Dente de cachorro quebrado: causas e o que fazer?

Há diversos motivos que levam os cães a quebrar o dente. Veja as causas, como tratar e evitar o quadro, que pode ser bem doloroso para o pet
Pit Bull branco e mexericas no chao

Os cachorros podem quebrar os dentes e sentir bastante dor por conta disso, principalmente quando decidem roer um osso ou comer algo indevido. Logo, a maioria dos tutores só nota a quebra dias ou até mesmo meses depois.

Quando o dente quebra em alguma parte que não atinge a raiz ou a gengiva, é mais difícil de perceber, pois geralmente o animal não sente muita dor ou incômodo. No entanto, quando o dente quebra e a raiz e gengiva são atingidas, o cão sente muita dor, logo, pode parar de comer, ter febre e até mesmo desenvolver outras doenças por conta disso. Por isso, é muito importante estar atento.

E para conseguir entender um pouco melhor sobre o assunto, o tutor deve procurar saber as situações que podem ocasionar a quebra dos dentes, pois assim tudo ficará mais fácil. Por isso, neste artigo nós vamos mostrar as principais causas, o que fazer e como proceder diante dessa situação. Acompanhe até o final!

Principais fatores que ocasionam a quebra dos dentes

Ossos

Roer ossos é algo que pode fazer muito bem para a saúde bucal dos cães e eles adoram! No entanto, é importante ter muito cuidado com os ossos, pois por serem muito duros, podem quebrar o dente dos peludos com facilidade. Logo, se o seu cachorro for filhote ou idoso, evite dar ossos e opte por petiscos. Mas caso ele goste muito, opte por comprar ossos que vendem em pet-shops, pois esses são mais macios e menos perigosos para os cães.

Comportamento destrutivo

Cães muito ansiosos e estressados desenvolvem um comportamento totalmente destrutivo, logo, ele facilmente vai querer mastigar e roer todos os tipos de objeto que encontrar, desde uma havaiana macia de borracha, até um pedaço de madeira. E são os peludos com esse tipo de comportamento que mais quebram os dentes, por isso, o tutor precisa investir em brincadeiras, enriquecimento ambiental, atividades e até mesmo no adestramento para evitar que ele quebre os dentes ao morder coisas que não deveria.

Idade

Assim como os humanos, os cães ao avançar da idade vão ficando com os dentes mais fracos e moles, logo, eles podem cair com muita facilidade. As vezes o bichinho está apenas comendo a ração e o dente acaba partindo ou quebrando, o que pode causar muito dor para o animal. Se você tem um cão idoso em casa, é hora de começar a investir em uma alimentação mais macia e fácil para ele mastigar. E cães filhotes também correm o mesmo risco, pois os dentes de leite costumam ser mais fracos.

Devo me preocupar?

Infelizmente os cães não podem nos contar como se sentem quando quebram um dente, portanto, precisamos estar constantemente atentos aos sinais emitidos por ele.

Além disso, é importante estar ciente de que alguns dentes quebram mais fáceis que outros. Os caninos são os dentes mais facilmente quebrados, mas isso também pode acontecer nos dentes menos visíveis, que ficam mais ao fundo da boca. Confira os sinais de que o pet quebrou o dente:

  • Dificuldade para mastigar ou falta de apetite;
  • Sangramento bucal;
  • Respiração com a boca aberta;
  • Inchaço na face;
  • Febre;
  • Infecções;
  • Irritação em decorrência da dor.

Como você percebeu, um dente quebrado é sim um motivo de grande preocupação, pois ele pode ocasionar vários outros problemas para o animal, indo muito além da dor! Logo, não hesite em levá-lo com urgência ao médico veterinário.

O que fazer?

Agora que você constatou que seu cãozinho está com dente quebrado, é muito importante saber como agir a partir de agora. Infelizmente não há nada para fazer em casa, ao notar que o animal quebrou ou até mesmo fraturou o dente. É importante então que o tutor procure um médico veterinário especializado em odontologia.

O profissional fará uma avaliação detalhada do caso com base em alguns exames, como a radiografia dos dentes do cachorro, para enfim indicar o melhor tratamento.

Dependendo da gravidade da fratura, a intervenção cirúrgica pode ser a melhor opção. Geralmente, esses casos consistem na extração do dente acometido ou em curativos odontológicos na região.

De toda forma, é necessário seguir todas as recomendações do veterinário para garantir uma boa recuperação do seu pet. E lembre-se, o seu peludo pode estar sentindo muita dor, logo, não demore para levá-lo ao veterinário. Demorar a tratar o bichinho, pode fazer com que ele tenha infecções e outros problemas.

Comentários