Shiba Inu: características, personalidade, curiosidades e preço

De origem japonesa, o shiba inu é um cão de pequeno porte muito leal e autêntico. Saiba mais sobre a raça conhecida como o "pequeno akita"
shiba inu sentado

A raça shiba inu está entre as mais antigas de seu país de origem, o Japão. Apesar de não haver como definir exatamente a data de origem, acredita-se que o shiba tenha surgido 300 a.C., sendo que alguns estudos arqueológicos apontam o possível aparecimento da raça há mais de três mil anos antes de Cristo.

Existiram três variações de shiba inu: shinshu shiba, mino shiba e sanin shiba. Eles eram utilizados para escalar montanhas e como cães de caça de pequenos animais e também de javalis. Essa raça resistente quase entrou em extinção durante o período da Segunda Guerra Mundial, devido à cinomose.

Contudo, foram realizados cruzamentos com outras raças, e o shiba inu começou a se espalhar pelo mundo. Os primeiros exemplares da raça chegaram à América na década de 1950 e foram reconhecidos pelo American Kennel Club em 1993. Conheça mais sobre ele e se surpreenda com esse pequeno protetor.

Características do shiba inu

O shiba inu é considerado um cão de porte pequeno, ele não ultrapassa os 43 centímetros de altura, com peso que varia entre os 9 e os 14 quilos. Ele é um cão musculoso, o focinho é longo e sua cauda é levemente encaracolada. Devido à suas orelhas erguidas e sua pelagem, o shiba inu é um cachorro que lembra uma raposa.

A raça possui uma pelagem curta e macia que conta com um subpelo, o que o torna mais resistente ao frio. Seu pelo pode aparecer nas seguintes cores: preto com castanho, castanho avermelhado, dourado e branco. A raça ainda apresenta partes brancas, como as bochechas, queixo, pescoço, peito, barriga e a parte da cauda. O mesmo acontece com os exemplares de pelagem preta, porém, o castanho substitui o branco.

Personalidade do shiba inu

shiba inu no parque

O shiba inu é fiel, companheiro e está sempre alerta, mas também é muito independente e individualista. Isso faz com que seu treinamento não seja muito fácil, contudo, ele também pode se mostrar muito sensível diante de broncas, então o tutor precisa encontrar o equilíbrio. Apesar de teimoso, o shiba é um cão inteligente, ele só precisa de um tutor firme, que deixe claro quem é o líder.

É um cão confiante e defende muito bem seu território, sendo desconfiado com estranhos, o que faz dele um ótimo cão de guarda. Isso acontece porque, apesar de pequeno, o shiba inu tem instinto de caçador e isso faz com que goste de perseguir animais menores, então é preciso ficar atento aos outros pets da casa.

Porém, o shiba também tem um lado carinhoso e pode se dar muito bem com crianças, desde que a socialização seja feita desde cedo. O mesmo vale para outros pets, se não houver a socialização adequada, ele pode mostrar agressividade. É importante que ele aprenda que nem toda visita apresenta perigo, mas seu espaço também deve respeitado, devido ao territorialismo.

Nível de atividade do shiba inu

O shiba inu pode ser um pouco bagunceiro quando filhote, mas se recebe o treinamento adequado, não se mostra muito agitado ou destruidor. Contudo, como todo cão, precisa de suas doses diárias de atividade física para gastar energia, evitando mal comportamento em casa.

A raça se dá bem vivendo em ambientes menores, pois não precisa de muito espaço. É um cachorro que não late muito e também não é muito dependente.

Como é a saúde do shiba inu?

O shiba inu é um cão saudável e sua expectativa de vida é de 12 a 15 anos. Ele é muito higiênico e gosta de se limpar sozinho, como os gatos, o que diminui o número de banhos. Durante os meses mais quentes, o shiba troca de pelo, então a escovação que, recomenda-se ser semanal, deve ser um pouco mais frequente.

Além disso, o shiba inu costuma desgastar as próprias unhas durante atividades físicas, mas caso isso não aconteça, o tutor deve se certificar de que estão bem aparadas. Os cuidados odontológicos também são básicos, e escovação regular irá mantê-lo livre de tártaros e do mau hálito.

As doenças para as quais o shiba inu apresenta predisposição são: glaucoma, que pode levar à cegueira; luxação da patela, que causa dor e prejudica a mobilidade; e displasia de quadril, doença hereditária que causa dor, mas a recuperação pode ser simples.

5 curiosidades sobre o shiba inu

shiba inu de corpo inteiro

1. Pequeno akita

É muito comum que o shiba inu seja confundido com o akita. Ambos são raças japonesas e cães de guarda, além de muito preciosos em seu país de origem. Essa semelhança até fez o shiba inu ganhar o apelido de “pequeno akita”.

2. Cão da sorte

O shiba inu é o símbolo da Família Imperial Japonesa e carrega o título de tesouro nacional. A raça é muito popular no Japão, onde acreditam que o cãozinho traga sorte ao seu tutor.

3. Dogecoin

Em 2013, um shiba inu chamado Doge se tornou símbolo da Dogecoin. O agora famoso Bitcoin até então não possuía valor real, e o cão fez o maior sucesso na internet por suas expressões divertidas.

4. Significado do nome

Traduzindo do japonês, shiba inu significa “cachorro pequeno”. E não é à toa que ele foi batizado assim, o peludo é o menor entre os cachorros japoneses. A lista conta com o akita inu, shikoku inu, kishu inu, hokkaido e o kai ken.

5. O shiba inu nas telonas

O terremoto Chūetsu, que aconteceu em 2004 no Japão, inspirou o filme A Tale of Mari and Three Puppies, dirigido por Ryuichi Inomata e lançado em 2007. O longa conta a história de como uma cadela da raça shiba inu sobreviveu presa nos destroços de sua casa com seus três filhotes.

Shiba inu: preço

O preço do shiba inu vai de R$4.000,00 até R$8.000,00, tudo depende do canil de origem do filhote e de sua linhagem. Ao escolher pela raça, procure locais legalizados e seguros para garantir um cachorro legítimo e saudável.

Comentários