Cachorro pode comer chocolate? Veja o motivo para nunca oferecer para os cães

O chocolate é um alimento muito perigoso para os cachorros. Veja os motivos e o que fazer caso o pet coma chocolate
Cachorro olhando para barra de chocolate

Chocolate é uma delícia e é normal que as pessoas exagerem na quantidade. E no meio de tantas delícias, os pets acabam ficando com vontade e decidem pedir para os tutores um pedacinho com um olhar irresistível. E a maioria das pessoas pensam que não há problema algum em oferecer um pouco para o peludo, entretanto, há alimentos que são tóxicos e perigosos para os cães e o chocolate é um deles.

Entenda o motivo pelo qual é perigoso ceder e deixar que o cachorro coma chocolate. Saiba também o que fazer caso ele coma sem que o tutor veja e apresente quadros de intoxicação.

Cães não podem comer chocolate!

Cachorro não pode comer chocolate de jeito nenhum devido à teobromina, substância presente no cacau que pode causar intoxicação, ou dependendo da quantidade ingerida, o animal pode ir a óbito por envenenamento. De acordo com especialistas, os chocolates mais escuros e amargos são os mais perigosos.

A quantidade para intoxicar um animal varia de acordo com o tamanho, estado de saúde, sensibilidade e o tipo de chocolate ingerido. Por isso, se você deu um pedaço ao pet e ele não passou mal, isso não significa que você possa continuar oferecendo a ele, pois uma hora ele poderá passar mal.

O chocolate pode causar vômito, diarreia, agitação e aumento da frequência urinária. Se consumido em maior quantidade, os cães podem apresentar espasmos musculares, convulsões e taquicardia, podendo ser até mesmo fatal em casos mais graves.

E não para por aí! Além da teobromina, a maioria dos chocolates possuem uma quantidade significativa de gordura, açúcar e até mesmo nozes, castanhas, amendoim, etc. As oleaginosas também são altamente tóxica para os cães, logo, ao oferecer esse alimento para os peludos, as chances deles desenvolverem diabetes e obesidade aumentam de maneira considerável. Por mais que você goste muito de um alimento, isso não significa que o seu amigo de quatro patas poderá saboreá-lo com você.

Meu cachorro comeu chocolate, e agora?

Ao apresentar os sintomas de intoxicação, o tutor deve levar o animal imediatamente ao veterinário para que o tratamento adequado seja realizado o mais rápido possível. Mesmo que o pet tenha ingerido pequenas quantidades, é importante comunicar ao profissional, que vai avaliar e recomendar o melhor tratamento a ser seguido. Não espere o pet começar a apresentar sintomas para buscar ajuda.

Se o seu objetivo é alegrar a vida do cãozinho com um snack saboroso, hoje existem em petshops e lojas especializadas uma grande variedade de petiscos que os cães podem comer sem problema algum. Dessa maneira, o seu cãozinho poderá se deliciar sem nenhum perigo!

Comentários