Xoloitzcuintle: conheça o cachorro pelado mexicano

Conheça melhor o xoloitzcuintle, também conhecido como pelado mexicano. Saiba as características, personalidade, cuidados e preço da raça
Xoloitzcuintle

O xoloitzcuintle – ou xoloitzcuintli – também é conhecido como pelado mexicano. E como o nome sugere, a raça surgiu no México e foi batizada em homenagem ao deus “Xolotl”. O registro arqueológico mais antigo de que se tem conhecimento é de 1.300 anos no estado de Hidalgo, contudo, acredita-se que a raça seja ainda mais antiga, tendo surgido há 2 ou 3 mil anos.

Além do país de origem, os primeiros exemplares da raça viveram nas Américas Central e do Sul e foram utilizados como cães de caça e para companhia. A figura do xoloitzcuintle é muito presente nas culturas antigas, pois essa raça era considerada sagrada pelos mexicanos e maias.

Características do xoloitzcuintle

O xoloitzcuintle possui três variações de tamanho e, consequentemente, de peso:

  • Toy: 35 centímetros e 6 quilos
  • Miniatura: 45 centímetros e 13 quilos
  • Standard: 58 centímetros e 24 quilos

Os cães da raça possuem corpos atléticos e elegantes, as orelhas são naturalmente eretas, patas compridas, e cauda e focinho longos, assim como o pescoço. Suas cores são preto, preto acinzentado, cinza ardósia, cinza escuro, avermelhado, fígado, bronze ou amarelo. Ele também pode ter manchas brancas.

O xoloitzcuintle é popular por ser uma raça que não tem pelos e serem cães hipoalérgicos. Contudo, existem exemplares que nascem com pelos e, geralmente, os dois tipos nascem na mesma ninhada. Entretanto, os xolos que nascem com pelo, apresentam uma pelagem extremamente curta, dura e densa, com cores do mesmo tom de pele. Os pelos são mais vastos na cabeça, patas e cauda, sendo liso e sem subpelo.

Outro fato curioso sobre a aparência do xoloitzcuintle, é que ele não tem todos os dentes. Isso faz com que o cão fique com a língua pra fora em alguns momentos.

Personalidade do xoloitzcuintle

xoloitzcuintle na grama

O xoloitzcuintle é afetuoso e brincalhão e precisa receber muita atenção dos tutores. É um cão para viver dentro de casa e estar cercado por sua família humana. Ele é muito inteligente e serve como cão de guarda, pois é bastante protetor. Costuma latir para estranhos, para em geral é muito tranquilo e silencioso.

O xolo não se dá bem com crianças muito pequenas, que têm brincadeiras menos delicadas. Também não gosta de dividir seu território com outros animais, demonstrando comportamento agressivo nessas situações. Ele pode tremer em alguns momentos, seja pelo nervosismo ou frio, pois se dá melhor em temperaturas mais altas.

Nível de atividade do xoloitzcuintle

O xoloitzcuintle demanda um nível médio de atividades, sendo recomendadas caminhadas curtas e brincadeiras no quintal apenas para que ele gaste um pouco de energia e evite o sedentarismo. Quando filhotes, são mais agitados, mas na fase adulta se tornam cães bem tranquilos.

A socialização deve ser feita desde muito cedo, para que não se torne extremamente territorial e lide bem com visitas. O xolo precisa de muita atenção, e quando é deixado sozinho por muito tempo, fica chateado e pode desenvolver um comportamento destrutivo.

Como é a saúde do xoloitzcuintle?

A expectativa de vida do xoloitzcuintle é de 12 a 15 anos, e para prolongar essa data, o tutor deve tomar os seguintes cuidados: sempre com a recomendação do veterinário, aplicar hidratantes e protetor solar, pois a pele desse pet é bastante sensível, sendo viável optar por passeios noturnos. Os banhos devem ser semanais, por conta da falta de pelos, a fim de manter a higiene.

Sem contar os fatores dermatológicos, o xolo pode sofrer com problemas como: não ser capaz de se aquecer em temperaturas muito baixas, perda de dentes e luxação da patela.

Curiosidades sobre o xoloitzcuintle

xoloitzcuintle

Cão sagrado

O xoloitzcuintle foi considerado sagrado pelos mexicanos e maias, acreditava-se que esses cães eram capazes de enxergar a almas das pessoas. Por muitos anos, eram sacrificados e enterrados com seus donos para acompanhá-los na vida após a morte.

O xoloitzcuintle nas telonas

A animação “Viva – A vida é uma festa” da Pixar conta com um xoloitzcuintle no elenco. Dante é um cãozinho atrapalhado que persegue o protagonista durante todo o longa. Ele carrega características inconfundíveis, como: a rala pelagem na cabeça; a língua para fora, devido à falta de alguns dentes; e a habilidade de ver pessoas que já faleceram durante o Dia dos Mortos, uma data muito importante no México.

Cachorro da Frida Kahlo

A Frida Kahlo teve exemplares de xoloitzcuintle durante o período em que a raça quase foi extinta. A pintora mexicana era uma grande apreciadora da raça e até os retratou em um de seus autorretratos em 1945.

Xoloitzcuintle: preço

O xoloitzcuintle, apesar de ser popular em seu país de origem, não é muito comum no Brasil. Dessa forma, o exemplar pode custar entre R$2.000,00 e R$6.000,00, dependendo da linhagem e canil de origem.

Comentários