Dogue canário: conheça sobre o cão espanhol símbolo das Ilhas Canárias

Muito tranquilo e leal, o dogue canário é símbolo das Ilhas Canárias. Conheça mais sobre essa raça amigável
rosto dogue canário

O presa canário, também conhecido como dogue canário, é o símbolo nacional da Ilha de Gran Canaria, na Espanha e um dos cães mais antigos e famosos do país. Destaca-se por suas características físicas fortes e sua personalidade muito nobre e fiel.

Há diversos fatos interessantes sobre a raça. Se você quer conhecer um pouco mais ou está pensando em ter um cãozinho desse em casa, continue lendo este artigo, pois vamos contar tudo o que você precisa saber sobre o dogue canário. Acompanhe!

A origem do dogue canário

O dogue canário descende dos antigos cães “majorero”, que existiam no arquipélago desde os tempos pré-hispânicos, antes do século XIV. Naquela época, os grandes cães das ilhas eram usados ​​pelos nativos como protetores e também como cães pastores.

Posteriormente, com a chegada dos europeus às ilhas e, principalmente, com a posterior conquista deles pela Coroa de Castela, os majoreros passaram a ser empregados como cães auxiliares dos açougueiros.

Eles também começam a experimentar o cruzamento com outros cães do continente e a partir daí, começaram as misturas para chegar no dogue canário que conhecemos hoje. Porém, a raça acaba se definindo apenas no século 18, quando há uma forte migração inglesa para as ilhas.

Os ingleses trouxeram para o arquipélago cães do tipo bulldog e bull terrier, que usavam nas cruéis lutas de cães, tão populares na época. Sendo assim, essas raças inglesas também tiveram participação na criação do dogue canário.

Características do dogue canário

dogue canário tigrado

O dogue canário é um cão molossor de médio a grande porte. Sua aparência é imponente e embora sua altura seja semelhante à do pastor alemão, ele tende a ser muito mais robusto e musculoso.

Os machos geralmente medem entre 60 e 66 centímetros e pesam entre 50 e 65 quilos. Já as fêmeas podem medir de 56 a 62 centímetros e pesar cerca de 40 e 55 quilos.

Essa raça tem um pelo espesso e solto. O focinho é mais curto que o crânio e geralmente é preto. Os olhos são médios a grandes, ligeiramente ovais e de cor castanha. As orelhas são de tamanho médio e caem em ambos os lados da cabeça, mas infelizmente alguns criadores tem costume de cortar as suas orelhas. O corpo é mais comprido do que alto. O peito dessa raça tende a ser profundo e largo, o que da a ele um porte forte e musculoso.

A pelagem do dogue canario é curta, lisa e áspera. De acordo com o padrão racial aprovado pela International Cynological Federation (FCI), os pelos dele devem ser de algum tom de tigrado e sempre com o rosto preto.

Algumas marcas brancas, que devem ser mínimas, também podem estar presentes no tórax, garganta, pés dianteiros e dedos posteriores.

Personalidade do dogue canário

O dogue canário se destaca por ser um cão tranquilo, amigável e de temperamento calmo. Por mais que aparente ser um animal bravo e um excelente cão de guarda, ele e bastante dócil com aqueles que ele conhece.

Ele geralmente é muito atencioso e especialmente autoconfiante. No entanto, o seu passado como cão de guarda ainda o acompanha em alguns traços da pua personalidade, com isso, ele tende a ter uma atitude tímida e reservada com os estranhos, mas muito nobre e sereno com tutores. Mas não se preocupe, treinos de sociabilização e adestramento podem resolver o problema.

O dogue canário e sem dúvida um dos cães mais leais e bondosos que existem. Além disso, ele é um cão muito obediente e que esta sempre disposto a agradar os seus tutores, logo, adestra-lo não será difícil.

Treinar esse peludo acaba sendo bem divertido. Ele tende a ser bem ativo e inteligente e por isso, também precisa de treinos que estimulem suas capacidades físicas e mentais.

Cuidados com o dogue canário

dogue canário na grama com a bola

O dogue canário é um cão bastante forte e saudável, mas alguns cuidados com ele são necessários. A pelagem precisa de uma escovação semanal para retirar os restos de pelos mortos ou ate mesmo sujeira que se acumula na pele. Mas para isso, e necessário utilizar um pente macio com cerdas curtas, já que ele não possui dupla camada e o uso de escovas de metal pode causar irritações.

Por outro lado, o banho deve ser oferecido a cada 6 ou 8 semanas, embora seja aconselhável esperar até que esteja realmente sujo para não retirar a camada de proteção natural da pele que ele possui.

Essa raça necessita, de no mínimo, de 2 a 3 caminhadas moderadamente longas por dia, entre 30 e 40 minutos, para exercitar seus músculos e se manter ativo.

Além disso, é imprescindível dedicar uma parte da caminhada à prática de exercícios físicos e brincadeiras. Essa raça tende a ficar estressada e irritada caso não gaste toda a energia que possui, e o tutor precisa estar sempre atento a essa questão.

Em função do seu porte, o dogue canário tende a desenvolver algumas doenças comuns da raça. Confira:

  • Displasia do quadril;
  • Displasia de cotovelo;
  • Epilepsia;
  • Torção gástrica.

Além de seguir rigorosamente o esquema de vacinação e vermífugos, será imprescindível ir com ele ao veterinário a cada 6 ou 12 meses para garantir seu bom estado de saúde e detectar a tempo qualquer doença.

Lembre-se de que doenças degenerativas, como displasia de cotovelo ou quadril, podem ser menos graves se forem detectadas rapidamente. Com os cuidados necessário, o tutor poderá desfrutar de um cão saudável e feliz por muito tempo, com a expectativa de vida entre 9 a 11 anos.

Qual o preço do dogue canário no Brasil?

O preço do dogue canário pode variar entre R$1.500,00 a R$3.000,00, a depender de onde for comprado. Mesmo não sendo uma raça muito comum no Brasil, não e difícil encontra-lo por aqui, mas sempre busque um canil seguro e responsável.

E antes de comprar um filhote de cachorro, lembre-se de que a adoção é a melhor opção na hora de trazer um pet para casa.

Comentários