Bichon Frisé: 8 fatos surpreendentes sobre essa raça encantadora

Amável e muito companheiro, o bichon frisé é repleto de curiosidades. Surpreenda-se com estes fatos sobre esse pequeno peludo!
Bichon Frisé correndo

Sendo muitas vezes confundido com o poodle, o bichon frisé é um cãozinho branco e com o pelo encaracolado. De personalidade única, esse peludo costuma ser muito alegre, gentil, carinhoso divertido, logo, esteja preparado para dar boas risadas ao lado dele. Além disso, ele possui um excelente nível de energia, por isso, precisa ter uma rotina com muitos passeios e atividades físicas.

E além de todas as características já citadas, o bichon frisé possui uma elegância e um charme que não se vê em todo cachorro, o que o torna bastante único. E se você ficou curioso para saber mais sobre essa raça, você veio ao lugar certo. Neste artigo nós vamos te mostrar as principais curiosidades e características sobre o bichon frisé. Acompanhe até o final!

Características e curiosidades sobre o bichon frisé

1. Ele é francês

A origem do bichon frisé inclui diversos locais diferentes, principalmente países da Europa. Os registros apontam que as suas raízes se encontram no mediterrâneo. Um pequeno cachorro da antiguidade que evoluiu suas variedades ao longo dos séculos, em diversas localizações geográficas. Mas oficialmente, é considerado que a raça surgiu na França, pois foi lá que a raça cresceu, se desenvolveu e se tornou o que conhecemos hoje. E também o seu nome, em francês, já mostra um pouco das suas origens.

2. Despejado durante a revolução francesa

O bichon conquistou as cortes reais da Espanha, Itália e França, ganhando uma posição de privilégio entre os mais ricos e incluindo também a realeza. Mas o seus dias de glória não duraram muito tempo, durante a Revolução Francesa, o bichon frisé foi despejado às ruas, por conta da prisão e morte de seus tutores. Quem os acolheu foram os artistas, que, ao notarem sua inteligência e agilidade, ensinaram-lhes alguns truques que lhes rendiam moedas. Desde aquela época, o bichon já demonstrava a sua desenvoltura para se apresentar e fazer alguns shows.

3. A raça quase foi extinta

Esse peludo enfrentou diversas dificuldades após a revolução francesa e uma delas foi quase ser extinto. A raça quase se extinguiu no século 20, em decorrência das guerras mundiais. Mas, graças a criadores belgas e franceses, que tiraram esses cachorros das ruas, o bichon sobreviveu. Foi então, que em 1933, na França, esse lindo peludo foi reconhecido pela Societé Centrale Canine.

4. O significado de bichon frisé

Em 1933, após ser reconhecido, ele também foi nomeado. Logo, se tornou o bichon frisé, que significa bicho do pelo enrolado. O seu pelo encaracolado, branquinho e hipoalérgico é a sua característica mais marcante. Algumas pessoas confundem a pelagem dele com a do poodle, no entanto, a pelagem do frisé costuma ser mais volumosa e um pouco menos enrolada.

5. Apresenta exigências em relação à cor

O bichon frisé apresenta apenas o branco como sua cor oficial. No entanto, o American Kennel Club (AKC), afirma que o frisé até pode ter nuances de creme ou damasco. No entanto, nenhuma outra cor, além do branco, pode exceder 10% do cachorro. Se isso acontecer, ele não é considerado um raça oficial pelo AKC.

6. Um verdadeiro amigo

Se você está procurando por um verdadeiro cão de companhia, o bichon frisé pode ser a melhor escolha. Esse cãozinho tem um temperamento extremamente amigável e fiel, logo, ele será um incrível companhia para todos os momentos. O frisé ainda pode ser muito educado e paciente, podendo ser uma boa escolha para pessoas idosas.

7. Extremamente inteligente

Como mencionamos, ele foi salvo pelos artistas na França devido à sua capacidade de aprender rapidamente os truques. Esse cãozinho possui uma inteligência única e pode ser adestrado com facilidade. Além disso, se você deseja um cachorroo para participar de competições caninas, o frisé será uma excelente escolha.

8. Ele não pode ficar sozinho

Embora pareça independente, o bichon frisé odeia ficar sem companhia. Quando deixado por muito tempo sozinho, o cachorro dessa raça pode sofrer de ansiedade de separação e até mesmo depressão. Portanto, antes de adquiri-lo é importante levar em consideração o seu tempo disponível ou investimento em day care.

Como é a saúde do bichon frisé?

Mesmo sendo forte e saudável, o bichon frisé pode ter alguns problemas de saúde ao avançar da idade, como gengivite crônica, problemas nas articulações do joelho e também a displasia no quadril. Diante disso, é importante que ele faça visitas regulares ao médico veterinário.

Outro ponto é o nível de cuidado que o tutor terá. Por isso, é muito importante que o pet tenha uma alimentação de alta qualidade e cuidados frequentes com a higiene.

O tutor deverá escovar os dentes do cãozinho duas vezes na semana, pois essa raça tem tendência ao tártaro. E uma pelagem tão bonita e que chama tanta atenção, também demanda cuidados especiais. Logo, os banhos deverão ser quinzenais, mas a escovação do pelo pode ser feita duas vezes na semana. Lembre-se sempre também de, antes do banho, escovar os pelos.

Quanto custa um bichon frise no Brasil?

O preço do bichon frisé pode variar de R$ 1.500,00 a R$ 6.000,00. Porém, certifique-se sempre de comprar o animal em um canil seguro e oficializado.

Comentários