Borzoi: conheça esse incrível cachorro de origem russa

De origem russa, o borzoi foi o querido da realeza e chama atenção por onde passa. Conheça melhor as características, cuidados e preço da raça
dois borzoi deitados

A sua elegância natural, o seu rosto hipnótico e a sua pelagem cativante fazem do borzoi, também conhecido como galgo russo, ser uma das mais belas raças que existem. E a maior prova disso são os inúmeros prêmios em concursos de beleza que a raça coleciona ao longo da sua história.

Tudo isso somado ao temperamento dócil e ao caráter alegre dessa raça, faz com que o borzoi seja desejado e respeitado na Rússia, mas aos poucos sua popularidade tem se espalhado por todo o mundo. E há também quem não resista à sua aparência única, com um porte alto e um corpo bastante alongado, ele faz sucesso por onde passa.

Ficou com vontade para saber mais sobre essa raça incrível? Se a resposta foi sim, você está no lugar certo. Neste artigo vamos contar tudo o que você precisa saber sobre o borzoi como características físicas, personalidade, cuidados e muito mais. Acompanhe!

Origem do borzoi

Embora não se saiba com certeza de qual raça canina descendem, especula-se que raças como o cão pastor caucasiano e o cão de caça urso russo façam parte de sua linhagem. O certo é que os borzoi nasceram em berço de ouro, pois estavam entre os favoritos dos czares russos por várias gerações.

Sua primeira função era acompanhar os grupos de caça de nobres em sua busca por lobos siberianos e ursos cinzentos. Logo, era uma questão de tempo até que deixassem o posto de caçadores e se tornassem excelentes companheiros de vida para suas majestades.

No entanto, essa relação com as classes privilegiadas foi prejudicial para esses peludos, pois no início do século 20, durante a revolução bolchevique, os borzois foram perseguidos, pois a raça era associada aos excessos da nobreza.

Felizmente a raça foi salva, pois uma ninhada de borzois foi dada à Rainha Vitória da Inglaterra e foi só questão de tempo até que ele se tornasse querido na Europa. A primeira definição de padrões da raça foi por volta de 1650 e ao longo do tempo, o peludo passou por outros processos de cruzamento e implementação de padrões. Contudo, foi em 1891 que o cão teve seu registro efetuado no American Kennel Club.

Características físicas do borzoi

borzoi

De cintura alta e porte esguio, o corpo alongado desses cães se destaca entre as demais raças como um cachorro de grande porte. O borzoi tem um pescoço longo e elegante, bem como um corpo ligeiramente curvado que termina em patas muito musculosas e alongadas.

A longa cauda em forma de sabre é bem coberta por pelos. Sua cabeça tem características harmônicas e bastante únicas, com seu focinho longo e arredondado. A altura pode variar, logo, os machos tendem a ter entre 70 e 85 centímetros, enquanto as fêmeas medem entre 66 e 76 centímetros. O peso dos machos pode ser entre 35 e 47 kg e as fêmeas geralmente chegam até 39 quilos.

A pelagem do bozoi também merece destaque. Essa raça apresentar um pelo com dupla camada, sendo longo e sedoso, que pode também ser ondulado ou encaracolado. As cores mais comuns são branco, dourado, canela e marrom. Existem variações da raça que podem ser bicolores como preto e branco ou branco e marrom. A pelagem merece cuidados frequentes, pois pode formar nós com facilidade.

Como é a personalidade e temperamento do borzoi?

Doce e amigável, os borzois são ideais para a vida familiar. Em casa, eles se comportarão com calma e discrição, o que faz deles cães bem silenciosos. Esses pets só irão latir quando realmente acharem que é necessário. Eles são muito sensíveis ao humor das pessoas ao seu redor e agem de acordo, logo, se você está alegre, ele ficará bem animado ao seu lado.

Outra característica marcante é que eles não gostam de passar tempo sozinhos, pois precisam se sentir acompanhados e amados. Se deixados muito tempo sozinhos, podem sofrer de ansiedade de separação.

Quando filhotes gostam de compartilhar brincadeiras e travessuras, mas quando adultos, se tornam um pouco mais reservados e preferem ficar mais relaxados ao lado do tutor, sem muita agitação. Se você tem filhos pequenos, fique calmo: eles não mostrarão um comportamento agressivo com as crianças, mas também não gostam muito da companhia do baixinhos. Por outro lado, eles construirão um bom relacionamento com outros cães e também outros pets.

Os borzois russos são cães inteligentes e independentes, o que pode torná-los um pouco teimosos no que se refere ao treinamento. Treiná-los requer um esforço extra de paciência e amor, pois nem sempre ele vai querer te obedecer. Não use métodos rudes, pois isso vai fazer com que ele se torne tímido e medroso, afinal, ele tem uma personalidade bastante sensível.

Você também deve saber que eles não são bons cães de guarda, pois não têm um instinto de proteção muito desenvolvido. Na presença de um intruso, em vez de latir ou estar alerta, ele provavelmente abanará o rabo e será amigável, pois tem um temperamento calmo e manso.

Quais são os cuidados com o borzoi?

borzoi correndo

A manutenção da pelagem de um borzoi russo tem certa complexidade, logo, é a parte que mais requer cuidados. O pelo dele deve ser escovado a cada dois dias para evitar quedas e nós. Para isso, o tutor deve sempre verificar se os pelos não se emaranham em áreas do pescoço, tórax e pernas, pois nessas regiões há pelos em excesso. Além disso, recomenda-se dar banho uma vez por mês para manter a pele saudável e limpa.

Esses cães amadurecem lentamente por isso, durante a fase de crescimento, são pets muito brincalhões e tendem a morder tudo o que alcança. Esse comportamento destrutivo dos filhotes russos de borzoi pode ser moderado, mas apenas desaparece na idade adulta. No entanto, jamais dispense os treinos de adestramento para evitar esse tipo de comportamento.

Outro ponto é que mesmo sendo cães de grande porte, eles se adaptam a viver em apartamentos, desde que tenham as necessidades de exercício atendidas. Para isso, é importante que eles façam uma caminhada uma vez ao dia por pelo menos meia hora.

Durante os passeios, devem estar sempre na coleira, pois o seu instinto de cão caçador é muito forte e pode correr atrás de pequenos animais como ratos ou pássaros com facilidade. Quando eles caçam, não prestam atenção em mais nada, logo, a coleira servirá também para evitar acidentes.

Por outro lado, embora apreciem ter um pátio onde possam brincar, preferem sem dúvida estar dentro de casa, fazendo-lhe companhia ou repousando longas horas no seu canto preferido da casa. Sua dupla camada de cabelo os torna resistentes ao frio, mas não os impede de sofrer com o calor. Portanto, nunca os deixe ao sol ou no jardim por muito tempo no verão.

E no geral, ele tende a ser um cão bastante forte e saudável, mas é preciso que o tutor leve-o em consultas frequentes ao médico veterinário. Além disso, as vacinas e vermífugos precisam estar sempre em dia. E mesmo sendo animais fortes, os borzois possuem tendência a apresentar alguns problemas de saúde comuns aos cães de grande porte, como torção gástrica, displasia do quadril e sensibilidade a sedativos (o que torna difícil fazer com que ele passe por cirurgias).

Preço do borzoi

O preço do borzoi no Brasil é cerca de R$ 5.000 até R$ 8.000 reais. A raça não é muito comum no país, logo, para encontrá-lo, o futuro tutor terá que ter muita paciência para procurar um local legalizado e seguro.

Comentários