Ração medicamentosa: entenda o que é e quando usar

A ração medicamentosa é indicada para tratamentos específicos e, por isso, deve ser oferecida ao animal de forma adequada. Entenda melhor!
cocker spaniel comendo

Nós sabemos que dar remédio para os cães não é uma missão muito fácil. Eles podem vomitar e até mesmo ficarem agressivos para fugir da medicação. E por essa razão, existem as rações medicamentosas, que têm como finalidade tratar o animal de maneira mais segura e confortável.

Essas rações são focadas em animais que apresentam algumas condições especiais como alergias, intolerâncias ou outros tipos de quadro que merecem um tratamento diário. Mas assim como qualquer outra medicação, esse tipo de ração precisa ser administrada sob a orientação de um médico veterinário. E se você quer saber mais sobre esse tema, acompanhe o artigo até o final!

O que é a ração medicamentosa?

A ração medicamentosa é um alimento desenvolvido para tratar animais com algumas condições específicas, como anemia, diabetes, obesidade , alergias, intolerâncias e até mesmo problemas dermatológicos. São rações especiais, preparadas com cuidado para auxiliar a recuperação ou manutenção de gatos e cachorros doentes.

Essa ração funciona como um tipo de suplementação para animais, logo, ele pode fazer o uso da ração medicamentosa por um período curto ou longo, tudo vai depender do quadro de saúde diagnosticado.

Além de contar com diferentes funções, essas rações podem ser secas ou úmidas e possuir diferentes sabores, tudo para tornar o tratamento mais fácil para seu cachorro. No entanto, essa ração não substitui antibióticos e outros tipos de medicação que tratam doenças mais sérias, como o câncer. Consultar um médico veterinário é imprescindível.

Tipos de ração medicamentosa

Ao conhecer os tipos de ração medicamentosa, o tutor já consegue ter uma ideia básica de quais quadros a ração consegue tratar. Por isso, listamos abaixo os tipos de ração medicamentosa. Confira:

Ração dermatológica e para alergias alimentares

Ração dermatológica e para alergias é indicada para quadros de hipersensibilidade alimentar, ou seja, quando o pet tem intolerância aos ingredientes da ração comum como corantes, milho e outros tipos de grãos presente no alimento. E como a maioria das reações alérgicas se manifestam na pele do animal, esse tipo de ração medicamentosa evita que o cão sofra com queda de pelos e coceira causadas pelas alergias alimentares, tratando ambos os quadros.

Ração para problemas renais

Esse tipo de ração é desenvolvida especialmente para cães com problemas nos rins, ajudando a reduzir a velocidade de progressão da doença, além de oferecer nutrientes e um maior nível de hidratação. Além disso, a ração medicamentosa pode ajudar que as pedras nos rins do animal desmanchem.

Ração hepática

Destinada aos cães com problemas no fígado, a ração hepática é produzida com uma porcentagem maior de proteína vegetal, que é mais bem aceita por cães e gatos com problemas hepáticos. Também possui agentes que combatem os radicais livres e auxiliam na recuperação do pet.

Ração para problemas gástricos

A ração medicamentosa para problemas gástricos é indicada para cães e gatos com intolerância alimentar ou doenças inflamatórias crônicas. Ela oferece uma alta quantia de fibras para auxiliar o trabalho do intestino. Além disso, é rica em pro bióticos, substâncias benéficas para a digestão do cãozinho.

Quando usar a ração medicamentosa?

A ração medicamentosa deve ser oferecida apenas quando o animal precisa de uma suplementação e tratamento contínuo quando está doente. Quando usada sem controle e sem necessidade, ela pode apresentar riscos para a saúde do pet devido às altas quantidades de ferro, vitamina e outros mineiras.

Por isso, durante o uso da ração medicamentosa, o cão deve ser acompanhado de perto por um médico veterinário, pois em alguns quadros, o uso da ração só é necessária por alguns meses. Tudo vai depender do quadro de saúde dele. Antes de aderir ao tratamento, certifique-se de qual é o mais indicado para o seu pet. Lembre-se que estamos falando de um medicamento!

Comentários