São Bernardo: confira esses fatos curiosos sobre a raça que você não sabia

Os cães da raça São Bernardo se tornaram muito famosos nas telinhas. Mas não para por ai, confira 8 curiosidades desses adoráveis gigantes

Sendo um dos cães mais famosos quando o assunto são pets em filmes e séries, os cachorros da raça São Bernardo, também conhecidos como Saint Bernardshund, conquistam qualquer um devido à sua personalidade carinhosa e amigável. Esse cãozinho pode até assustar um pouco devido ao seu tamanho, mas é só reparar na expressão doce do animal, que todo a ideia de que ele é um cachorro bravo, desaparece. 

Não é muito fácil encontrar um cão dessa raça no Brasil. No entanto, existem vários brasileiros que criam a raça e são apaixonados pelo São Bernardo. Logo, é mais fácil ver um cãozinho dessa raça por aqui, do que um Basset Hound, por exemplo. E se você também é fã do São Bernardo, nada mais justo do que descobrir algumas curiosidades sobre a raça. 

Neste artigo, nós vamos contar as principais curiosidades sobre os cães da raça São Bernardo. Além disso, explicaremos um pouco mais sobre a saúde desse grandalhão e o preço dele no Brasil. Ficou curioso para saber tudo sobre essa raça? Acompanhe até o final.

8 curiosidades incríveis sobre os cães da raça São Bernardo 

1. Porte gigante 

Quem já viu esse cãozinho nas telinhas ou até mesmo pessoalmente, sabe que o São Bernardo não é um animal pequeno. E na realidade ele ultrapassa até mesmo o porte grande, sendo considerado um cachorro de porte gigante. O São Bernardo pode atingir até 70kg e medir cerca de 70 cm. Existem alguns registros de cães dessa raça que conseguiram atingir 90 cm, ou seja, quase 1 metro. Tendo o tamanho de uma criança de em média 7 anos de idade. 

2. A maior língua do mundo

Alguns cães da raça São Bernardo são famosos por quebrar recordes mundiais. Um dos casos mais recentes é da cadela americana Mochi, que tem uma língua gigantesca de inacreditáveis 18,58 cm. Uma língua do tamanho de um bebê humano! A cadela da raça São Bernardo entrou para a lista de recordes do Guinness como o cão com a língua mais longa do mundo. E até o momento ela continua sendo dona desse recorde.

3. O famoso Beethoven

Os filmes do cãozinho Beethoven foram um enorme sucesso durante a década de 1990. Logo, é impossível não falar desse filme sem associá-lo totalmente a esses cães, já que o protagonista era o cachorro da raça São Bernardo.

O sucesso foi tanto, que os filmes com o cãozinho foram até 2014. A comédia é uma das mais famosas do cinema e ganhou mais quatro sequências, o último filme da série foi lançado em 2014, tendo mais de 10 anos de história.

4. Na Suíça, ele é considerado um herói

O São Bernardo é um dos cachorros mais populares da Suíça. Isso porque, há mais de 200 anos, um cãozinho da raça chamado Berry, atuou em diversos resgates nos Alpes Valais- anos, ficando famoso e reconhecido por seus atos. Graças a todos os resgates que realizou ao longo dos anos, hoje em dia, Berry possui uma exposição permanente no Museu de História Natural de Berna. Além disso, todos os cães da raça são muito queridos e admirados na Suíça.

5. Os monges participaram da criação do São Bernardo 

Os cães eram mascotes de monges e também ajudavam no resgate de pessoas perdidas na neve, principalmente na Suíça. Com isso, acredita-se que os monges tinham como objetivo criar uma raça forte, mas amigável e companheira. Os padrões surgiram várias gerações após as iniciais, logo, esse cãozinho passou por muitas mudanças até chegar ao cachorro que conhecemos hoje. No ano de 1867, os primeiros documentos genealógicos foram criados, e o reconhecimento internacional foi realizado em 1887.

6. Existem vários clubes dedicados à raça

Assim como algumas outras raças, o São Bernardo possui diversos admiradores espalhados pelo mundo. Por essa razão, existem vários clubes dedicados apenas à essa raça. Uma das mais antigas e mais famosas  associações é o St. Bernards-Club da Basileia, fundado em 1884. O clube existe até hoje.

7. Ele precisa de adestramento 

Os cães da raça São Bernardo precisam de adestramento e sociabilização, mesmo que sejam animais muito dóceis e carinhosos. O principal motivo da necessidade de adestramento da raça, é porque devido ao seu peso e tamanho, ele pode decidir pular em alguém e acabar machucando seriamente a pessoa. Logo, o tutor deve procurar evitar acidentes. Além disso, o treinamento vai fazer com que ele não roube comida da mesa, por ser muito alto e adorar uma guloseima, esse pet pode facilmente pegar as refeições das pessoas em algum momento de distração.

8. Babá para crianças 

Alguns especialistas na raça costumam dizer que esse cãozinho é uma verdadeira babá para crianças. Essa fama aconteceu, pois o São Bernardo tem uma paciência e nível de tolerância muito alto com crianças, logo, ele pode ser um excelente amigo e um cão companheiro das crianças. No entanto, o tutor deve tomar muito cuidado com o porte do animal, por ser  grande e pesado, ele pode sem querer machucar uma criança.

Como é a saúde do São Bernardo?

Os cães dessa raça costumam ser fortes e saudáveis. No entanto, isso não significa que ele não terá problemas de saúde. Infelizmente a raça São Bernardo é propensa a algumas doenças ligadas ao seu tamanho, como a displasia no quadril. Além disso, ele não é um animal recomendado para viver no calor, pois ele nasceu para viver em países com baixas temperaturas. Por essa razão, é difícil ver um exemplar da raça no Brasil. O calor pode fazer com que ele desenvolva doenças e outros problemas de saúde.

Quanto custa um cachorro da raça São Bernardo?

Um cachorro da raça São Bernardo pode custar entre R$ 1.200 e R$ 6.000. Mas o problema todo não é o preço, a grande questão é conseguir encontrar locais que vendam a raça. Por não viver muito bem em países quentes, pode ser mais difícil achar um exemplar da raça. Além disso, o futuro tutor precisa procurar sempre criadores e canis confiáveis e que dêem a garantia da boa saúde do animal. Boa sorte!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *