10 curiosidades inusitadas sobre os cães da raça shar-pei

Cães da raça shar pei são bem marcantes e peculiares. Por isso, separamos 8 curiosidades que talvez você não imaginava. Confira!
Shar Pei preto

Com dobrinhas irresistíveis por todo o corpo, língua azul e a carinha de “poucos amigos” é muito difícil não se derreter pelo cão da raça shar pei. O cachorrinho chinês é tão apreciado, que é um dos mais pesquisados no Google Trends Brasil quando o assunto são cães de raça. No entanto, ele é um pet bem raro e adquiri-lo pode não ser uma missão fácil e muito menos barata.

E se você ficou curioso para entender o motivo desse cãozinho ser raro e especial, não se preocupe, nós vamos te explicar tudo sobre o shar pei. Neste artigo, nós trouxemos as 8 principais curiosidades sobre a raça. Acompanhe até o final! 

8 curiosidades sobre os cães da raça shar pei 

1. O shar pei é raro

O cãozinho entrou duas vezes para o livro do Guinnes World Records como a raça mais rara do mundo, em 1966 e 1978. A sua raridade vem por conta do história da sua origem na China. O shar pei surgiu durante a dinastia Han (entre 206 a.C. e 220 d.C.) e os cientistas concluíram a teoria após encontrarem antigas estátuas do shar pei na cidade de Hong Kong.

Mesmo se popularizando um pouco mais ao longo dos anos, ainda não é muito fácil conseguir encontrar um exemplar da raça em todos os países. No Brasil, por exemplo, é bem difícil ver um shar pei andando por aí.

2. Ele era utilizado em rinhas

O shar pei foi usado na China, durante muitos anos, como cão de caça, de combate e de guarda devido ao seu porte forte e grande. De acordo com a história contada para explicar um pouco sobre a sua origem, o shar pei era usado ainda para guardar as tumbas dos membros da realeza chinesa. Ele era tido como um animal muito importante para os chineses durante aquele período. 

Mas nem tudo são flores, infelizmente o shar pei também era usado com frequência em brigas e rinhas entre cães. O animal saia sempre ferido e morria com muita frequência. Logo, com o passar do tempo, os apaixonados pela raça conseguiram tirar o animal das violentas rinhas. 

3. Temperamento silencioso e calmo

Mesmo com um passado conturbado, o shar pei passou por mudanças genéticas com o tempo por conta de seus criadores, que queriam que ele se tornasse um companheiro mais calmo. Logo, devido ao comportamento sereno que adquiriu ao longo dos anos, se tornou um animal muito escolhido por aqueles que vivem em apartamentos, pois ele não é do tipo que irá incomodar os vizinhos com latidos.

4. O significado de shar pei

O nome shar pei significa “pele de areia”, pois sua pele tem uma textura áspera e arenosa, bem diferente de muitos cães. Além disso, pessoas com peles sensíveis podem sentir até mesmo arranhões por conta da pele do animal. Interessante, não é? 

5. Ele é teimoso 

Sua teimosia é típica dos cães de origem chinesa, por isso não é tarefa fácil adestrar o shar pei. De acordo com o Ranking de Inteligência Canina, ele aparece na 51º posição das 79 raças presentes na lista.  E provavelmente o tutor vai precisar ter paciência para treiná-lo e deve se acostumar caso ele “ignore” algum pedido, pois isso poderá ser frequente. Para melhorar a situação, o tutor deve começar a adestrá-lo cedo com a ajuda de um profissional. 

6. O sharpei quase foi extinto

Por sua origem chinesa, durante o governo de Mao Tsé-Tung, os shar peis e várias outras raças chinesas foram praticamente dizimadas. O ex-presidente chinês afirmava que a criação desses animais era uma prática burguesa e por isso deveriam ser eliminados. Na época, vários criadores foram para outros lugares para salvar o animal. E graças a esses admiradores da raça, podemos ter hoje o querido shar pei. 

7. Ele é leal e companheiro 

A lealdade do shar pei é algo natural, afinal eles ainda têm muito o temperamento de “cães de guarda” e protetores, que surgiram desde a sua origem. Além disso, o cãozinho também é amoroso e pode conviver facilmente com outros animais quando a adaptação é feita quando ele ainda é filhote. 

Como ele é muito protetor e leal com todos que convivem, o shar pei tende a não reagir muito bem com visitas de pessoas estranhas. Por isso, adestrar o cãozinho quando ele ainda é filhote, é o ideal. Assim, a relação dele com outras pessoas será de muito amor e carinho, assim como é com os tutores.

8. Requer atenção e cuidados especiais 

Ser tutor de um dos cães mais raros do mundo não é uma tarefa fácil, requer tempo e disposição. Suas dobrinhas por todo o corpo necessitam de cuidado, principalmente em lugares muito quentes e com baixa umidade, por isso banhos são importantes para evitar infecções e alergias. Além disso, ele precisa ser escovado constantemente e os tutores devem passear com ele todos os dias, devido à facilidade no ganho de peso. Rações especiais também são necessárias.  

Como é a saúde do shar pei?

O shar pei é um cãozinho bem forte e tende a ter uma boa saúde. No entanto, ele pode apresentar alguns problemas oftalmológicos, como conjuntivite e a lágrima ácida, devido às dobrinhas que tem por todo o corpo, incluindo no rosto, que podem cair em cima do olho. Logo, visitas frequentes ao médico veterinário são essenciais para que esses problemas sejam evitados logo quando ainda estão em seu início. 

Outro ponto importante quando o assunto é a saúde desse cãozinho, é a sua pele. A pelagem e pele do shar pei tendem a ser sensíveis e esse animal podem facilmente contrair uma dermatite grave. Logo, os banhos devem ter um longo intervalo de tempo, de pelo menos um mês e a secagem da pele deve ser feita com muito cuidado. Caso o pelo dele fique úmido, ele pode desenvolver fungos e outros problemas dermatológicos. 

Além disso, escolha com muito cuidado o local onde você levará o seu shar pei para tomar banho. Opte por locais limpos e seguros, pois sua pele sensível pode apresentar mais chances de contrair bactérias em locais que não são adequados. Se o banho for dado em casa, evite ambientes como o quintal. 

Qual é o valor do shar pei no Brasil? 

Por ser uma raça rara e não muito comum em território brasileiro, pode custar entre R$ 1.500 a R$ 5.000. Além disso, o tutor precisa encontrar um canil regularizado para encontrar um verdadeiro shar pei. Comprar em locais suspeitos podem fazer com que você adquira um animal com uma personalidade bem diferente da que descrevemos, logo, tenha muito cuidado e pesquise muito antes de realizar a compra. Além disso, pense sempre na possibilidade de adoção. A adoção é de graça e você estará dando uma chance a um cãozinho que precisa. Boa sorte! 

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *