Cachorro com dor de dente: saiba as causas, como identificar e tratar o problema

Separamos tudo o que você precisa saber sobre o que causa a dor de dente nos cães, os sintomas, tratamento e como evitar o quadro. Veja!
Schnauzer bigodudo

Os cães, assim como os humanos, apresentam algumas doenças e dores muito semelhantes aos humanos, como as dores de cabeça e também as dores de dente, por exemplo. Os bichinhos também são bem sensíveis e infelizmente estão suscetíveis a muitos problemas. Logo, é importante que os tutores tenham conhecimento das mazelas que podem ocorrer com os animais, para assim, evitar ou tratar os quadros. 

O dente dos cães é diferente dos nossos, a raiz costuma ser mais profunda e os famosos caninos são maiores. Em contrapartida, os demais dentes dos bichinhos são menores. Entretanto, as dores e problemas bucais que ocorrem com os cachorros são iguais aos dos humanos. Mas a principal diferença é que infelizmente os cães não conseguem se comunicar para avisar que estão com dores nos dentes.

De difícil percepção, os problemas bucais muitas vezes passam despercebidos pelos tutores, por isso alguns “pais e mães” de pet só percebem os problemas no dente do animal quando estes já estão em um estado bastante avançado. Por isso, neste artigo vamos te explicar tudo o que você precisa saber sobre dor de dente em cães e como identificá-la. Acompanhe até o final!

O que causa a dor de dente nos cães?

A dor de dente nos cachorros pode ser causada por alguns problemas bucais ou até mesmo durante alguma brincadeira em que o animal pode acabar machucando. Por isso, vamos citar abaixo 5 dos principais problemas bucais que levam os cães a terem dores de dente. Confira:

1. Periodontite 

A periodontite é a principal doença que pode comprometer a boca dos cães. E além disso, na maioria dos casos em que os peludos sentem dor nos dentes, é por causa desse problema bucal. A periodontite ocorre pela falta de higiene bucal e assim, ocorre o acúmulo da placa bacteriana na boca do animal. Estima-se que cerca de 85% dos cachorros de três a cinco anos de idade apresentam o problema. 

2. Fratura dos dentes

Existem diferentes formas dos cães fraturaram os dentes. Por exemplo, quando mordem ou roem objetos muito duros durante as brincadeiras, estão expostos a esse tipo de problema dentário. As fraturas dos dentes podem ocorrer também de forma acidental, quando cães brigam entre si. Outra forma desse incidente acontecer é quando cães ficam puxando grades ou portões.

3. Os dentes de leite não caem

Um causador de dor de dente dos cães é quando os dentes de leite não caem, logo, acaba não surgindo espaço para o crescimento dos dentes permanentes. Dois dentes não ocupam o mesmo espaço e se o dente de leite não for removido, o dente permanente pode se posicionar no local errado, ocasionando em um problema de oclusão e dores fortes.

4. Tumores na boca

Devido a maior expectativa de vida dos cães, eles tendem a ter também uma incidência maior de tumor, principalmente na boca. Esse problema ocorre mais em cães idosos e podem causar dores muito fortes.

5. Fraturas de mandíbula ou maxilar

Já as fraturas de mandíbula ou de maxilar são relacionadas à brigas, atropelamentos e até mesmo quedas. Para evitar tais situações, é importante que o dono cuide da segurança do animal. Diferente das outras causas, essa é bastante perceptível pelo tutor. E mesmo após a fratura sendo resolvida, o animal pode ficar sentindo dores por um longo período. 

Como identificar se o meu cachorro está sentindo dor no dente?

Além de ter atenção e todo cuidado com a saúde bucal do seu cãozinho indo regularmente ao médico veterinário, existem alguns sinais que podem indicar que o peludo está sentindo dor de dente. Mas nem sempre é fácil identificá-los, pois é um instinto natural dos cães tentarem esconder ou não demonstrar que estão sentindo algum tipo de desconforto. 

Os sinais mais claros são: através do comportamento, um animal com dor vai ficar cabisbaixo, apático e dificilmente vai querer brincar ou sair para um passeio. Logo, se você perceber que ele não demonstra animação para fazer atividades que antes eram prazerosas para ele, ligue o alerta, pois provavelmente ele está sentindo dor ou desconforto. 

Além disso, um animal com dor no dente vai ter dificuldades para comer e até mesmo para beber água. Por isso, fique perto dele durante as refeições e veja se ele está conseguindo mastigar os alimentos. Se ele não conseguir ou até mesmo não se aproximar do pote de comida, leve-o ao médico veterinário. Esse é o sinal mais claro de que o animal está sentindo dores nos dentes.

Os sinais físicos também aparecem, logo, a vermelhidão ou sangramento na gengiva; mau-hálito; presença de sangue na ração e nos brinquedos são indicativos claros de que o animal além da dor de dente, está sofrendo de algum problema bucal grave. Ao identificar qualquer um dos sinais acima, não hesite em levar o cachorro imediatamente ao médico veterinário. 

Como tratar a dor de dente em cães?

Como vimos, a dor de dente nos pets pode ser causada por diversos motivos. Com isso, o tratamento vai depender do que está causando o desconforto no animal. Na grande maioria dos casos, os veterinários fazem o uso de antibióticos para resolver a questão e aliviar as dores do animal. O tutor não deve jamais tentar cuidar ou medicar o cão por conta própria, pois isso pode piorar a situação.

Como evitar dor de dente em cães?

Em grande parte dos casos, as dores de dente são causadas pela falta de higiene bucal nos pets. E limpar os dentes e a boca do cachorro é uma função que deve partir diretamente do tutor. Por isso, escove semanalmente os dentes do seu amigo de quatro patas e utilize petiscos que possuem a função de limpar a boca do animal. O seu cãozinho irá te agradecer pelos cuidados.

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *