Cães podem comer comida quente? Tire suas dúvidas

Os cães, ao contrário dos humanos, não têm necessidade de consumir o alimento aquecido e esse hábito pode até ser prejudicial. Entenda!
Cachorro comendo ração

A dieta dos cães tem a possibilidade de ser bastante flexível, eles podem comer vários tipos de frutas, legumes e verduras. No entanto, quando se oferece ao cãozinho a alimentação natural existem ainda muitas dúvidas em relação qual a temperatura ideal do alimento e se os cães podem comer comida quente. 

Nós sabemos que os cães se assemelham com os humanos em alguns aspectos, logo, a saúde bucal e a sensibilidade dos dentes do animal devem ser levados em consideração na hora de escolher a temperatura ideal do alimento. Em dias frios alguns tutores tendem a oferecer uma comida mais quentinha para os cães.

Mas afinal, os cães podem comer comida quente? Bem, tudo vai depender de quão quente estamos falando. Mas não se preocupe, neste artigo nós vamos te explicar direitinho se os cães podem comer uma comida com uma temperatura mais elevada ou se é aconselhável optar sempre pelo alimento in natura ou em temperatura ambiente. Acompanhe até o final!

Os cães podem comer comida quente?

Os dias começam a ficar mais frios, os humanos começam a ficar mais tempo dentro de casa e as comidas mais quentes começam a ter prioridade no dia a dia. Surgem canjas, sopas, chocolate quente e várias outras delícias. Mas, e os cães? Será que os cachorros também precisam comer comida quentes durante os períodos com temperaturas mais baixas?

A realidade é que depende da temperatura, alimentos muito quentes que, por exemplo, acabaram de sair do fogo, não podem ser oferecidos aos cães. Dessa forma, o alimento pode causar queimaduras na garganta e até mesmo estômago do animal, causando uma dor muito difícil de controlar. Por isso, ao cozinhar algo próprio para o seu pet, espere no mínimo cerca de 10 minutos para que fique morno.

Nós humanos conseguimos suportar temperaturas bem altas quando o assunto é comida, mas com os cães já não funciona da mesma maneira. Além das queimaduras, alimentos quentes podem causar diarreia e outros problemas intestinais no animal. Tome muito cuidado!

Como saber a temperatura ideal?

A forma de verificar a temperatura ideal da comida para o cãozinho pode ser parecida com a forma que checamos a temperatura do leite do bebê. Coloque no pulso e conte até 10, se você suportar aquele alimento no pulso sem nenhum incômodo, significa que ele pode ser oferecido ao pet. Caso contrário, espere esfriar por mais tempo.

A comida realmente precisa ser aquecida?

Além disso, é muito importante levar em consideração qual alimento quente você está pensando em oferecer ao pet. Cães não podem ingerir chocolate quente, canja com alho, cebola e ossos, canjica e vários outros tipos de alimento que consumimos. No geral, a maioria da comida oferecida para os animais não precisam ser quentes, logo, podem ser oferecidas em temperatura ambiente.

Alguns tutores têm o hábito de aquecer a ração por alguns minutos no microondas para oferecer ao cãozinho no dia mais quente, mas na realidade isso não faz diferença alguma. Além disso, esquentar uma ração sólida no microondas pode superaquecer ela e acabar queimando a boca do cachorro. Por isso, evite esquentar. 

Com a ração úmida a regra é a mesma, ela não deve ser aquecida. Além do alimento amolecer,  ele pode perder a maioria das suas propriedades e até mesmo ficar com um gosto e textura muito ruim e o animal acaba não comendo. Logo, ofereça a ração úmida também em temperatura ambiente.

No entanto, é sempre indicado conferir na embalagem da comida que está sendo oferecida para o cão, para saber se o fabricante aponta nas instruções alguma orientação sobre o assunto. Os serviços de atendimento ao consumidor das marcas também pode ser uma alternativa.

Atenção: a grande maioria dos pratos feitos para os cães não possuem materiais com suporte para utilização no micro-ondas, ou seja, são feitas de alumínio. Se levadas ao micro-ondas podem facilmente explodir, todo cuidado é necessário.

A alimentação natural precisa ser quente?

Quando falamos em alimentação natural, estamos falando do arroz, dos legumes, proteínas, frutas e verduras. Logo, as frutas podem ser oferecidas sempre in natura, basta apenas lavar bem antes de oferecer ao cãozinho e se atentar às cascas e sementes.

Mas quando o assunto são as proteínas e legumes, provavelmente eles deverão ser cozidos antes. Para esses alimentos, vale a regra de ser oferecido morno. A comida natural não pode ser esquentada muitas vezes, pois ela pode facilmente perder as suas propriedades essenciais, como as vitaminas, nutrientes e minerais.

Por isso, depois de pronta, a comida natural deve ser aquecida no máximo duas vezes no micro-ondas. Uma boa maneira é congelar as porções e para aquecê-las novamente, utilizar o banho maria. Essa é uma forma de conservar as propriedades do alimento. O micro-ondas deve ser utilizado apenas em último caso.

Cães não precisam comer comida quente!

E por último, os animais não sentem a mesma necessidade que os humanos em se alimentar de coisas quentes. Mesmo com a enorme humanização feita com os cães hoje em dia, precisamos lembrar que eles são animais carnívoros. Logo, vale voltar às origens e os descendentes dos cães, ou seja, os lobos,  para refletir.

Os lobos na natureza comem a proteína morna, ou seja, eles matam a presa e comem basicamente in natura. Eles não precisam esquentar a carne para comer. Além disso, eles possuem o hábito de enterrar a caça no inverno e comer dias depois, logo, esse alimento permanece ali e com o tempo fica gelado. O mesmo vale para a água, a temperatura é sempre natural e gelada.

Não faz parte da natureza dos cães se alimentar de coisas quentes e os tutores precisam entender isso. Mas isso não significa que você deve oferecer ao seu amigo peludo carne crua, pois é preciso ter cuidado com as bactérias e a salmonela. A única coisa que queremos dizer, é que não existe a necessidade de comer a comida quente.

Compreendendo isso, o seu cãozinho não correrá riscos de queimar a boca e também o estômago. Boa sorte!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *