esse comportamento caso o seu cãozinho seja um “escavador” profissional. Acompanhe!

Por que cães enterram objetos

Como dito anteriormente, enterrar objetos é algo que faz parte do DNA e instinto dos cães. Os cachorros são descendentes dos lobos, logo, independente da raça, uma hora ou outra eles vão decidir enterrar alguma coisa.

Antes de você ficar bravo ou até mesmo repreender o seu pet, é importante que você se lembre que a atitude é natural e muitas vezes involuntária por parte do animal. Ele acredita que ao enterrar aquele objeto ou comida, está fazendo o certo e até mesmo o bem para você e para ele. Por isso, tenha paciência. 

Mas esse comportamento não é causado apenas pelo instinto. Muitas vezes o cachorro vai procurar enterrar os objetos por tédio. Na realidade, a maioria dos comportamentos indesejados pelos cães, como enterrar e roer objetos, são motivados pelo tédio e o acúmulo de energia.

Cachorros muito energéticos, como por exemplo o border collie, pit bull ou o terrier brasileiro, tendem a desenvolver esse comportamento devido à quantidade grande de energia acumulada. Logo, cavar um buraco e colocar coisas ali dentro, parece uma boa opção para gastar o tempo. Por isso, fique atento!

Entre os principais objetos que os cães gostam de enterrar estão os ossos e a comida. Quando eles enterram o próprio alimento, isso significa que é um comportamento instintivo dele. Os seus ancestrais, os lobos, abatem animais grandes e enterram para épocas em que a caça fica mais escassa.

Desse modo, ele vai ter aquela comida para recorrer quando sentir necessidade, por mais que tenha água e ração sempre disponíveis. Além disso, podem se passar anos e o cãozinho provavelmente vai lembrar com clareza onde enterrou a sua comida. Legal, não é?

Mas caso o objeto que o animal enterre seja uma meia, sapato, brinquedo ou algum outro tipo de objeto dele ou do tutor, pode significar tédio. Esse comportamento acontece, porque o animal provavelmente está entediado e a ideia de cavar um buraco e esconder os seus brinquedos parece ser bastante interessante. Por isso, ele desenvolve o hábito de cavar como um divertido passatempo.

Como evitar que o animal destrua móveis e jardins 

O grande problema dos cães criarem o hábito de cavar não está no ato em si, mas está nas coisas que ele pode destruir enquanto esconde a comida ou brinquedo. O principal afetado com esse comportamento dos cães são os jardins, pois para os pets, é um local perfeito para ele esconder suas coisas. Logo, isso pode causar bastante dor de cabeça para os tutores que gostam de ter suas flores e plantas intactas. 

Mas é importante lembrar que apenas ficar bravo e brigar com o cachorro não será uma solução viável para o problema. Ele vai parar na hora da bronca, mas após um período, vai voltar a cavar, principalmente se o comportamento estiver sendo motivado pelo tédio. Por isso é tão importante que você dedique o seu tempo a gastar a energia do pet, para que não sobre tempo para ele cavar todo o seu jardim.

Invista em passeios, brincadeiras e também enriquecimento ambiental. Um espaço com vários objetos para ele se divertir e se entreter, vão fazer com que ele esqueça aos poucos a necessidade de cavar para passar o tempo. É importante também escolher o brinquedo ideal para cada raça, por isso, separamos uma lista com brinquedos para cachorro de grande porte.

Além disso, quando o pet está cansado de muitas brincadeiras e longos passeios, dificilmente ele encontrará disposição para enterrar algo no jardim. Caso você tenha uma rotina agitada, invista no serviço de pet sitter ou day care.

Cavar traz benefícios para o cão

Mas diante de tudo isso, antes de você querer que o seu cão pare totalmente com o hábito de cavar, é importante falar que esconder alimento e objetos pode trazer alguns benefícios para a saúde mental do cãozinho.

Além dele se divertir e desenvolver o seu instinto natural na hora que está cavando, esse comportamento auxilia a lixar naturalmente as unhas dele. Unhas grandes podem trazer vários problemas para a saúde do animal, como a postura incorreta e o andar torto. Logo, se você tem dificuldade de aparar as unhas do pet, deixá-lo cavar o quintal pode ser uma boa solução.

Para evitar que o pet destrua o seu jardim, separe um cantinho para que ele possa cavar e o ensine desde filhote, que ali é o espaço em que ele pode esconder os alimentos e objetos dele.

Fazer com que o cachorro pare totalmente com um comportamento instintivo, pode trazer diversos malefícios, como a ansiedade e a depressão canina. Logo, pense nisso e crie soluções para você e para o pet. Boa sorte!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *