Por que o seu cachorro lambe muito as patas

Nem sempre lamber as patas é sinal de algum problema sério. Saiba as razões desse comportamento e como lidar quando estiver acontecendo com seu cachorro

Diferente dos gatos, os cães não são muito de ficar se lambendo. Mas você com certeza deve ter observado que eles, os cães, volta e meia lambem o seu corpo, especialmente as patas. Se isso for um comportamento ocasional, muito provavelmente você não tem com o que se preocupar.

Por outro lado, se o seu pet ficar lambendo insistentemente a pata, ao ponto de a região ficar sem pelo ou vermelha, isso com certeza vai requerer uma atenção maior.

Nesse artigo, vamos ensinar a você quais as razões por trás desse comportamento e o que fazer quando isso estiver acontecendo com o seu pet. Mas, primeiro, é necessário entender que nem sempre lamber as patas é sinal de algum problema sério.

Por que os cães lambem as patas

Os cães adoram usar a língua para muitas coisas. Ao lamber alguma parte do próprio corpo, o seu pet pode estar tentando se livrar de algum incômodo, como quando nós nos coçamos, ou apenas cuidando dos seus pelos.

Lamber as patas é especialmente comum quando eles chegam de algum espaço aberto. Nas suas caminhadas pelo jardim, por exemplo, é provável que algo fique preso ao seu pelo, como gravetos ou insetos, e ele pode procurar se livrar disso com a língua.

Outras situações em que os cachorros gostam de se lamber é após as refeições e antes de tirar um cochilo. Cães também podem se lamber para regular a temperatura corporal, e quando esse hábito se restringe às patas pode ser um indício de que o piso por onde caminham está muito quente.

Algumas cães em particular, assim como algumas raças, têm maior tendência a se lamber. Mas isso quase sempre se deve a uma vontade de cuidar do próprio pelo e não deve ser motivo de preocupação.

Pug com a língua para fora

Quando lamber as patas é um problema

Por outro lado, se o hábito de lamber as patas é muito frequente e está acompanhado de sinais, como regiões sem pelo, avermelhadas, inchadas ou com ferimentos, é bom ligar o sinal de alerta. Isso pode ser indício de um algum problema de saúde.

Uma maneira de saber se o seu cão está se lambendo demais é conferir se o pelo dele está úmido. No entanto, as razões para esse comportamento, assim como as recomendações sobre o que fazer em cada caso, podem variar bastante. Confira abaixo as principais situações em que os cães lambem demais as próprias patas.

Parasitas

Cães são frequentemente infestados por parasitas, como ácaros, pulgas e carrapatos. Isso pode levá-los a se lamber para tentar se livrar do desconforto que as criaturinhas causam a ele. Nesse caso, é bem comum que ele também se morda e use as patas para se coçar. Uma infestação por parasitas também costuma se espalhar por várias partes do corpo e, nesse caso, o seu cão muito provavelmente não lamberá apenas as patas.

Ansiedade e tédio

Assim como os humanos, os cachorros também podem desenvolver hábitos para livrar de sentimentos ruins ou para “passar o tempo”. Esse comportamento, no entanto, pode se tornar compulsivo e causar problemas mais sérios de saúde, como é o caso de se lamber demais. Cães que ficam muito tempo sozinhos, ou que estão expostos a ambientes e situações incômodas, podem desenvolver esses hábitos.

Dor ou desconforto físico

O seu cão pode lamber demais a pata se estiver sentindo uma dor ou desconforto nela. Ele pode ter se machucado com algum objeto, ter sido mordido por um inseto ou outro animal ou pode haver algo em sua pelagem o incomodando.

Nessas situações, você pode identificar a causa do problema examinado a pata do pet. Por exemplo, se ele reagir ao ser tocado na pata, é bem provável que haja algum problema físico ali, como uma lesão muscular.

Outra causa possível para o desconforto é a diferença de tamanho entre as patas do seu cachorro. Essa diferença implica problemas ao caminhar, e é daí que vem a dor. O problema, no entanto, pode não ser visível a olho nu, como no caso de artrites, cistos ou tumores.

Alergias e infecções

Os cães também podem desenvolver muitas alergias. Os motivos para a alergia podem ir desde objetos no ambiente deles, como a almofada em que costumam dormir, até algum alimento. A alergia causará irritação e coceira na pele, e o seu cachorro tentará se livrar dela usando a língua. Nesses casos, a vermelhidão ou inchaço na pata podem denunciar que se trata de uma alergia.

Infecções também podem ser motivo para o seu cão lamber demais a pata. Elas podem surgir a partir de um ferimento ou mesmo a partir de uma alergia. Isso ocorre porque o ato de lamber demais a pele acaba por eliminar as barreiras de proteção natural e deixar o pet mais vulnerável contra os germes.

O que fazer quando seu cão lambe demais as patas

A primeira coisa a se fazer é, claro, tentar entender a razão por trás do hábito. Em alguns casos, a solução será bem simples. Se o seu cão tiver algo na pelagem que o incomode, como ciscos ou poeira, basta retirá-los mecanicamente. Um bom modo de evitar que essas sujeirinhas se acumulem no pelo do seu pet é escovar e dar banhos regulares nele.

No caso de algum um problema físico, como lesões, artrite e alergias, você poderá perceber sinais na pele do cachorro, como inchaço e alergia. Em todas essas situações é indicado procurar um veterinário para entender o problema e começar o tratamento.

No caso de uma fratura, por exemplo, pode ser necessário recorrer a uma cirurgia. Já no caso de uma alergia, os cuidados passam por afastar a causa do problema, o que pode significar uma mudança na dieta, no caso de uma alergia alimentar. Produtos como gel a base de aloe vera podem ser muito úteis para diminuir a irritação na pele.

No caso do hábito de lamber demais as patas ter uma razão comportamental ou emocional, recomenda-se procurar chamar a atenção do cachorro para outras coisas. Passear e brincar com ele regularmente podem ser muito úteis para liberar o estresse e a ansiedade por trás do hábito.

Também é possível, claro, recorrer a um treinamento com reforço positivo e usar produtos que inibam o pet de lamber as patas. Os produtos mais usados são loções com um gosto amargo, que devem ser aplicadas especificamente nas patas. É preciso, no entanto, saber se o produto não causará algum mal ao corpo do cachorro, e uma boa forma de se certificar disso é aplicar antes uma pequena quantidade e observar a reação da pele.

Esteja sempre atento

Como você pode ver, há varias razões para um cachorro lamber as próprias patas. Ele pode usar a língua para se livrar de algum incômodo na superfície do seu corpo, dar um trato no próprio pelo ou hidratar-se. O hábito, no entanto, pode ser motivo de preocupação se for muito frequente ou estiver ligado a problemas visíveis na pele do seu pet.

Assim como as causas podem variar, a solução para o problema também varia. Pode ser necessário apenas deixar limpo o pelo do seu cão, aplicar produtos contra infestações de parasitas ou mesmo fazer cirurgias, para resolver problemas físicos mais graves.

O importante é sempre estar atento aos hábitos do seu amigo e agir sempre que perceber algum indício de problema de comportamento ou de saúde.

Saiba também como cuidar das patas do seu cachorro, anatomia e curiosidades!

Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *